Vereadores de Monte Belo do Sul devem apreciar sete matérias

Sete projetos de lei e duas indicações estão na pauta de votação da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Monte Belo do Sul que tem início às 19h dessa terça-feira (21). Das sete matérias da Ordem do Dia, as quatro foram enviadas pelo Poder Executivo e três pelo Legislativo.
A primeira proposição presente na pauta de votação é o Projeto de Lei (PL) nº 06/2018. A matéria, protocolada pelo Executivo municipal, tramita em 2ª e 3ª votação e deve ser apreciada em turno único. O projeto institui o Plano Municipal de Desenvolvimento do Turismo de Monte Belo do Sul.
Em seguida, os vereadores devem apreciar outra matéria de autoria do Poder Executivo que tramita em regime de urgência e deve ser apreciada em votação única. O PL nº 15/2018 que autoriza a recomposição dos vencimentos do quadro geral de servidores, exceto eletivo e secretários municipais, do município.
Outra proposição enviada pelo Executivo municipal que tramitam em regime de urgência e deve ser apreciada em votação única pelos vereadores é o PL nº 16/2018. A matéria abre crédito especial no valor de R$ 100.000,00. Conforme a justificativa do projeto, o município recebeu este valor via Fundo Municipal da Saúde, por indicação de emenda parlamentar do Deputado Federal Alceu Moreira, o qual será investido na aquisição de equipamentos e material permanente para a Unidade Básica de Saúde do Município.
Na sequência, o plenário deve votar, em turno único, mais uma matéria de autoria do Executivo municipal que tramita em regime de urgência. O PL nº 17/2018 cria fundo municipal de educação. A criação é necessária tendo em vista a edição da Portaria Conjunta FNDE/STN nº 2, de 15 de janeiro de 2018, que dispõe sobre os critérios e as orientações operacionais a serem observadas pelos Estados, Distrito Federal, Municípios e agentes financeiros quanto à movimentação e divulgação dos recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).
Também tramita em regime de urgência e deve ser apreciado em votação única o PL nº 001/2018, proposição de autoria do Legislativo. O projeto concede aos servidores da Câmara Municipal a revisão anual de vencimentos.
Já o PL nº 002/2018, também enviado pelo Poder Legislativo, em regime de urgência. A matéria concede revisão anual nos subsídios dos vereadores e na verba de representação do presidente da Câmara.
Por fim, deve ser apreciado, também em regime de urgência, o PL nº 003/2018, de autoria do Poder Legislativo. O projeto concede aos ocupantes de cargos eletivos, de Prefeito e vice-prefeito municipais, a revisão anual de vencimentos.
Indicações
Duas indicações estão na pauta da Sessão desta quarta-feira. Do vereador Nilso Cavaleri (PDT) e do vereador Adair Cecconi (PTB) solicita a Secretaria Municipal competente para que seja realizado melhorias no abastecimento da água nas Comunidades do 80 e 100 da Leopoldina. Esta solicitação justifica-se devido às reclamações dos moradores destas duas comunidades, alegando que a falta do abastecimento da água é constante, causando diversos transtornos aos munícipes.
A Sessão Ordinária, aberta à participação da comunidade. Informações pelo site www.montebelodosul.rs.leg.b

Grupo da 3ª Idade Mazzolin Di Fiori volta às atividades em Pinto Bandeira

Depois de passarem por um período de férias, os integrantes do Grupo da 3ª Idade Mazzolin Di Fiori retornaram às atividades na terça-feira, dia 20 de março. Para Marcar a volta dos trabalhos, o Prefeito Hadair Ferrari deu as boas vindas, enfatizando a importância das atividades para o grupo. Após a abertura a animação ficou por conta da cantoria do Grupo Nani. O evento aconteceu no Salão paroquial do município. Ao final do encontro houve confraternização.
O presidente do grupo, Danilo Longo e a coordenadora, Denise Sonaglio Tondo, manifestaram alegria pela presença de todos e desejaram ao grupo um bom início de atividades.

Prefeitura de Monte Belo do Sul adquire mini escavadeira hidráulica

A prefeitura de Monte Belo do Sul, divulgou que atendendo mais uma demanda, recebeu no dia 15 de março, mais um equipamento agrícola. A mini escavadeira hidráulica foi adquirida no valor de R$ 120.000,00 contanto com R$ 101.317,43 de emenda parlamentar do Deputado Federal Mauro Pereira e o restante R$ 18.682,57 contrapartida do município de Monte Belo do Sul.

