Coral Show Canarinhos de Garibaldi é destaque no Uruguai

Foto: Coral Show Canarinhos de Garibaldi, Coral da UFPEL ( Pelotas), Coro Municipal de Vergara e Coro Raíces de Treinta Y Tres // Créditos: Elisabete Wingert

Reconhecido no Município e na região, o Coral Show Canarinhos de Garibaldi foi destaque em solo uruguaio nos últimos dias. No dia 20 de setembro, a apresentação ocorreu ainda em solo gaúcho, em Jaguarão. Nos dia 21 e 22, já no lado uruguaio, as cidades de Vergara e de Treinta y Tres foram palco do grupo garibaldense.

De acordo com a coordenadora do grupo, Ivonete Piletti Grossi, o convite foi feito no ano passado pelo maestro do Coro Municipal de Vergara, Pablo Carrasco de Armas, quando estiveram em Garibaldi participando de um evento promovido pelo próprio grupo local. “Nós, integrantes e pais do Coral Show Canarinhos de Garibaldi, sentimo-nos muito felizes e gratos pela oportunidade de conviver com pessoas e costumes tão diferentes dos nossos. Queremos fazer um agradecimento muito especial a todos que colaboraram conosco e que tornaram possível o sonho do Coral se apresentar fora do país”, destaca Ivonete.

O Coral Show Canarinhos conta com incentivo da Prefeitura Municipal de Garibaldi, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura, e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica).

Vencedores e destaques da Grande Prova Vinhos do Brasil 2018 serão premiados na Wine South America

Expositores e visitantes da feira poderão conferir com exclusividade as vinícolas premiadas em seus estandes. Cerimônia será dia 28 de setembro, às 18h

A primeira edição da Wine South America – Feira Internacional do Vinho, que acontece de 26 a 29 de setembro, em Bento Gonçalves (RS), será o palco para a divulgação dos grandes vencedores da Grande Prova Vinhos do Brasil 2018, idealizado e organizado pelo Grupo Baco. A cerimônia de entrega dos prêmios, certificados e medalhas será no dia 28 de setembro, às 18h, no Parque de Eventos. Já no primeiro dia de WSA, expositores e visitantes poderão conferir as vinícolas premiadas em seus estandes. Rio Grande do Sul e Santa Catarina, respectivamente, foram os estados campeões de medalhas nas 31 categorias da prova, englobando espumantes, brancos, tintos, tintos Super Premium, roses, doces e fortificados, sucos de uva e best buys. O estado gaúcho, por exemplo, dominou o cenário de Duplo-Ouro, enquanto que o estado catarinense levou o melhor Malbec do Brasil.

Foto: 7ª edição Grande Prova Vinhos do Brasil 2018 // Créditos: Francisco Carneiro

Em paralelo, também serão entregues os prêmios da 3ª Grande Prova Sucos de Uva do Brasil, que nesse ano dobrou o número de premiados, com 15 no total, inclusive com um primeiro Duplo-Ouro da prova. Nessa categoria, todos da safra 2018, já é possível comprovar a qualidade e a pureza dos produtos que estão no mercado.

A maior prova às cegas de vinhos brasileiros disponíveis no mercado chega a sua 7ª edição com recorde de amostras: 920 amostras, sendo 872 vinhos e 48 sucos de uva, de 117 vinícolas, dos estados do RS, SC, PR, SP, RJ, MG, BA e PE. Um júri internacional de 24 profissionais, desde enólogos, somelliers, professores e consultores de vinhos, estiveram reunidos entre os dias 27 e 30 de agosto, no Hotel Vila Galé, na Lapa, no Rio de Janeiro, para as degustações.

Marcelo Copello, um dos organizadores do evento e presidente do júri, diz que a Grande Prova Vinhos do Brasil 2018 revela ao público toda a qualidade dos vinhos nacionais que já estão no mercado sendo apreciados. “Foram longos meses de trabalho, cujo resultado poderá ser conferido na Wine South America. Estamos muito felizes de realizarmos a cerimônia de premiação na primeira edição da feira, reforçando o trabalho sério que estamos construindo ano a ano em prol do vinho brasileiro”, conclui.

