Aurora Moscatel Rosé conquista, no país do Champagne,sua segunda medalha de ouro em duas semanas

No concurso internacional Citadelles du Vin, realizado na Vinexpo (Bordeaux-França),Vinícola tem outros dois vinhos premiados, com medalhas de prata

 

O espumante Aurora Moscatel Rosé conquistou mais uma medalha de ouro, a segunda em duas semanas. Esta foi no Citadelles du Vin 2018, concurso realizado em Bordeaux (França), de 19 a 21 de maio, uma das competições de maior prestígio no circuito oficial internacional, que integra a programação da Vinexpo, a maior feira de vinhos do mundo. O Aurora Moscatel Rosé recebeu ouro também no 9º Brazil Wine Challenge, concurso mundial realizado em Bento Gonçalves (RS) pela Associação Brasileira de Enologia, de 5 a 8 de junho.
A edição 2018 do Citadelles du Vin premiou ainda outros dois vinhos da Vinícola Aurora, com medalhas de prata: o espumante Aurora Moscatel Branco e o vinho tinto Aurora Reserva Cabernet Sauvignon 2016. O concurso avaliou 881 vinhos de 31 países, com um júri formado por 40 especialistas de 19 países.
O Citadelles du Vin é um dos 12 concursos internacionais filiados à VinoFed (Federação Mundial de Grandes Concursos Internacionais de Vinhos e Espirituosos) e tem a chancela da OIV (Organização Mundial da Uva e do Vinho).
Os vinhos brancos, tintos e espumantes da Vinícola Aurora podem ser encontrados em empórios, lojas de grandes redes e restaurantes de todo o Brasil.

Município de Monte Belo do Sul foi contemplado com uma retroescavadeira

576 máquinas e equipamentos agrícolas foram entregues para 336 municípios Fotos: Divulgação

O prefeito Adenir José Dallé (PMDB) participou na sexta-feira, 08 de junho na solenidade de entrega de 576 máquinas e equipamentos agrícolas para 336 municípios. O evento ocorreu em frente ao Pavilhão Internacional do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio e contou com presença do Ministro-Chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, do Ministro-Chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, o governador, José Ivo Sartori, Senadores, Deputados Federais, Secretários e Deputados Estaduais.
O Município de Monte Belo do Sul foi contemplado com uma retroescavadeira gabinada, tração 4×4, turbinada que será utilizada na secretaria de agricultura para o fortalecimento do setor primário do Município.
Participaram ainda do evento o Presidente da Câmara de Vereadores, Onecimo Pauleti (PMDB), o Vice-Prefeito, Jorge Benvenutti (PMDB) o Vereador Lademir Moro (PMDB), o Secretário Municipal de Obras e Viação, Sidnei Somenzi e Olices Bruschi.

Recolhimento de Embalagens de Agrotóxicos

As embalagens de agrotóxicos tem recolhimento anual após tríplice lavagem, conforme cronograma organizado pelas Secretarias Municipais de Agricultura e Meio Ambiente e de Saúde e Assistência Social de Monte Belo do Sul em parceria com a Emater. Na quarta-feira, dia 27 e quinta-feira dia 28 acontecerá o recolhimento de embalagens no município ( tabela abaixo).
Lei Federal 9.974 : A devolução das embalagens de agrotóxicos pelo produtor rural passou a ser obrigatória desde o dia 1º de junho de 2002, quando entrou em vigor a lei federal 9.974, que regulamenta o uso, a produção e a fiscalização de produtos químicos.

Como preparar as embalagens:
Esse procedimento é necessário para embalagens de agrotóxicos. Não é necessário devolver embalagens de adubos foliares.
1 – Fazer a tríplice lavagem na embalagem de agrotóxicos, descartando esse líquido resultante dentro do pulverizador para total aproveitamento do produto. Nunca descarte o material resultante das lavagens das embalagens de agrotóxico no meio ambiente ou de qualquer outra forma.
2 – Colocar as embalagens de agrotóxicos em sacos especiais (big bags). Os big bags são sacos especiais, que podem ser adquiridos em casas agrícolas e cooperativas. Esses sacos não serão entregues no local do recolhimento.
3 – Há big bags para acondicionar embalagens rígidas (como galões e litros) e para embalagens flexíveis (sacos plásticos, lacres e aluminizadas).
4 – Para as tampas, é suficiente acondicioná-las em sacolas plásticas comuns, e entregar nos locais de coleta.
5 – Cada big bag deve conter o nome do produtor e o número de embalagens acondicionadas.
6 – O produtor deverá trazer as embalagens contadas e separadas.
7 – É obrigatória a apresentação do Talão do Produtor no momento da entrega.
Dúvidas sobre o recolhimento podem ser esclarecidas com a recepção da Prefeitura Municipal pelo fone 3457.2050.

