Tranças de natal com mel

Uma receita simples, passada de geração em geração é marca registrada em Santa Vitória do Palmar

Fica desde já o aviso: se procura algo saudável, passe à próxima receita! Estas trancinhas são um doce pecado. Na Ceia de Natal de Santa Vitória do Palmar, no extremo sul gaúcho, as avós, tradicionalmente, têm duas preocupações: preparar as trancinhas doces e impedir que os netos as ataquem antes do jantar. Tradição em 24 de dezembro, as guloseimas são aguardadas quase como presentes.

As trancinhas de Natal, é uma marca registrada na cidade. Uma receita simples, passada de geração em geração. Característica dos italianos do sul, proveniente de Cosenza. Feita com ovos, farinha, azeite e vinho (preferencialmente branco), a massa é frita e misturada ao mel, dando um toque doce perfeito para completar a ceia.

Trancinhas de Natal

1k de farinha

04 avos

250g de óleo

250ml de vinho branco

01 colher (sopa) de fermento em pó

1 pitada de sal

500g de mel

Mistura a farinha com ovos, o óleo e o vinho até formar uma massa homogênea. Passe no rolo para afinar. Depois, corte a massa, como um retângulo. Faça 3 cortes verticais, mais ou menos do mesmo tamanho, até cerca de 2cm da ponta superior. Entrelace os 3 pedaços de massa. Frite as trancinhas até dourar. Escorra e ponha em um prato com papel-manteiga. Coloque dentro do mel aquecido e retire. Deixe secar.

Fotos: Marlove Perin

0 respostas

Deixe uma resposta

Comente este artigo
Descreva sua opinião

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezenove + 20 =