Selo como referência
Os selos redesenhados para essa nova edição serão disponibilizados no dia 28 de setembro e já estarão disponíveis no primeiro dia da feira, 26 de setembro, e poderão ser estampados nas garrafas, sendo uma grande referência para o consumidor final.

O resultado consolidado de todas as categorias será publicado no Anuário Vinhos do Brasil 2018/2019, junto com o panorama do setor, tradicionalmente divulgado no início do ano. Como novidade a versão digital, que facilitará a consulta pelos consumidores.

O evento conta com o apoio do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e apoio institucional das seguintes entidades: SindiVinho, Aprovale, Acavitis, Agavi, Apromontes, Vinhos da Campanha, ABS-RJ, Hotel Vila Galé e Wine South America.

Conheça as categorias avaliadas:
1.Espumante Brut branco Champenoise
2.Espumante Brut branco Charmat
3.Espumante Brut rosé Champenoise
4.Espumante Brut rosé Charmat
5.Espumante extra-brut, nature branco
6.Espumante prosecco/glera
7.Espumante moscatel branco
8.Espumante demi-sec, branco
9.Espumante moscatel e demi-sec rosé
10.Branco Chardonnay
11.Branco Sauvignon Blanc
12Branco Riesling
13Branco Moscato
14.Branco de outras castas e cortes brancos
15.Tinto Cabernet Sauvignon
16.Tinto Merlot
17.Tinto Tannat
18.Tinto Pinot Noir
19.Tinto Syrah
20.Tinto Malbec
21.Tinto Cabernet Franc
22.Tinto Marselan
23.Tinto Touriga Nacional
24.Tinto de outras castas
25.Tinto Cortes
26.Tintos Super Premium (acima de R$ 150)
27.Rosé
28.Doces e Fortificados
29.Suco de Uva Integral Branco
30.Suco de Uva Integral Tinto
31.Best Buys (até R$ 50)

Os Jurados
1.Marcelo Copello, presidente do júri, Grupo BACO Multimídia
2.Sergio Queiroz, Grupo BACO Multimídia
3.Michel Friou, diretor técnico da Almaviva
4.Danio Braga – chef e sommelier, fundador da ABS Brasil
5.Gilberto Pedrucci, do Ibravin
6.Horst Kisseman, da Brain Press-SP
7.Bruno Vianna, Presidente da ABS-Campinas
8. Miriam Aguiar, apresentadora do programa TV-UVA
9.Luiz Nunes, Presidente da ABS-Rio
10.Euclides Penedo Borges, proprietário da Bodega Penedo Borges
11.Ricardo Farias – Diretor da ABS-Rio
12.Alexsander de Oliveira, Sommerlier Chefe do Grupo Claude Troisgros
13.Celio Alzer – Professor da ABS-Rio
14.Deise Novakoski, jornalista e consultora em vinhos
15.Marcelo Rebouças, proprietário da Cave Nacional
16.Rafael Puyau, Embaixador Enocultura RJ
17.Maria Helena Tahuata, vice-presidente da ABS-Rio
18.Homero Sodré, consultor de vinhos
19.Jocelyn Sodré, professora de vinhos da Universidade Estácio de Sá
20.Roberto Rodrigues, diretor da ABS Rio
21.Ed Arruda, Sommelier chefe do Copacabana Palace
22.Ramon Justino, Sommelier bi-campeão do RWFF 2015 e 2017
23.João Pedro Lamonica, Sommelier campeão do RWFF 2013
24.Marcelo dos Santos, Sommelier do Mr Lam

O Grupo BACO, idealizador e organizador da Grande Prova Vinhos do Brasil, é uma empresa de comunicação, inteligência de mercado e consultoria que tem na geração de conteúdo e nos eventos sua plataforma de atuação. É responsável pela edição da revista BACO, do Anuário Vinhos do Brasil, entre outros produtos editoriais, além de uma série de eventos no Brasil e no exterior. Destaque para o Rio Wine and Food Festival, que vem sendo realizado há seis anos na cidade do Rio de Janeiro.