Horários em Monte Belo do Sul:

Reivindicações comunitárias pautam semestre do Parlamento Regional

Encontros resultaram na elaboração e envio de manifestos, cartas abertas e fóruns setoriais

Após seis meses de encontros mensais, o Parlamento Regional da Serra Gaúcha deu voz e vez aos anseios da região e trouxe à pauta assuntos de grande interesse comunitário. Durante o período foram elencados, debatido e encaminhados temas como saúde, segurança, infraestrutura de rodovias, cadeia produtiva da uva e do vinho, entre outros. Tendo em sua formação a força de 19 Câmaras Municipais, o principal engajamento do grupo é buscar alternativas para solucionar reivindicações considerados determinantes para a evolução da região.
Como resultado desta gestão foram elaborados quatro manifestos para serem entregues a autoridades, buscando e apresentandoalternativas para os temas debatidos nas reuniões. Um deles se refere ao fornecimento e tratamento da água em alguns municípios, realizado pela Corsan. Após apresentação do manifesto, o superintendente regional da Companhia, Felipe Agostinho Caimi, e os gestores que representam as cidades de Antônio Prado, Bento Gonçalves, Garibaldi e Farroupilha, compareceram a uma das reuniões do Parlamento para prestar esclarecimentos e apontar as melhorias que estavam sendo realizadas.
Outro tema trazido por meio de manifesto é referente à conclusão da BR-470, no trecho de 40 quilômetros entre André da Rocha a Lagoa Vermelha. Esta estrada é importante para toda região nordeste do estado, por ser altamente desenvolvida. O documento foi entregue a senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS), a qual demonstrou interesse e apoio a continuidade à obra.
A zona franca do vinho também foi tema de manifesto, entregue ao Deputado João Derly. Com a investida, os presidentes buscam incluir mais municípios da Serra Gaúcha no Projeto de Lei no 9045/2017, de autoria do parlamentar, que atualmente cita apenas quatro cidades, Bento Gonçalves, Garibaldi, Monte Belo do Sul e Santa Tereza. Atualmente a proposição está tramitando na Câmara dos Deputados.
E por último, o parlamento entregou um manifesto a Receita Federal. O documento relata o descontentamento a transformação da agência do município em posto de atendimento. Atualmente o órgão atende 13 municípios da microrregião.
Além disso, uma Carta Aberta, pontuando as principais reivindicações da cadeia produtiva da uva e do vinho foi elaborada durante o II Fórum de Debate do Setor Vitivinícola, realizado em Monte Belo do Sul e assinada pelos membros do parlamento. O documento foi entregue a representantes de órgãos federais e estaduais. A iniciativa visa buscar soluções que fortaleçam a cadeia produtiva de uva e vinho, por ser uma atividade tradicional e fonte de renda para milhares de produtores rurais no estado.
Para o presidente do parlamento, a intenção do grupo é que as Câmaras de Vereadores da região estejam unidas. “Todos nós debatemos assuntos comuns, trocamos ideias, buscamos soluções para problemas que sejam semelhantes ou muito parecidos, como as questões envolvendo saúde, infraestrutura, educação ou leis que atendam às necessidades da população, ou seja, proporcionamos essa integração para que os vereadores possam trocar experiências e construir algo proveitoso para nossa região”, afirmou Scussel.
Atualmente, o parlamento tem como presidente o vereador Moisés Scussel Neto (presidente da Câmara Municipal de Bento Gonçalves), como vice-presidente, a vereadora Patrícia Camassola Tomé (presidente da Câmara Municipal de São Marcos) e como secretário, o vereador Moisés Nekel (presidente da Câmara Municipal de Garibaldi).
O próximo encontro do grupo ocorre no dia 11 de julho, a partir das 14h na Câmara Municipal de Farroupilha.

Fundo PIS-Pasep: saques para quem tem a partir de 57 anos iniciam nesta segunda-feira

Nesta primeira etapa serão contemplados cerca de 4,7 milhões de cotistas, no total de R$ 8,61 bilhões – 2,9 milhões com direito ao PIS e 1,8 milhão com direito ao Pasep (

 

Inicia nesta segunda-feira (18) o pagamento dos recursos do Fundo PIS-Pasep para quem tem a partir de 57 anos. Têm direito a esse dinheiro os trabalhadores de organizações públicas e privadas que contribuíram para o PIS ou para o Pasep até 4 de outubro de 1988 e que não tenham resgatado todo o saldo. Quem passou a contribuir após essa data não tem saldos para resgate.
A Caixa Econômica Federal é responsável pelo pagamento dos recursos do PIS, o que corresponde a cerca de 80% do total, e o Banco do Brasil é responsável pelo pagamento dos recursos do Pasep (cerca de 20% do total).
A Caixa e o Banco do Brasil divulgaram na semana passada o calendário de saques para os beneficiários de todas as idades.
Segundo os dois bancos, nesta primeira etapa serão contemplados cerca de 4,7 milhões de cotistas, no total de R$ 8,61 bilhões – 2,9 milhões com direito ao PIS (R$ 4 bilhões) e 1,8 milhão com direito ao Pasep (R$ 4,61 bilhões). Nesse balanço, a Caixa contabiliza os cotistas com idades entre 57 e 59 anos, e o Banco do Brasil, todos os cotistas com idade a partir de 57 anos.
Os beneficiários poderão sacar o dinheiro diretamente nas agências até o dia 29 de junho, uma sexta-feira. Depois os pagamentos ficarão suspensos até o dia 7 de agosto.
A partir de 8 de agosto, recebem o dinheiro em conta os correntistas de todas as idades da Caixa e BB, no total de R$ 5 bilhões.
E a partir do dia 14 de agosto, estão liberados os saques para os cotistas de todas as idades, incluindo os que não realizarem o saque na primeira etapa. Todos esses beneficiários com menos de 60 anos terão até o dia 28 de setembro para sacar o dinheiro.
Quem deixar para sacar as cotas do Fundo PIS-Pasep em agosto terá os saldos das contas corrigidos com base no rendimento obtido nos últimos 12 meses pelo fundo, e a estimativa é de um aumento entre 8% e 10%. Por exemplo, quem tiver o saldo na conta de R$ 1.000 vai receber de R$ 1.080 a R$ 1.100. A correção aplicada no ano anterior foi de 8,9%.