Vinícolas brasileiras fecham negócios de US$ 1,6 milhão na ProWein

As 11 empresas que participaram da maior feira de vinhos do mundo encerrada ontem (20) na Alemanha deverão comercializar o volume nos próximos 12 meses

 

Legenda: Estande coletivo recebeu compradores de 12 países e mais de 500 visitantes no Spakling Brasil Lounge Crédito: André Bezerra

Os mais de 500 atendimentos realizados apenas no Spakling Brasil Lounge nos três dias de realização da ProWein, maior feira mundial em vinhos, encerrada ontem, dia 20, em Düsseldorf, na Alemanha, e a sala cheia durante a palestra realizada no fórum do evento demonstram que a estratégia de focar no espumante como carro-chefe do setor vitivinícola nacional foi acertada.
As 11 vinícolas brasileiras brindaram os resultados na 14ª participação do projeto na feira. Contabilizaram um aumento de, aproximadamente, 30% nos atendimentos comerciais, com visitantes de 17 países e uma projeção de negócios para os próximos 12 meses 60% maior em relação à edição do ano passado, podendo chegar a US$ 1,6 milhão. A participação das empresas foi viabilizada pelo projeto setorial Wines of Brasil, desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) – por meio do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura do Rio Grande do Sul (Fundovitis) –, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). O estande também foi apoiado pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (SDECT/RS).
“O mercado tem demonstrado um reconhecimento cada vez maior do Brasil como referência na elaboração de espumantes dentre os países do hemisfério sul”, explica o gerente de Promoção do Ibravin, Diego Bertolini. “A feira foi um sucesso. Além das empresas terem acertado parcerias com novos importadores, fecharam boas vendas durante o próprio evento”, comemora.
Além de compradores dos países-alvo do projeto – Estados Unidos, Reino Unido e China – o estande recebeu visitantes da Irlanda, Suíça, Holanda, Suécia, Portugal, Bélgica, Emirados Árabes, Israel e França. Sobre esse último território, Bertolini informa que algumas vinícolas brasileiras fecharam com importadores para esse concorrido mercado. “O interesse no espumante brasileiro tem sido cada vez maior e acaba surpreendendo positivamente os compradores e também os consumidores”, analisa o gerente. No ano passado, apenas uma das empresas expositoras exportou 12 mil garrafas para a França.
O dirigente também cita o destaque do trade e da imprensa internacional para o espumante brasileiro, afirmando que ‘the next great bubbles comes from Brazil’ (em tradução livre, as próximas grandes borbulhas vêm do Brasil).

Sobre o Wines of Brasil
Criado em 2002, o Wines of Brasil é uma iniciativa de promoção comercial dos vinhos e espumantes brasileiros no mercado externo, desenvolvido entre o Ibravin e a Apex-Brasil. O projeto conta atualmente com a participação de 42 vinícolas e têm como mercados-alvo os Estados Unidos, Reino Unido e China. Nos últimos anos, cerca de 95% das empresas que aderiram a iniciativa conseguiram dar continuidade em suas exportações, devido ao suporte e aos programas de capacitação oferecidos e o trabalho setorial de consolidação da imagem dos rótulos nacionais no Exterior. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.winesofbrasil.com e www.ibravin.org.br.

Monte Belo do Sul celebra 26 anos com passeio ciclístico, caminhada da solidariedade e jantar

   Monte Belo do Sul celebrou a semana do município, em comemoração aos 26 anos da emancipação. As atrações iniciaram no sábado, 17, com o Passeio Ciclístico e Caminhada da Solidariedade. No mesmo dia, aconteceu o Encontro de Cantorias Italianas do município, na Sociedade E.C.E 24 de maio. As apresentações ocorreram às 17h e após houve jantar típico colonial, com show da Banda Quarteto da Alegria. No domingo, 18, foi realizada a Festa em Honra a São José, com missa, almoço festivo e jogo de bochas na Comunidade São José.
O evento teve a presença do prefeito Adenir Dallé, Secretários Municipais, do presidente da Câmara de Vereadores, Onécimo Pauleti, vereadores e comunidade em geral.
História
Entre os anos de 1877 e 1890, o território que abrange Monte Belo do Sul pertenceu a Colônia Dona Isabel. Em 1890 ocorreu a emancipação da Colônia Dona Isabel, passando a denominar-se Bento Gonçalves, enquanto Monte Belo do Sul foi nomeado como Linha Zamith e configurou-se como o segundo maior Distrito de Bento Gonçalves.
Em 1932, através de um requerimento solicitado por Júlio Lorenzoni, o Distrito passou-se a chamar Montebello, na intenção de recordar a grande batalha travada em Montebello, no município de Pávia, na Lombardia, Itália. Esse nome permaneceu até o ano de 1945, quando designou-se Caturetã, termo indígena que significa “Povoado Bonito”.
Em 1949 passou a denominar-se Monte Bello, que significa “Monte Bonito”, uma homenagem as características geográficas do local. Conforme a Lei nº 9564, o dia 20 de Março de 1992 data a Emancipação Política da Cidade, passando a designar-se Monte Belo do Sul.