Sócias gaúchas lançam linha de espumantes premium Amitié

Elaborada na Serra Gaúcha, linha exclusiva foi desenvolvida pela sommelier Andreia Gentilini Milan e pela enóloga Juciane Casagrande Doro

A amizade entre a sommelier Andreia Gentilini Milan e a enóloga Juciane Casagrande Doro foi a inspiração para a linha de espumantes Premium Amitié. As sócias gaúchas buscaram toda a sua expertise no mercado vitivinícola nacional e internacional para desenvolver um produto único, com uma identidade que remete ao sentimento de amizade e à celebração que o próprio espírito do espumante expressa. “Escolhemos esse nome [Amitié, amizade, em francês] pela nossa relação de anos no mundo do vinho, propiciando esse projeto único”, destaca Andreia, ex-presidente e atual diretora da Associação Brasileira de Sommeliers, seção Rio Grande do Sul.

Foto: Andreia Gentilini Milan e Juciane Casagrande // Créditos: Divulgação Revista Amanhã

Desenvolvido na Serra Gaúcha, a linha foi planejada para consumidores que buscam um produto versátil, fresco e frutado, ou seja, a melhor expressão do espumante brasileiro. “É uma bebida para celebrar os bons momentos e encontros. São produtos joviais”, observa Andreia, que trabalha há 12 anos como gestora e consultora de empresas e instituições do setor vitivinícola.

Os espumantes podem ser encontrados nas versões Amitié (Moscatel, Brut e Rosé), além da versão Amitié Cuvée – Brut e Brut Rosé. O Amitié Cuvée Brut e o Brut Rosé são elaborados com uma assemblage das clássicas uvas Chardonnay e Pinot Noir. “Buscamos desenvolver produtos dentro do perfil que o exigente consumidor brasileiro busca nas duas principais categorias de preço de mercado, com a melhor relação custo/benefício”, explica Juciane Casagrande, que tem uma trajetória de 20 anos no mundo do vinho. A categoria Amitié será comercializada na faixa dos R$ 35,00 e a Amitié Cuvée ao preço médio de R$ 55,00.

O lançamento oficial da linha aconteceu nesta quarta-feira, 26, com um brunch para imprensa e convidados no Espaço de Eventos Bem Vino, em Bento Gonçalves, aproveitando a realização da Feira Internacional do Vinho – Wine South America, com a participação de compradores, enófilos e críticos de vinho de todo o mundo.

‘Um Bom Ano’ brinda a primavera

Cinema entre os vinhedos volta a ocupar o jardim ao lado do Castelo Peterlongo no dia 29 de setembro

Uma produção com belas imagens da região de Provence, na França, ganhará a tela do Wine Movie Peterlongo, em meio aos vinhedos da centenária vinícola, em Garibaldi, na Serra Gaúcha. ‘Um Bom Ano’, convida as pessoas a viver uma experiência inusitada, tendo à mão uma taça de vinho ou espumante. Esta é a proposta para o dia 29 de setembro, quando a atração sai do interior da cantina, onde esteve durante o inverno, e volta a ocupar o jardim ao lado do Castelo Peterlongo, brindando a chegada da primavera. Ingressos estão à venda no varejo da vinícola ou pelo site www.sympla.com.br.

Créditos: Jeferson Soldi

Ao cair da tarde, as pessoas vão chegando e se acomodando em bancos, paletes, tapetes e almofadas que cobrem o gramado do jardim. Enquanto a noite não chega, o cenário convida a degustar vinhos, espumantes e suco de uva. Cada participante é recepcionado pela equipe da vinícola com uma taça personalizada. O filme começa ao escurecer, iluminando a tela que tem ao fundo o centro da Capital Brasileira do Vinho. A nogueira, que abraça o público, é iluminada com lâmpadas em garrafas de espumante, um toque especial de quem elaborou o primeiro espumante brasileiro, em 1913.