Depois do dia 28 de setembro, volta a valer a regra de liberação dos saques somente para os casos de aposentadoria, idade a partir de 60 anos, invalidez (inclusive do dependente), morte do cotista (habilitando o herdeiro a sacar) e algumas doenças graves, como câncer, aids, Parkinson e tuberculose (incluindo o dependente). Nesses casos, é possível fazer os saques a qualquer momento, sem necessidade de seguir cronograma, e o prazo continua aberto por tempo indeterminado.
Como as cotas do Fundo PIS-Pasep vigoraram durante um período específico, muitos beneficiários desconhecem esse direito e, no caso de morte do cotista, os herdeiros também não sabem que têm direito ao dinheiro.

Total de beneficiários
O total de beneficiários é de 28,7 milhões de pessoas, somando R$ 39,3 bilhões – 12,5 milhões com idade a partir de 60 anos que têm direito a sacar R$ 23,2 bilhões e 16,1 milhões de pessoas com menos de 60 anos com direito a sacar R$ 16,1 bilhões.
Até maio, 3,6 milhões de beneficiários com idade a partir de 60 anos haviam sacado R$ 5 bilhões, restando 25 milhões de pessoas para sacar o total de R$ 34,3 bilhões, segundo levantamento do Ministério do Planejamento.
No caso dos cotistas que têm menos de 60 anos, os do PIS são 13,6 milhões, com direito a receber R$ 13,8 bilhões, segundo a Caixa. O total de cotistas, levando em conta também quem tem mais de 60 anos, é de 21,3 milhões, totalizando R$ 28,1 bilhões.
No caso do Banco do Brasil, são 2,4 milhões de participantes com idade inferior a 60 anos, em um total de R$ 2,3 bilhões. O BB administra 3,67 milhões de cotas do Pasep, totalizando R$ 6,1 bilhões.

Como consultar o saldo PIS
As contas do PIS, vinculadas aos trabalhadores do setor privado, são administradas pela Caixa Econômica Federal. Portanto, os cotistas devem procurar esse banco para informações e para saques. O trabalhador poderá verificar se tem saldo a receber através do site do banco, no endereço www.caixa.gov.br/cotaspis
Para consultar o saldo de cotas do PIS, é necessário ou o número do CPF ou o número do NIS, que pode ser encontrado:

no Cartão do Cidadão;
nas anotações gerais de Carteira de Trabalho antiga;
na página de identificação da nova Carteira de Trabalho;
no extrato do seu FGTS impresso.
Veja como localizar o número do seu PIS ou NIS pela internet
Em caso de consultar com o número do NIS, o beneficiário também precisará de uma senha. Quem já possui a Senha Cidadão pode fazer o login neste link, disponibilizado no site da Caixa, e informar a Senha Internet que deseja cadastrar.
Quem não possui a senha pode clicar em “esqueci a senha” e preencher os dados solicitados, ou, se tiver o Cartão Cidadão, fazer um pré-cadastramento da senha pelo telefone 0800-726-0207. Para quem não tem o cartão, também é possível fazer o cadastramento em uma agência da Caixa.

Pasep
Já as contas do Pasep, vinculadas aos servidores públicos civis ou militares, são administradas pelo Banco do Brasil e é esse banco que esses cotistas devem procurar para informações e para os saques. As consultas de saldo do Pasep podem ser acessadas no site do Banco do Brasil, no endereço www.bb.com.br/pasep. Ali será pedido ou o número do CPF ou o número de inscrição do Pasep e também a data de nascimento.

Como serão os saques
O saque das cotas do PIS será efetivado após a confirmação do direito nas agências da Caixa. Os pagamentos com valor até R$ 1.500 podem ser realizados no autoatendimento apenas com a senha cidadão, sem a necessidade do Cartão do Cidadão, ou nas lotéricas e Caixa Aqui com o Cartão do Cidadão e senha, mediante apresentação de documento oficial de identificação com foto.
Os saques de valores até R$ 3 mil podem ser feitos com Cartão do Cidadão e senha no Autoatendimento, nas lotéricas e Caixa Aqui, com documento de identificação oficial com foto.
Os valores acima de R$ 3 mil devem ser sacados nas agências, mediante apresentação de documento oficial de identificação com foto.
No caso do Pasep, caso o cotista não seja correntista ou poupador do BB e possuir saldo de até R$ 2,5 mil, ele poderá realizar a transferência da sua cota via TED, para conta de sua titularidade em outro banco, sem nenhum custo, nos terminais de autoatendimento do BB ou na internet pelo seguinte endereço eletrônico: www.bb.com.br/pasep. Para os demais, os saques poderão ser realizados nas agências do BB, bastando que o cotista apresente documento oficial de identificação.

