Tradição que só prospera na família Dallé

José Dallé, 77 anos, é agricultor e associado da Cooperativa Autora. No 100 da Leopoldina, interior de Monte Belo do Sul, junto com a esposa, Gelsi, 67 anos, o filho mais velho Arlei, 45 anos, a nora, Ângela, 43 anos e dois netos, Paola de 16 anos e Gabriel de 14, dá sequencia a tradição herdada dos avós que começa lá atrás, na descendência de imigrantes italianos que, vieram da Itália: produzir uvas. Uma família inteira envolvida na produção da fruta. Toda a produção de Dallé é vendida para a Cooperativa Aurora. Associado há mais de 35 anos Dallé afirma que a Vinícola Aurora é o complemento de sua família.

O cultivo da uva é o carro-chefe da produção da família Dallé que cultiva cinco variedades da fruta: merlot, egiodola, pinotage, pinot noir, isabel, coder e moscato. Tanto o pai quanto o filho cresceram debaixo dos parreirais no interior do município. Por isso, eles dominam a técnica da poda como ninguém. Não é uma tarefa fácil. “É preciso saber onde fazer o corte certo. Ensinei meu filho a fazer este trabalho com muita paciência” lembra seu José. “Hoje um dos maiores problemas é a mão de obra que não encontra mais. Na época colheita, sempre precisamos de pessoas para nos ajudar. Já na época da poda intensificamos os trabalhos e damos conta com a não de obra familiar” explica José.

“Os trabalhos diários não são fáceis, trabalhamos em uma empresa de céu aberto, mas junto com a família e auxílio da Cooperativa Aurora conseguimos levar as coisas adiante. Temos entrega de uva garantia, uma empresa que apresenta bons resultados e isso nos motiva a continuarmos no ramo” diz Arlei. “E para progredir é preciso investir. Sempre estamos renovando os parreirais” afirma.

Fotos: Marlove Perin