Monte Belo do Sul celebra 26 anos com passeio ciclístico, caminhada da solidariedade e jantar

   Monte Belo do Sul celebrou a semana do município, em comemoração aos 26 anos da emancipação. As atrações iniciaram no sábado, 17, com o Passeio Ciclístico e Caminhada da Solidariedade. No mesmo dia, aconteceu o Encontro de Cantorias Italianas do município, na Sociedade E.C.E 24 de maio. As apresentações ocorreram às 17h e após houve jantar típico colonial, com show da Banda Quarteto da Alegria. No domingo, 18, foi realizada a Festa em Honra a São José, com missa, almoço festivo e jogo de bochas na Comunidade São José.
O evento teve a presença do prefeito Adenir Dallé, Secretários Municipais, do presidente da Câmara de Vereadores, Onécimo Pauleti, vereadores e comunidade em geral.
História
Entre os anos de 1877 e 1890, o território que abrange Monte Belo do Sul pertenceu a Colônia Dona Isabel. Em 1890 ocorreu a emancipação da Colônia Dona Isabel, passando a denominar-se Bento Gonçalves, enquanto Monte Belo do Sul foi nomeado como Linha Zamith e configurou-se como o segundo maior Distrito de Bento Gonçalves.
Em 1932, através de um requerimento solicitado por Júlio Lorenzoni, o Distrito passou-se a chamar Montebello, na intenção de recordar a grande batalha travada em Montebello, no município de Pávia, na Lombardia, Itália. Esse nome permaneceu até o ano de 1945, quando designou-se Caturetã, termo indígena que significa “Povoado Bonito”.
Em 1949 passou a denominar-se Monte Bello, que significa “Monte Bonito”, uma homenagem as características geográficas do local. Conforme a Lei nº 9564, o dia 20 de Março de 1992 data a Emancipação Política da Cidade, passando a designar-se Monte Belo do Sul.