Herdeiros
Os beneficiários legais, na condição de herdeiros, poderão comparecer a qualquer agência da Caixa com documento oficial de identificação e o que comprove sua condição de herdeiro para realizar o saque. Os herdeiros não precisam seguir nenhum calendário de pagamento.
Deverão ser apresentados o documento de identificação pessoal válido do sacador, o comprovante de inscrição PIS (opcional – caso os dados apresentados não permitam a identificação da conta PIS), e o documento que comprove a relação de vínculo com o titular, entre os seguintes:

certidão ou declaração de dependentes habilitados à pensão por morte expedida pelo INSS;
atestado fornecido pela entidade empregadora (no caso de servidor público);
alvará judicial designando o sucessor/representante legal;
formal de partilha/escritura pública de inventário e partilha.
No caso do Banco do Brasil, o beneficiário legal deve comparecer a uma agência do Banco do Brasil e solicitar o saque apresentando um dos seguintes documentos:

Certidão de óbito e certidão ou declaração de dependentes (beneficiários) habilitados à Pensão por Morte emitida pelo INSS, na qual conste o nome completo do dependente, data de nascimento e grau de parentesco ou relação de dependência com o participante falecido; ou
Certidão de óbito e certidão ou declaração de dependentes (beneficiários) habilitados à Pensão por Morte emitida pela entidade empregadora, para os casos de servidores públicos, na qual conste o nome completo do dependente, data de nascimento e grau de parentesco ou relação de dependência com o participante falecido; ou
Alvará judicial designando os beneficiários do saque, caso o alvará não faça menção ao falecimento do participante deve ser apresentado a certidão de óbito; ou
Escritura pública de inventário, podendo ser apresentado formal de partilha dos autos de processo judicial de inventário/ arrolamento ou escritura pública de partilha extrajudicial lavrada pelo tabelião do cartório de notas.

O que são os Fundos PIS-Pasep
Os fundos do PIS e do Pasep funcionaram de 1971 a 1988 e davam direito ao trabalhador de receber o rendimento das cotas e sacar o dinheiro em caso de aposentadoria, doença grave ou ao completar 70 anos.
A partir de outubro de 1988, após a promulgação da Constituição, a arrecadação do PIS-Pasep passou para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que faz empréstimos a empresas.
Em meio à mudança, muitos que tinham direito ao dinheiro não sacaram os recursos. Por isso, o governo tem ampliado o limite de idade e estipulado calendários para incentivar os saques e injetar dinheiro na economia.
Os saques para aposentados, idosos com idade a partir de 60 anos e herdeiros de cotistas falecidos continuam liberados, sem necessidade de calendário de pagamento.

ExpoBento encerra com público de 209 mil visitantes e avaliação de bons negócio

Durante 11 dias de programação, expectativa é de movimentação superior a R$ 40 milhões

Quem passou pela ExpoBento 2018 – um contingente de 209.342 visitantes – teve atendida a promessa de encontrar na feira um verdadeiro mundo de opções. A 28ª edição do maior encontro multissetorial do país contabilizou 485 expositores, alocados em nove espaços temáticos, que ofertaram mais de 30 mil itens ao público.
Pela combinação da variedade no mix de produtos e serviços, promoções e atendimento diferenciado, as avaliações indicam que a previsão de movimentar R$ 40 milhões em negócios durante os 11 dias de programação se concretizou. “A ExpoBento 2018 atingiu as expectativas e cumpriu seu papel na condição de maior vitrine da Serra Gaúcha. A feira contribuiu, mais uma vez, para fomentar o desenvolvimento econômico da região. Ouvimos pelos corredores avaliações positivas por parte dos expositores de todos os espaços e isso não só nos alegra, mas, principalmente, motiva a continuar trabalhando pelo sucesso do evento”, avalia o diretor geral desta edição, Leocir Glowacki.
Outra importante contribuição foi o incentivo ao empreendedorismo – com destaque para projetos como a agroindústria familiar, que teve mais de 60 expositores, microempreendedores contemplados com a oportunidade de vendas, divulgação e consolidação de seus negócios. “Da mesma forma, a ExpoBento colaborou na promoção da cultura, reunindo artistas locais, regionais e nacionais em mais de 70 apresentações. Foram shows, peças teatrais e espetáculos cênicos que ofereceram às pessoas lazer e diversão de forma acessível. Vimos muitas famílias desfrutando desses momentos, o que nos deixa muito felizes”, diz o Diretor.

Feira faz bem para a cidade
Por conta desse somatório de relevantes retornos, a feira, promovida pelo Centro da Indústria, Comércio e Serviços, consolida-se como importante fonte geradora de oportunidades, de acordo com o presidente da entidade, Elton Paulo Gialdi. “A ExpoBento faz bem para Bento Gonçalves. É um evento com quase 30 anos de tradição, que reforça nossa vocação empreendedora, gera negócios, empregos, benefícios econômicos e sociais para a comunidade. Em meio a um cenário tão nebuloso e turbulento que o país vive, é um exemplo do que o associativismo é capaz de conquistar”, avalia.
A ExpoBento já tem data confirmada para 2019. A 29ª edição da maior feira multissetorial do país ocorre de 6 a 16 de junho, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves.

