Brigada Militar troca tiros com criminoso que assaltou carro forte na Serra

Foto: Divulgação

Um intenso confronto entre a Brigada Militar de Vera Cruz e um criminoso que participou de um ataque a carro forte na Serra gaúcha foi registrado na madrugada desta quarta-feira (21). O confronto ocorreu por volta da 1h, próximo ao viaduto que liga a RSC-153 a RSC-287. O criminoso tripulava um Ford Fiesta, com placas de Guaporé, roubado no município de Dois Lajeados.
Segundo informações da Brigada Militar, o bandido investiu contra as guarnições de serviço durante a tentativa de abordagem. Durante o tiroteio ele perdeu o controle do veículo e colidiu em um árvore, à margem da RSC-153. O veículo foi apreendido, assim como cinco celulares encontrados no interior do Fiesta.
Após colidir em uma árvore, o criminoso fugiu a pé em direção a Linha Ferraz, interior de Vera Cruz. A Brigada Militar pede ajuda da comunidade na tentativa de localizar o suspeito. Identificado como Luciano Machado da Silva, de 34 anos, o indivíduo mede cerca de 1,80, é magro, tem tatuagens nos dois braços, é negro e está armado. Quando roubou o veículo em Dois Lajeados, Silva usava uma roupa camuflada, mas não é possível afirmar que ele ainda usa as mesmas vestimentas.

Um cerco policial foi montado nas proximidades do confronto, com o apoio de policiais de todo o Comando Regional.

O ataque ao carro forte
O crime foi praticado no último dia 6. Na ação, a quadrilha assaltou um carro forte na BR-470, em Veranópolis. Três criminosos foram presos horas após o crime e um outro assaltante foi detido na semana passada. As forças policiais conseguiram recuperar R$ 828 mil que foram retirados do cofre do blindado da Brinks. No total, o carro-forte transportava cerca de R$ 950 mil, sendo que R$ 122 mil foram levados pelos outros ladrões que escaparam do cerco na região. Até agora, quatro homens foram presos, outros dois conseguiram escapar e a polícia acredita que dois a três ainda possam estar soltos na região.
Dentre os materiais apreendidos, o destaque é para uma metralhadora .50, arma de uso exclusivo das Forças Armadas. Foi a primeira vez que uma arma desse tipo foi apreendida no Estado.