Quem vai estacionar por lá para temperar a experiência com mais sabor é o food truck Nega Maluca. O cardápio estará a cargo do chef Itacir Pilan. A polenta e o hambúrguer estão confirmados. Para completar, muita pipoca.

Créditos: Jeferson Soldi

O Wine Movie Peterlongo não apenas caiu no gosto do público como também passou a ser o cinema de Garibaldi. A céu aberto, a atração é cercada por um ambiente natural cheio de charme e nostalgia. O público também pode levar cadeiras e mantas.

O filme
Aos 11 anos, Max Skinner (Freddie Highmore) é cuidadosamente educado na arte de saborear vinhos por seu tio Henry (Albert Finney), dono de um vinhedo na França. Adulto, Max (Russell Crowe) torna-se um bem-sucedido homem de negócios em Londres, sem qualquer tempo para degustações mais duradouras. Certo dia, Max recebe a notícia de que Henry morreu, deixando-o como único herdeiro. Prevendo bons negócios, resolve fazer uma rápida viagem para visitar a nova propriedade. Mas, uma vez ali, percebe que não será tão fácil vender o lugar que lhe traz tantas lembranças de infância. O tempo passa e Max se vê preso à fazenda, ainda mais quando uma mulher chega da Califórnia dizendo ser filha do tio Henry. Tudo se complica, mas ele ainda encontra tempo para se apaixonar pela bela Fanny.

Serviço
O que? Wine Movie Peterlongo
Quando? 29 de setembro de 2018
Horário: 18h30min
Filme: Um Bom Ano
Duração: 1h58min
Onde? No jardim da Vinícola Peterlongo, entre os vinhedos, em Garibaldi (RS)
Ingressos limitados: R$ 40 antecipado e R$ 50 no local (sujeito à disponibilidade)
Pontos de venda: varejo da Vinícola Peterlongo ou no site www.sympla.com.br
O ingresso inclui uma pipoca, uma taça personalizada e uma dose de vinho ou espumante.
Também haverá food truck.
Classificação: 10 anos

Cadastro Ambiental pode ser usado para informar área isenta de ITR

É a primeira vez que a Receita Federal permite a inclusão do CAR na declaração, medida que poderá se tornar obrigatória nos próximos anos

Proprietários de imóveis rurais que já tiverem o Cadastro Ambiental Rural (CAR) poderão incluir o número do recibo no formulário da declaração do Imposto Territorial Rural (ITR). É a primeira vez que a Receita Federal adota o registro, como forma adicional do contribuinte prestar as informações ambientais para a exclusão de áreas não tributáveis, informou a Globo Rural o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir.

Foto: O prazo para inclusão no sistema de informações ambientais foi prorrogado até 31 de dezembro deste ano // Créditos: Divulgação

Segundo ele, a intenção é melhorar o cruzamento dos dados. “Fica mais fácil obter qualquer informação sobre o declarante com as informações do CAR e checar a validade dos dados prestados na declaração. Basta informar o número do recibo do Cadastro”, disse.
A medida está prevista na instrução normativa sobre o ITR de 2018, publicada nesta semana pela Receita, com as diretrizes para a prestação de contas e cobrança do imposto. “O contribuinte cujo imóvel rural já esteja inscrito no Cadastro Ambiental Rural (CAR), a que se refere o art. 29 da Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012, deve informar na DITR o respectivo número do recibo de inscrição”, diz o texto, no parágrafo único do artigo 6º, que trata das informações ambientais.

O Cadastro Ambiental Rural está previsto no Código Florestal, aprovado em 2012, como mecanismo para agregar as informações ambientais das propriedades rurais. Com base nesses dados, será estabelecido o Plano de Recuperação Ambiental (PRA), quando há a necessidade de adequação à lei.

O prazo para inclusão no sistema de informações ambientais foi prorrogado até 31 de dezembro deste ano, por decreto assinado pelo presidente Michel Temer. Os dados mais recentes do Serviço Florestal Brasileiro contabilizam o cadastramento de 5,22 milhões de imóveis, que totalizam 486,22 milhões de hectares (veja mapa abaixo).

