Viticultura gaúcha quase dobra

A viticultura já está presente em 27 das 35 microrregiões gaúchas e ocupa uma área de aproximadamente 40 mil hectares de vinhedos

A área plantada de uvas no Rio Grande do Sul quase dobrou de tamanho em um período de 20 anos. A viticultura já está presente em 27 das 35 microrregiões gaúchas e ocupa uma área de aproximadamente 40 mil hectares de vinhedos, de acordo com dados registrados em 2015, quase o dobro em comparação aos pouco mais de 21,5 mil hectares que eram plantados em 1995, quando a cultura estava presente em apenas 11 microrregiões gaúchas.
A mais tradicional região produtora de uvas e vinhos do Brasil, a Serra Gaúcha, está reduzindo sua supremacia na produção de uvas em função da expansão da cultura em outras regiões.
A Microrregião (MR) Caxias do Sul, que contempla 19 municípios na Serra Gaúcha, era detentora de 90,08% da área vitícola do estado entre os anos de 1996 e 2000. De acordo com os dados do novo Cadastro Vitícola, a região ainda permanece em primeiro lugar, mas sua área plantada corresponde a 80,09% da produção do estado.