Pinto Bandeira abre processo seletivo para vagas temporárias

A prefeitura de Pinto Bandeira disponibilizou no Diário Oficial o edital para contratação de profissionais por meio de processo seletivo simplificado. As vagas visam a formação de cadastro de reserva para suprir possíveis carências relativamente às funções de Motorista, Odontólogo, Farmacêutico e Enfermeira ESF.
A carga horária para as funções é de 40h semanais, com salários variando da seguinte forma: motorista R$ 1.5 mil, odontólogo R$ 4 mil, farmacêutico R$ 2,5 mil e enfermeira ESF R$ 2,5 mil.
As inscrições serão recebidas exclusivamente pela Comissão designada, junto à sede do município, na rua Sete de Setembro, até o dia 23 de março. Será cobrada uma taxa de inscrição, que deverá ser quitada. Funções para cargos de nível fundamental custam R$ 10 e funções de nível superior R$ 60.

Começa o Projeto ‘Cultura no Ônibus – Compartilhando Conhecimento’ na Serra Gaúcha

Bolsões disponibilizam materiais técnicos de forma gratuita em transporte coletivo Fotos: Foto: Viviane Zanella

Nem mesmo a chuva impediu que a equipe da Embrapa Uva e Vinho concretizasse a implementação de um novo projeto: disponibilizar materiais informativos de forma gratuita em empresas de transporte coletivo nas cidades de Bento Gonçalves, Garibaldi, Monte Belo do Sul e Veranópolis, através do “Projeto Cultura no Ônibus”. Na manhã desta terça-feira, dia 20 de março, as Empresas Santo Antônio e Monte Belo receberam a comitiva da Empresa de Pesquisa para a entrega oficial dos bolsões e publicações, que são a tônica da iniciativa.

Possivelmente a convivência diária dentro da maior Biblioteca brasileira dedicada à viticultura e a vontade de levar e compartilhar esse grande conhecimento com o grande público foram os principais ingredientes para que Rochelle Alvorcem, bibliotecária da Embrapa Uva e Vinho, idealizasse o Projeto. “Minha ideia é estimular o hábito da leitura no meio urbano e rural através da disponibilização de obras que apresentem o trabalho de pesquisa que a Embrapa desenvolve em prol da sociedade brasileira”, comentou. Sua meta é contemplar todos os usuários, mas principalmente os estudantes (ensino médio, técnico e universitário) e produtores rurais que usam o transporte público.

Chefe Flávia(E) apresenta o projeto para Susana Giordani – Foto: Viviane Zanella

A ideia foi imediatamente aceita e apoiada, tanto pela Chefia da Unidade, como pelas empresas de Transporte convidadas a participar da ação. A chefe Adjunta de Administração da Embrapa Uva e Vinho, Flávia Luzia Basso, durante a entrega dos bolsões apresentou a Empresa, destacando a atuação nos segmentos de maçã, uvas para processamento, uvas de mesa e outras frutas de clima temperado, e elogiou a iniciativa, agradecendo a parceria das empresas de transporte. “Através do Projeto a sociedade terá um outro canal de acesso às publicações técnico-científicas da Embrapa , o que permitirá conhecer mais sobre a importância da Empresa e as soluções desenvolvidas”, além de estimular o interesse pela pesquisa agropecuária.
“É um diferencial para os nossos passageiros. Eles terão a oportunidade de adquirir conhecimento, acessar diferentes informações durante a viagem”, destacou Susana Tercila Giordani, diretora Administrativa da Empresa de Transporte Coletivo Santo Antônio, ao receber a equipe da Embrapa. A empresa colocará os bolsões nos veículos que fazem as rotas urbanas de Garibaldi, Veranópolis e Bento Gonçalves, e também nas rotas interdistritais para São Pedro, Santo Antônio, São Miguel e Santo Antoninho.
O apoio dos proprietários da Empresa Monte Belo,Volnira Ferrari Cantoni e Rui José Cantoni, ao Projeto foi imediato ainda na sua apresentação no ano passado. “Queremos levar as informações para o nosso povo que trabalha com a terra, plantando a uva e produzindo o vinho”, destacou ela. Além de colocar o projeto nas linhas que fazem o trajeto do Vale dos Vinhedos e Monte Belo do Sul, também disponibilizarão nos ônibus de turismo contratados especialmente para as excursões, pois acreditam que durante o passeio vai ser um bom momento para leitura.