Bons frutos no saldo da 28ª ExpoBento
Quem investiu na participação na ExpoBento – seja em critérios como planejamento, atendimento, mix ou diferenciação – encerrou a edição satisfeito com os resultados. O estande da Rollins Tattoo teve movimento acima do esperado neste que foi seu segundo ano consecutivo na feira. “Mantivemos nosso serviço de forma constante. Fomos sempre os últimos a sair do Parque de Eventos devido à grande demanda do público”, comenta o proprietário, Rodrigo Cenci Tedesco. Mais de 85% dos clientes que procuraram os serviços da empresa durante a ExpoBento foram novos contatos. O espaço ofereceu a aplicação de piercings, tatuagens e também divulgou a nova especialidade do Rollins: um tratamento a laser inovador para a remoção de manchas, rejuvenescimento, entre outros, que estreia em agosto.
Outro expositor que tem motivos para comemorar é o Thermoaquecimento. Pelo sétimo ano na ExpoBento, a empresa celebra o grande movimento – tanto que a equipe alocada para fazer o atendimento no estande foi maior do que nos anos anteriores. “O frio foi nosso aliado. Aproveitamos a combinação entre baixas temperaturas e participação na feira para fechar negócios, mantermos contato e sermos lembrados pela comunidade”, relata o proprietário, Tiago Casagrande.
A Killer Calçados, de Novo Hamburgo, participa da feira todos os anos. Em 2018, investiu em dois espaços: um no Mundo das Variedades e outro no Mundo da Moda. “Somos fabricantes e trabalhamos com o preço de custo, o que é um atrativo para a feira. Ficamos satisfeitos, o movimento desta edição foi melhor do que no ano anterior”, conta o gerente da marca, Douglas Gandolf.

Resultados animadores na agroindústria
O Mundo do Agronegócio sentiu os reflexos positivos da ExpoBento 2018. Foram 60 expositores no espaço. Desses, 40 tiveram o subsídio do Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf), da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo do Estado do Rio Grande do Sul (SDR). Essa é uma iniciativa que valoriza o trabalho dos pequenos produtores locais e incentiva seu viés empreendedor, contribuindo fortemente para o desenvolvimento econômico e social da região. Os outros 20 foram apoiados pela Prefeitura de Bento Gonçalves.
Encontrar bons exemplos de rentabilidade da feira foi tarefa fácil nos corredores do espaço. A agroindústria Favo de Mel, de Marques de Souza, esteve pelo segundo ano consecutivo na ExpoBento. Segundo o representante da marca na Serra Gaúcha, Maurício Brandão, a expectativa se manteve e o espaço físico da feira ficou maior e melhor. Na mesma perspectiva, o Artezanato Fênix, de Caçapava do Sul, também está pelo segundo ano na ExpoBento e afirma a aposta assertiva em expor na maior feira multissetorial do país. “Nós trabalhamos com produtos de lã e couro e com a chegada do frio nossa venda aumentou”, comenta a proprietária, Marilu Teresinha dos Santos.

Mais de mil participantes no espaço ‘ExpoBento Na Mesa’
Incentivar o público a conhecer mais sobre a gastronomia regional e tudo o que envolve o setor: essa foi a grande contribuição do projeto ‘ExpoBento Na Mesa”. Estreante nessa edição, a iniciativa teve atrações para atender todos os públicos. As oficinas Kids e Teens do Senac-RS oportunizaram experiências únicas na cozinha para crianças de quatro a 14 anos. No total, foram cerca de 125 jovens participantes em oito oficinas ao longo da programação. Eles produziram bolos integrais, cookies, cupcakes e muitos outros quitutes.
Para o público adulto, renomados chefs de cozinha ministraram 10 aulas-show. Delas, participaram cerca de 400 pessoas. Além disso, 15 cursos de degustação com vinícolas da região serrana puderam aperfeiçoar o paladar de mais de 600 interessados em imergir no mundo do vinho. A iniciativa teve apoio da Cooperativa Santa Clara, Orquídea Alimentos e Italínea Móveis Planejados. A realização foi do Senac Gastronomia.

Crédito das imagens: Jeferson Soldi

Duas medalhas de ouro para a Vinícola Aurora no 9º Brazil Wine Challenge

A oitava edição do Brazil Wine Challenge, concurso internacional de vinhos realizado de 5 a 8 de junho em Bento Gonçalves, no SPA do Vinho Hotel & Condomínio no Vale dos Vinhedos, premiou com medalhas de ouro dois vinhos da Vinícola Aurora: Pequenas Partilhas Cabernet Franc (premiado recentemente com Duplo Ouro no Mundial de Bruxelas-Brasil) e o Aurora Moscatel Rosé.
O Brazil Wine Challenge acontece a cada dois anos. É uma realização da Associação Brasileira de Enologia (ABE) e tem a chancela da Organização Mundial da Vinha e do Vinho (OIV) e da União Internacional dos Enólogos (UIOE). Mais de 600 vinhos tranquilos e espumantes de todos os continentes foram avaliados por um júri formado por 44 especialistas de 18 países: África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Bolívia, Brasil, Bulgária, Chile, China, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Itália, México, Nova Zelândia, Portugal e Uruguai.
Com mais estas duas medalhas, a Vinícola Aurora soma 620 premiações conquistadas nos mais renomados concursos mundiais e nacionais e mantém-se em primeiro lugar no ranking das vinícolas mais premiadas do país.