Como o CAR ainda está em andamento, Joaquim Adir ressaltou que a inclusão do recibo na declaração do ITR deste ano é opcional. Mas ele informou que essa informação tende a se tornar obrigatória. “O CAR é novo e está evoluindo. Acredito que o declarante informe esse dado, porque melhora o cruzamento, mas a declaração ainda não obriga a informar o recibo. Depois que tudo estiver regularizado, essa informação vai passar a ser obrigatória. Por enquanto, não é”, afirmou o supervisor nacional do Imposto de Renda.

 

Joaquim Adir ressaltou, no entanto, que o uso do CAR no ITR não exclui a obrigatoriedade do Ato Declaratório Ambiental (ADA), pelo qual o declarante cadastra os locais de interesse ambiental no Instituto do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para obter a isenção do Imposto Territorial Rural, conforme a legislação. Ele não confirmou se, no futuro, o Cadastro Ambiental Rural passará a ser o único mecanismo para atestar as áreas isentas. “É uma ideia. Por enquanto, tem que ter o ADA. O CAR é a novidade, mas é importante dizer que ter o ADA ainda é obrigatório mesmo que ele esteja registrado no Cadastro Ambiental Rural”, pontuou o supervisor.

Entre as áreas isentas de tributação, conforme a lei do ITR, estão as de preservação permanente e de reserva legal, da forma como foram instituídas pelo Código Florestal. A medida também vale para locais oficialmente declarados como sendo de interesse ecológico para preservação de ecossistema e comprovadamente inúteis para agricultura.

O Imposto Territorial Rural não é cobrado ainda em áreas sob regime de servidão ambiental, cobertas por florestas em estágio de regeneração e as alagadas com autorização do Poder Público para servir de reserva para usinas hidrelétricas.

Prazo começa dia 13
O prazo de declaração do Imposto Territorial Rural vai de 13 de agosto a 28 de setembro. As informações deverão ser enviadas via computador, através do programa a ser disponibilizado no site da Receita Federal. Quem identificar algum erro depois do documento enviado pode fazer uma declaração retificadora.

O proprietário rural que declarar o ITR fora do prazo pagará multa de 1% ao mês, calculada sobre o imposto devido e considerando um parcela mínima de R$ 50. O pagamento será feito em até quatro parcelas, mas, se o valor for menor que R$ 100, a quitação é por cota única.

Wine South America mostrará qualidade e diversidade dos vinhos brasileiros

Feira será vitrine para produtores e prestadores de serviços, especialmente os sul-americanos

Em sua primeira edição, a Wine South America já mostra potencial para se firmar como um grande encontro para o setor vitivinícola sul-americano, especialmente brasileiro. Isso porque o evento carrega o know-how da Milanez & Milaneze, subsidiária do grupo Veronafiere – promotora da tradicional Vinitaly, na Itália. De 26 a 29 de setembro, 250 marcas expositoras estarão reunidas em Bento Gonçalves, na Serra gaúcha, em busca de negócios, fortalecimento de marca e intercâmbio de conhecimentos.

“É indiscutível que a Wine South America deve levar o vinho brasileiro a outro patamar. Esse é um evento bastante profissional, com divulgação focada no público que vive o vinho em seu dia a dia. Com certeza será um grande momento para o setor no Brasil e uma oportunidade de gerar negócios em meio à instabilidade da economia”, comenta o diretor da Associação Brasileira de Enologia, Dirceu Scottá. “Realizar a feira na Serra gaúcha é, também, um estímulo ao turismo na região, porque os visitantes do evento podem estender o roteiro até as vinícolas e se encantar com a realidade dos bastidores do vinho”, completa.