Equipe da Embrapa e da Santo Antônio registram o início do projeto – Foto: Viviane Zanella

Entendendo o Projeto
Leve, Leia, Pegue, Devolva, Compartilhe e Participe – essas são as ações propostas aos usuários do Projeto Cultura no Ônibus, escritas na parte superior do bolsão, que na verdade é um expositor com bolsos individuais,possibilitando a apresentação de onze títulos simultaneamente para os interessados. “Não precisa ter cadastro ou ser sócio, simplesmente o usuário escolhe uma publicação, lê durante a viagem ou leva para ler ou entregar para alguém. Pode devolver ou não. O importante é que as informações sejam lidas e compartilhadas”, sintetiza Rochelle. Ela destaca ainda que os ônibus serão abastecidos frequentemente com novas publicações técnicas, estimulando assim o compartilhamento gratuito entre os usuários.
Luciana Prado, supervisora do Setor de Implementação da Programação da Transferência de Tecnologia da Embrapa Uva e Vinho, destaca que o espaço é livre também para outras instituições “Nossa intenção é que não seja restrito aos materiais da Embrapa, mas sim um espaço para que outras universidades, institutos ou até mesmo pessoas possam deixar publicações de interesse, que queiram compartilhar. Só não pode propaganda, nem de estabelecimento e nem políticos”, destaca ela.
Os interessados ainda poderão participar de uma pesquisa acessando o QRCode do expositor. Através desse contato, a equipe selecionará melhor os títulos ofertados a partir do interesse do público.

Outono inicia com previsão de chuva e temperaturas baixas na Serra

No Rio Grande do Sul deve ser marcado por La Niña, que trará chuva para o estado. A nova estação chegou por volta das 13h15. Verão se despede com chuvas abaixo da média no sul do estado, que sofreu com os efeitos da seca

 

Após um verão com chuva abaixo da média nas regiões da Fronteira oeste, Campanha, sul e proximidades, por conta do La Niña, e com instabilidades um pouco acima da média na faixa noroeste do Rio Grande do Sul, o outono inicia nesta tarde de terça-feira, (20), às 13h15, com previsão de muita chuva em algumas regiões, especialmente no fim da estação, quando o fenômeno La Niña deve chegar ao Rio Grande do Sul.
Estação de transição entre o verão normalmente úmido e quente e o inverno frio e seco, o outono no Hemisfério Sul inicia-se no dia 20 de março, às 13h14min, e termina em 21 de junho, às 7h7min. A estação traz consigo o fim do fenômeno La Niña. Assim, a previsão é que a chuva aconteça com maior frequência em boa parte do estado gaúcho, em especial na Serra, principalmente no meio e final da estação.
De acordo com o Somar Meteorologia, as chuvas ficarão acima da média no período no oeste do Rio Grande do Sul. Por outro lado, apesar do acumulado total aumentar pelo estado, ele ainda não será suficiente para alcançar a média no sul do estado.
A temperatura declinará, como já é previsto.Com relação à temperatura, ainda segundo o Somar, a previsão é de um clima mais frio no sul. No geral a temperatura ficará próxima da média na capital e na faixa leste, ficando levemente abaixo na metade oeste. As ondas de frio deverão aparecer já no meio de abril e as demais somente a partir do fim de maio, devendo ser um pouco mais fortes. Até o momento, não foi descartada a possibilidade de geadas.
As últimas horas do verão foram de chuva. Entre a região da Fronteira Oeste e o Litoral Norte, a instabilidade ocorreu com intensidade fraca a moderada, inclusive passando pela Região Metropolitana da capital gaúcha.
Já entre Uruguaiana e Alegrete, e nas proximidades de Santa Maria, a precipitação deve ser mais forte.