Vinhos de ouro
O vinho Pequenas Partilhas Cabernet Franc integra a linha Notáveis da América, que a Vinícola Aurora lançou em 2015 com o conceito de América do Sul. Este é o exemplar brasileiro da linha que inclui um Malbec argentino, Carmenère chileno e Tannat uruguaio, todos elaborados pelos enólogos da Aurora com vinícolas parceiras nos respectivos países. Um azeite extra virgem chileno foi lançado no ano passado nessa linha.
O espumante Aurora Moscatel Rosé é elaborado pelo mesmo método do Aurora Moscatel Branco – que está entre os espumantes brasileiros mais premiados da história -, porém com as variedades Moscato Bianco e Merlot, que lhe confere a cor rosada e as nuances de frutas vermelhas no aroma e no paladar. Com excelente acidez e um leve dulçor natural, o Aurora Moscatel Rosé fica excelente acompanhando sobremesas a base de frutas vermelhas, com frutas secas em geral, queijos com sal pronunciado e com pratos em preparos agridoces.

7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo tem inscrições prorrogadas até o dia 22 de junho

Evento ocorre no fim deste mês, no Vale do Vinhedos (RS). Programação inclui palestras e painéis com representantes internacionais e brasileiros, além de visitas técnico-turísticas em cinco roteiros

 

Visitas técnico-turísticas em roteiros da Serra Gaúcha, como o distrito bento-gonçalvense Tuiuty, mostrarão aos congressistas atrativos e produtos elaboradas nas regiões Crédito: Dandy Marchetti/Ibravin

Foram prorrogadas até o próximo dia 22 (sexta-feira) as inscrições para 7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo, que ocorrerá de 27 a 30 deste mês, no Spa do Vinho Autograph Collection Hotel, no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS). Mais de 70% das vagas já foram preenchidas. O tema desta edição é “Território, vinho e turismo: harmonização que dá certo”.
As adesões devem ser feitas no site do evento, em www.congressoenoturismo.com.br. A entrada para os três dias de palestras e painéis custa R$ 250. Estudantes e profissionais de vinícolas brasileiras registradas junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) têm 50% de desconto. Grupos de 10 pessoas ganham como cortesia a 11ª inscrição. As matrículas coletivas, bem como as adesões para vitivinicultores devem ser feitas pelo e-mail inscricoes@aconteceeventos.com.br.
Além das palestras com representantes dos Estados Unidos, da Europa e da América Latina (Argentina, Brasil, Chile e Uruguai), de painéis sobre as políticas e projetos para o desenvolvimento do enoturismo no Brasil e das apresentações de seis micro e pequenas vinícolas brasileiras como cases de turismo, o Congresso contará com visitas técnico-turísticas em cinco roteiros enoturísticos da Serra Gaúcha. Os valores para cada uma variam de R$ 120 a R$ 155 (veja programação abaixo). As atividades são exclusivas para os congressistas, por adesão.
O gerente de Promoção do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Diego Bertolini, acredita que as visitas técnicas serão uma ótima oportunidade para que os participantes do Congresso comprovem na prática o que os palestrantes abordarão no evento.
“A escolha do cronograma foi feita pelas secretarias de Turismo dos municípios ou pelas entidades de cada roteiro, sendo que algumas desenvolveram as agendas em conjunto. Tivemos como critério contemplar os roteiros da Serra Gaúcha próximos ao local de realização do evento para otimizar os deslocamentos, porém o Rio Grande do Sul tem outras regiões com atrativos enoturísticos e com potencial para crescer ainda mais na atividade”, assinala.
Os destinos que receberão os congressistas são o Vale do Vinhedos, os distritos bento-gonçalvenses de Tuiuty e Faria Lemos e os municípios de Pinto Bandeira, Garibaldi, Farroupilha e Flores da Cunha. Todas as visitas técnico-turísticas oferecidas pelo Congresso são compostas de almoço harmonizado, atividade lúdica e transporte oficial com saída no evento e retorno para os hotéis Laghetto Viverone e Spa do Vinho Autograph Collection Hotel. As inscrições devem ser feitas também no site www.congressoenoturismo.com.br.