Entre as estratégias dos expositores para atrair visitantes aos seus estandes, principalmente compradores, jornalistas e especificadores, destacam-se as degustações – oportunidade de apresentar diferenciais e qualidade de vinhos, espumantes e sucos de uva. A vinícola Dal Pizzol, de Bento Gonçalves, pretende surpreender os visitantes com harmonização de suas bebidas com cortes de carnes diferenciados. Em parceria com a APROCCIMA a marca apresentará combinações de carnes bovinas britânicas com diferentes terminações harmonizados com vinhos jovens aos mais encorpados. No estande da Dal Pizzol também haverá a presença dos parceiros da SuperClássico.

Degustações temáticas
Outro momento na Wine South America voltado às experiências sensoriais são as degustações temáticas realizadas no espaço Wine Tasting. Profissionais reconhecidos como referência no universo vitivinícola guiarão encontros durante todos os dias da feira, mediante ingresso adicional. Conheça a grade de programação em www.winesa.com.br.

Serviço
O quê: Wine South America 2018 – Feira Internacional do Vinho
Quando: de 26 a 29 de setembro, das 12h às 21h
Onde: Bento Gonçalves – RS
Local: Parque de Eventos de Bento Gonçalves (Alameda Fenavinho, 481)
Informações: (54) 3455-6711 e www.winesa.com.br

,

Produção de orgânicos cresce em Garibaldi

Lucia e Tranquilo Debiasi Fotos: Prefeitura de Garibaldi

A garantia da qualidade da alimentação e a manutenção do meio ambiente são as principais filosofias da agricultura orgânica, onde não é permitido o uso de produtos químicos ou hormônios sintéticos. Para a produção vegetal, não são utilizados agrotóxicos, pesticidas, adubos químicos ou sementes transgênicas. Já para a criação de animais, não se po de utilizar hormônios de crescimento ou anabolizantes.
De acordo com dados da Emater Ascar/RS, Centro Ecológico e os grupos de produtores orgânicos, há cerca de 30 estabelecimentos agropecuários que praticam este tipo de agricultura em Garibaldi. Uma delas é a propriedade de Lucia e Tranquilo Debiasi, que produzem frutas e legumes há 22 anos na comunidade de São Luiz do Araripe e comercializam seus produtos na Feira do Produtor Rural.

O casal conta que passou a cultivar orgânicos ao perceber o mal-estar causado pelo uso de agrotóxicos à saúde. “Temos que ter um cuidado muito maior que a produção convencional também com o meio ambiente”, explica Lucia.
A procura cada vez maior pelos produtos ecológicos e a confiança dos clientes são muito gratificantes para o casal Debiasi, que ainda recebe pessoas em busca de itens diretamente em sua propriedade. Eles contam com as certificações Eco vida e Ecocert, que garantem a produção de acordo com as diretrizes do cultivo orgânico. Eles plantam batata, cebola, tomate, milho crioulo, batata-doce, feijão, laranja, figo, uva, bergamota, abóbora e fazem doces e m olhos, entre outros itens.

Para destacar o espaço dos produtores orgânicos na Feira do Produtor, a ideia é que eles contem com um espaço e caracterização diferenciada em breve, de acordo com o secretário municipal da Agricultura e Pecuária, André Busa. “É muito importante que Garibaldi conte com este tipo de produção, queremos que isso se desenvolva cada vez mais”, reforça.

Turismo

Empreendimentos ligados à produção agroecológica e artesanal de Garibaldi viraram uma das primeiras rotas turísticas em propriedades orgânicas certificadas do Brasil. Há quase dois anos, a Via Orgânica oferece turismo rural, restaurante, vinhos e espumantes alternativos, cooperativa, comércio, hospedagem e indústria, todos dentro da temática do alimento aliado à saúde, à sustentabilidade ambiental, social e cultural.

Prazo de declaração do ITR termina na próxima sexta-feira (28)

Até a última segunda-feira (24/9) foram apresentadas 4.570.634 declarações, segundo a Receita

Os produtores rurais brasileiros têm até a próxima sexta-feira (28/9) para entregar a Declaração do Imposto Territorial Rural (DITR). Considerando a base do ano passado informada pela Receita Federal e que houve pouca alteração no número de propriedades no país no último ano, faltam mais de 1 milhão declarações para serem entregues. Até a última segunda-feira (24/9) foram apresentadas 4.570.634 declarações, segundo a Receita, de um total de 5,6 milhões entregues em 2017. Quem ainda não entregou, pode enviar a documentação até as 23h59min59s de sexta, horário de Brasília.