Como foi o verão?
O verão foi marcado pelo fenômeno La Niña no Oceano Pacífico Equatorial, de intensidade fraca. Durante a estação, choveu acima da média no Noroeste gaúcho.
Por outro lado, choveu menos do que a média na metade Sul gaúcha. Durante as manhãs, as temperaturas ficaram acima da média na maior parte do país, com algumas poucas exceções. Porém, as tardes registraram termômetros abaixo da média.

Prefeitura de Pinto Bandeira realiza atividades para comemorar Dia da Mulher

  Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de Pinto Bandeira, por meio da Secretaria de Secretaria de Saúde e Secretaria de Educação, Cultura, Turismo, Esporte, Lazer, Assistência Social e Habitação, preparou uma programação especial no sábado, dia 10 de março, no Salão Paroquial. À tarde iniciou com uma palestra sobre SER MULHER ministrada pela assessora Fabiana Strada Ribas. Com seu testemunho e experiências, a palestrante oportunizou as mulheres presentes uma bela reflexão sobre si mesmas. Houve ainda, durante as comemorações, sorteio de brindes, oficinas de fotografias, limpeza de pele, maquilagem, manicure, corte de cabelo, sucos naturais e dicas de saúde. O encontro encerrou-se com confraternização.
Estiverem presentes o prefeito Hadair Ferrari e sua esposa Sandra, o vice Daniel Pavan com a esposa Solange, vereadoras, secretárias, crianças e comunidade em geral.

Regra que exigia curso e prova para renovação de CNH será revogada, diz ministério

Regra entraria em vigor em junho e previa, por exemplo, novo curso teórico e prova para renovar a CNH. Governo diz que objetivo da revogação é não alterar a vida de quem precisa renovar carteira

Governo vai revogar resolução que exigiria prova para renovar a CNH (Foto: Divulgação)

Ministério das Cidades informou na noite d0 sábado (17) que a norma que mudava as regras para a renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) será revogada.
Segundo a pasta, o objetivo da revogação é não alterar a vida de quem precisa renovar a carteira, além de “reduzir custos e facilitar a vida do brasileiro”.
Pela resolução, que entraria em vigor no próximo dia 5 de junho, os motoristas que fossem renovar a CNH precisariam fazer um curso teórico e uma prova, além do exame médico (atualmente obrigatório).
A resolução também previa que o motorista deveria fazer duas balizas para tirar a 1ª CNH e estabelecia que a carteira para moto passaria a exigir exames nas ruas.
“Por determinação do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e presidente do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), Maurício Alves, revoga a resolução 726/2018 que torna obrigatória a realização e aprovação em Curso de Aperfeiçoamento para renovação da Carteira Nacional de Habilitação”, diz a nota do ministério.
De acordo com a assessoria da pasta, a revogação será formalizada “no próximo dia útil”, entre segunda (19) e terça (20) da próxima semana.

Íntegra
Leia abaixo a íntegra da nota:
Nota de esclarecimento:
Ministério das Cidades revoga resolução que altera procedimentos para Renovação da CNH
Por determinação do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e presidente do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), Maurício Alves, revoga a resolução 726/2018 que torna obrigatória a realização e aprovação em Curso de Aperfeiçoamento para renovação da Carteira Nacional de Habilitação.
A diretriz da atual gestão da Pasta tem por objetivo implementar ações e legislações que atendam às expectativas da população, no sentido de simplificar a rotina e levar conforto e praticidade a seu dia a dia. Esta ação acontece em conformidade com os objetivos do Governo Federal, de reduzir custos e facilitar a vida do brasileiro.
Esclarecemos que a medida é tomada com todo respeito ao trabalho da Câmara Temática de Educação, Habilitação e Formação de Condutores, ao trabalho realizado pelo Contran e todos os profissionais envolvidos. Neste sentido, informa-se que os técnicos do Denatran, do Ministério das Cidades, seguirão na busca de alcançar o objetivo de promover a cada vez mais a segurança dos usuários de trânsito, mas sempre com absoluto foco na simplificação da vida dos brasileiros e na constante busca pela redução de custos de forma a não afetar a rotina dos condutores que precisam renovar suas carteiras de habilitação/CNHs por todo o Brasil.

A revogação acontece no próximo dia útil.
Alexandre Baldy
Ministro das Cidades