PROGRAMAÇÃO DAS VISITAS TÉCNICO-TURÍSTICAS
Garibaldi | 28 de junho (quinta-feira), das 14h às 18h
Almoço típico da imigração italiana no restaurante Osteria Della Colombina, harmonizado com os vinhos e espumantes elaborados em Garibaldi. Após, visita ao centenário castelo da vinícola Peterlongo, seguido de participação no Wine Movie, na cave do empreendimento, para sessão do filme “O Julgamento de Paris”.
Investimento: R$ 120
Vale dos Vinhedos | 28 de junho (quinta-feira), das 14h às 18h
Minifestival de vinhos, espumantes e sucos de uva elaborados nos municípios que integram a região do Vale dos Vinhedos (Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi), realizado na vinícola Almaunica, com a participação dos produtores locais. Também serão servidos antepastos, prato quente e sobremesas. Os participantes poderão fazer passeio de quadriciclo pelos parreirais, em um momento de aventura com a Gasper Vale dos Vinhedos.
Investimento: R$ 120
Pinto Bandeira | 29 de junho (sexta-feira), das 14h às 18h
Almoço harmonizado no restaurante da vinícola Don Giovanni, caminhada nos vinhedos e degustação de vinhos e espumantes no mirante, para contemplação do pôr-do-sol, acompanhada de pinhão, semente típica da região Sul do Brasil. Serão servidos produtos elaborados pelas vinícolas que integram a associação: Aurora, Cave Geisse, Don Giovanni e Valmarino. Em caso de mau tempo, as atividades externas serão transferidas para áreas internas da vinícola.
Investimento: R$ 120
Tuiuty e Faria Lemos | 29 de junho (sexta-feira), das 14h às 18h
Almoço harmonizado na cave da Vinícola Salton, seguido de apresentação da região e das possibilidades de enoturismo que cada vinícola oferece. Degustação comentada dos vinhos e espumantes das empresas Casa Postal, Cristofoli Vinhos de Família, Dal Pizzol Vinhos Finos, Vinícola Cainelli e Vinícola Salton. Para encerrar, um happy hour com produtos da gastronomia local.
Investimento: R$ 120
Flores da Cunha e Farroupilha | 30 de junho (sábado), das 8h30min às 17h
Manhã (Flores da Cunha): visita à vinícola Monte Reale, onde será ensinada a técnica do sabrage – abrir o espumante com um sabre ou espada –, seguida de degustação de vinhos com queijos e frios na cave da vinícola. Após, almoço no Restaurante Clô, localizado junto à vinícola Luiz Argenta, com vista panorâmica para os vinhedos do empreendimento.
Tarde (Farroupilha): Enotrekking – caminhada entre vinhedos e cachoeira, guiada pela vinícola Casa Perini. Ao final, uma fogueira aguardará o grupo. Em volta dela serão servidos frios e quentão (bebida quente feita a base de vinho com especiarias).
Investimento: R$ 155

SERVIÇO
7º Congresso Latino-Americano de Enoturismo
Quando: 27 a 30 de junho de 2018
Onde: Spa do Vinho Autograph Collection Hotel (Rodovia RS-444, km 21), em Bento Gonçalves (RS)
Inscrições: até o dia 22 de junho, pelo site www.congressoenoturismo.com.br. Profissionais do setor vitivinícola e grupos acima de 10 participantes devem se inscrever através do e-mail inscricoes@aconteceeventos.com.br para obtenção de benefícios
Valores: R$ 250 (profissionais do setor vitivinícola e estudantes têm 50% de desconto). Visitas técnico-turísticas custam R$ 120 (quinta e sexta-feira) e R$ 155 (sábado), cada
Informações: recepcao@aconteceeventos.com.br
Realização: Associação Internacional de Enoturismo (Aenotur), Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e Governo do Estado do Rio Grande do Sul

ExpoBento ultrapassa 85 mil visitantes nos primeiros quatro dias de feira

Números parciais já permitem antever sucesso de público, cujas projeções são superiores a 200 mil pessoas até o dia 17. Promoções e descontos têm impulsionado os bons negócios

Em apenas quatro dias, a ExpoBento 2018 chegou à marca de 86.081 visitantes – o que significa mais de 40% do total do público esperado no Parque de Eventos de Bento Gonçalves até o próximo domingo (17), último dia da 28º edição da maior feira multissetorial do país. Os bons números na bilheteria devem se refletir, também, nos negócios concretizados pelos expositores. “Temos ouvido avaliações muito positivas de empresas que observam suas metas de faturamento serem rapidamente atingidas na feira. O público veio disposto a comprar e encontrou estandes com excelentes ofertas, promoções e um mix variado, com mais de 30 mil itens. O resultado dessa combinação pôde ser visto nos corredores: pessoas circulando com sacolas nas mãos. Estamos muito satisfeitos com o desempenho até aqui e otimistas para os próximos dias”, avalia o diretor-geral, Leocir Glowacki.
Exemplos para endossar a percepção da diretoria são fáceis de encontrar. No Mundo da Moda, que reúne opções de vestuário e acessórios, a Malhas Paniz, atesta o grande movimento de público durante o primeiro final de semana da ExpoBento 2018 – com a propriedade de quem participa da feira desde a primeira edição. “Acreditamos na ExpoBento pelo enorme potencial que proporciona ao expositor. Buscamos oferecer as melhores condições de compra para que o cliente saia da feira com alguma peça adquirida – e temos conseguido bons resultados”, comenta a gerente da loja, Adelaide Paniz.
Caprichar no planejamento é, realmente, uma boa estratégia para faturar na ExpoBento. Especializada em artefatos de couro, a Fasolo prepara o que será apresentado na feira cerca de seis meses antes da abertura da programação, para que possa oferecer ao cliente produtos com preços acessíveis. “A empresa se programa a ExpoBento, pensando em quais itens serão ofertados ao público e de que forma serão paresentados. Por isso, quando somos escolhidos pelos clientes dentro da ampla gama de opções que a feira oferece, nos sentimos lisonjeados”, conta o presidente da empresa, Márcio Fasolo.
A ExpoBento 2018 tem mais de 450 participantes, organizados em nove espaços temáticos (Mundo da Indústria, Comércio e Serviço; Mundo do Imóvel; Mundo do Agronegócio; Mundo do Vinho; Mundo da Moda; Mundo da Gastronomia; Mundo Automotivo; Mundo das Variedades e Mundo das Crianças).

