Usar ou não sapatinhos para os cães?

Coma chegada do verão e os dias escaldantes, cresce a preocupação dos tutores de cães com a rotina dos passeios. Muitas vezes, por receio de expor o animalzinho ao piso quente, os donos acabam lançando mão de sapatinhos na tentativa de proteger as patas dos cachorros e evitar queimaduras. Embora os calçados atuem como uma barreira para o calor, proteção para as patas contra queimaduras ou machucados esses acessórios não são recomendados.

Os sapatinhos acabam atrapalhando os peludos. Podem provocar incômodo, desconforto, prejudicar a coluna e o equilíbrio, por isso muitos veterinários recomendam que os cães não usem sapatos. As patinhas são fundamentais para o equilíbrio deles. Além disso, é que com o uso no dia a dia destes acessórios, os cachorros não vão conseguir lixar de forma natural assuas unhas durante o passeio.

Os coxins plantares — as famosas “almofadinhas” das patas dos cães têm um revestimento reforçado para suportar o contato com o chão. Eles protegem do calor e ainda permitem que os animais transitem com segurança por qualquer superfície. Por esse motivo, o uso do acessório é ainda mais contraindicado em dias de chuva.

Portanto, a dica para garantir o bem-estar dos pets é evitar passeios em horários em que o sol esteja muito forte. Prefira os roteiros matinais ou de fim de tarde. Também é bom transitar por áreas sem muito asfalto. Praças, parques e jardins, onde o solo não absorve tanto calor, são os mais indicados.

Fotos: Divulgação

0 respostas

Deixe uma resposta

Comente este artigo
Descreva sua opinião

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × 2 =