Créditos: Divulgação

Proprietários de imóveis rurais de todo o Brasil precisam apresentar a declaração, incluindo “a pessoa física ou jurídica, exceto a imune ou isenta, proprietária, titular do domínio útil ou possuidora a qualquer título, inclusive a usufrutuária, um dos condôminos e um dos compossuidores”, explica a Receita Federal. Quem perdeu imóvel ou transferiu o direito de propriedade a partir 1º de janeiro deste ano também deve declarar o ITR. Há multa de 1% ao mês para quem entregar a declaração fora do prazo.

Como fazer
A declaração deve ser feita pelo computador, a partir de um programa da Receita Federal, o Programa Gerador da Declaração. Ele pode ser utilizado em qualquer sistema operacional.
Há uma iniciativa da Receita para ajudar pequenos produtores rurais na orientação e preenchimento da DITR, os chamados Núcleos de Apoio Contábil e Fiscal (NAF). Confira os locais de atendimento disponíveis.

Estado segue em alerta para temporais e ventos de até 100 km/h

Foto: Sensação será de leve frio ao longo desta terça-feira (25) // Créditos: Ronaldo Bernardi / Agência RBS

O Estado segue com alerta de tempestade para todas as regiões do Estado ainda nesta terça-feira (25). As nuvens mais carregadas ficam concentradas em áreas ao norte do RS. Há possibilidade de granizo e rajadas de vento de até 100 km/h. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) comunica que pode haver alagamentos, deslizamentos de encostas e transbordamentos de rios. O tempo fechado faz com que as temperaturas não se elevem. Assim, a sensação será de leve frio ao longo do dia.

Chuva perde força na quarta
Durante a quarta-feira (26), as instabilidades começam a perder intensidade e há menor risco de temporais, mas a chuva persiste em todo o Rio Grande do Sul.

No centro e norte gaúcho, as precipitações ocorrem em forma de pancadas acompanhadas por descargas elétricas. No sul e nas áreas da fronteira oeste, a chuva será isolada e sem grandes acumulados. A sensação de frio começa a diminuir no

Estado, mas ainda não faz calor.

Confira a previsão do tempo para algumas cidades:
Capital: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 13°C e máxima de 22°C
Pelotas: pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 16°C e máxima de 20°C
Caxias do Sul: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 17°C e máxima de 23°C
Santa Maria: pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 17°C e máxima de 19°C
Santa Rosa: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 19°C e máxima de 21°C
Erechim: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 18°C e máxima de 27°C
Uruguaiana: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 17°C e máxima de 19°C
Torres: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 16°C e máxima de 22°C
Tramandaí: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 16°C e máxima de 21°C
Capão da Canoa: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 16°C e máxima de 22°C
Xangri-Lá: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 16°C e máxima de 21°C
Rio Grande: pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 17°C e máxima de 19°C
Mostardas: pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 18°C e máxima de 19°C
Passo Fundo: chuva a qualquer hora do dia. Mínima de 18°C e máxima de 26°C
Bagé: pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 14°C e máxima de 16°C

Instabilidade climática adia rodada do Campeonato de Futebol Amador

O Campeonato Municipal de Futebol Amador de Garibaldi não contou com a rodada semanal no último domingo, dia 23. Devido à instabilidade climática, as partidas foram adiadas para o próximo domingo, dia 30:

Campo Alcides Santa Rosa
Aspirante: PSG X Sentinella
Principal: Espartanos X Bola na Rede

Campo Esperança de São Roque
Aspirante: All Blacks X Real Titãs
Principal: Independente X Gaviões

Campo São Francisco
Aspirante: Maiorka X Sexta Livre
Principal: Guarany X Sexta Livre

A competição é organizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, e os jogos ocorrem aos domingos, a partir das 13h30, simultaneamente em três campos diferentes.