Você sabe como tirar os agrotóxicos dos alimentos?

Aprenda a retirar os agrotóxicos dos alimentos e proteger sua saúde

O Projeto de Lei 6.299/2002, conhecido pelos chefs e ambientalistas como “PL do Veneno”, está causando a maior polêmica nas redes sociais. Isso porque o projeto, criado pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, regulamentaria a criação de novos agrotóxicos e dificultaria a comunicação para o consumidor: seria bem mais difícil identificar um produto nocivo se, como prevê o PL, a palavra “agrotóxicos” fosse substituída por “defensivo fitossanitário”.

Foto: shutterstock

Porém, na prática, o que muda na nossa vida se consumirmos mais agrotóxicos? Como algo que teoricamente seria uma coisa boa (proteger as plantas de pragas) pode prejudicar a nossa saúde seriamente? Ricos em metais pesados, como o chumbo, mercúrio e cádmio, os pesticidas se acumulam no organismo, podendo provocar doenças como diabetes, câncer e problemas na tireoide. E agora, como devemos escolher os produtos na feira, para que o alimento não seja um veneno?

O que escolher
Sabia que alguns alimentos são mais contaminados que outros? Tenha isso em mente na hora de escolher os produtos, quando não há condições de comprar as versões orgânicas. “Isso depende da qualidade da barreira que ele possui, a pele ou casca. Quanto mais grossa a casca, melhor a proteção. Entre os alimentos que têm menos pesticidas, estão cebola, manga, abacate, milho, batata, batata-doce e papaia. Já os campeões em agrotóxicos são pimentão, morango, alface, tomate, espinafre, couve e pêssego”, explica o médico.

Se na feira que você costuma frequentar não há muitas informações sobre os produtos, observe a aparência. Quando maior e mais bonito, a chances de ter mais agrotóxico são maiores. O melhor, para a nossa saúde, seria adquirir alimentos orgânicos, livres de pesticidas, de um produtor confiável. O único problema é que geralmente são mais caros. Mesmo com o alto valor, existe uma recompensa, no futuro: você irá economizar com a compra de medicamentos para diabetes, hipertensão, depressão e outras doenças que podem ser causadas pela intoxicação aguda ou exposição crônica de substâncias tóxicas.

Foto: shutterstock

Nutrientes
Além de mais seguros para a saúde, os alimentos orgânicos são mais nutritivos – e mais gostosos também. Quando o solo é preparado com adubos e cuidados orgânicos é possível obtermos hortaliças de melhor qualidade, já que teremos mais vitaminas e minerais concentrados nesses alimentos. Eles também possuem aproximadamente 20% menos água em sua composição. Por isso, além de mais nutritivos, os vegetais ficam mais saborosos.

Como retirar os agrotóxicos dos alimentos
Lave os alimentos sempre em água corrente e por pelo menos um minuto. Pode-se usar iodo 2% (5 ml em 1 litro de água), bicarbonato (1 colher de sopa para 1 litro de água) ou vinagre (1 parte para 2 de água). Em todos esses casos, deixe de molho em média por 30 minutos e depois lave. Ferva ou remova a casca sempre que possível. Vale ressaltar que a higienização de todos os alimentos ajuda a reduzir a quantidade de agrotóxicos.