Espaços temáticos também conquistam
Quem visitou a ExpoBento procurando – além de boas compras – alternativas para comer e beber bem encontrou nos espaços temáticos da vinicultura e da gastronomia excelentes opções. Convidativo para apreciar momentos de lazer, o Mundo do Vinho, repaginado para essa edição, agradou. “Esse foi um ponto de grande melhoria, o espaço ficou mais harmonioso, ideal para o público poder circular e, ainda, sentar à vontade para degustar os produtos. Isso influencia positivamente nas vendas”, relata o proprietário da Vinícola Valmarino, Guilherme Salton, expositor desde 2002.
A Cooperativa Vinícola Aurora encerrou o primeiro fim de semana de negócios com mais de 50 caixas de vinhos e espumantes comercializadas. Além de incentivar as vendas, a participação na feira amplia a visibilidade da marca e interação com os mais de 200 mil visitantes esperados nesta edição – motivo pelo qual a empresa vem repetindo sua participação ano após ano.
O Mundo da Gastronomia também teve circulação de pessoas acima do esperado nos 33 estabelecimentos participantes desta edição da feira, oferta de pontos 10% maior no comparativo com o ano anterior. Um dos motivos para esse incremento no fluxo é a concentração de atividades artísticas – apresentações, desfiles e shows – no palco principal, que fica nesse espaço temático, convidando as pessoas a aumentarem seu tempo de permanência no local. Estreando na ExpoBento, a franquia Subway apostou na feira para verificar a aceitação do público ao serviço de de fast food diferenciado oferecido pela rede. “É uma experiência nova, que só vem a agregar para a loja. Tentamos trazer para a feira a manutenção da nossa linha de trabalho: a personalização do sanduíche”, explica a gerente das franquias da Subway em Bento Gonçalves, Lucinara Scarton.

Surpresas nos corredores
Mesmo quem visita a ExpoBento há anos é capaz de encontrar surpresas e novidades nos corredores da 28ª edição da feira. De forma inédita, serviços de barbearia e maquiagem estão sendo ofertados ao público. Em um único estande, todas essas facilidades são oferecidas por três estabelecimentos: a Fantin Cosméticos, a Planalto Barber Shop e a Eliane Spa de Beleza. “Nos surpreendemos pelo movimento do primeiro final de semana. Teve muita demanda pelos produtos de beleza que oferecemos e pelos serviços. Se continuar nesse ritmo, precisaremos de reforço para os próximos dias”, comemora Gicelda Fantin, diretora da Fantin Cosméticos.
Outra novidade que estreou com o pé direito na feira foi o projeto ‘ExpoBento na mesa’, comemorando o sucesso de público nos seis cursos de degustação de sucos de uva, vinhos e espumantes; bem como nas quatro aulas show que presentearam os visitantes com uma culinária qualificada e aprofundada. Igual êxito tiveram as oficinas kids e teens realizadas em parceria com o Senac-RS, atendendo cerca de 50 crianças entre 5 e 14 anos. Elas aproveitaram o espaço para adquirir conhecimentos culinários e se divertir, produzindo bolos integrais de maça, cookies de chocolate, cupcakes de morango e cakepops de cenouras. A agenda segue com aulas-show e degustações diárias (confira a programação em www.expobento.com.br), além de mais quatro oficinas para as crianças – duas na próxima quarta-feira (13) e as outras no sábado (16). É possível garantir a inscrição no site do Senac Bento Gonçalves ou pelo link no próprio site da ExpoBento 2018. Ainda há vagas, mas elas são limitadas.

SERVIÇO
O quê: ExpoBento 2018
Quando: de 7 a 17 de junho
Onde: Parque de Eventos de Bento Gonçalves (alameda Fenavinho, 481)
Horários:
Segunda a sexta-feira, das 18h às 22h30min;
Sábados e feriado das 10h às 22h30min e aos domingos das 10h às 21h
Ingressos:
Dias de semana: R$ 5
Fins de semana e feriado: R$ 10
Estacionamento: R$ 12 (dias de semana) e R$ 15 (fins de semana e feriado)
Estacionamento coberto: R$ 22 (dias de semana) e R$ 25 (fins de semana e feriado)
Mais informações: www.expobento.com.br
Promoção: Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves

Fotos: Jeferson Soldi

Presidente da Câmara de Vereadores e Prefeito cumprem agenda com o Governador Sartori

O Presidente da Câmara de Vereadores de Monte Belo do Sul, vereador Onecimo Pauleti (PMDB) e o Prefeito Adenir José Dallé (PMDB) cumpriram agenda na quarta-feira (06) com o Governador do estado, José Ivo Sartori, ao Secretário Estadual de Segurança Pública, Cezar Schirmer e ao Daer.
Na pauta da reunião com o Governador, foram discutidos planejamento e realização de obras de infraestrutura, em parceria entre Estado e Município. Já com o Secretário de Segurança Pública, foram tratados temas como a viabilidade de uma nova sede para a Polícia Civil e Militar, bem como a ampliação no número de efetivo de policiais e a aquisição de câmeras de monitoramento para colocação em pontos estratégicos no Município. No Daer foi o assunto foi melhorias no asfalto junto a Linha Colussi, acesso a Monte Belo do Sul, ERS 431, KM 19. O mesmo pedido já foi protocolado junto ao Daer no dia 03 de maio, em audiência realizada pelo presidente da Câmara de Vereadores de Monte Belo do Sul, Onecimo Pauleti e o Diretor Geral Rogério Uberti, dando abertura ao processo administrativo eletrônico nº 18/0435-0017995-8.
.