Conheça a kombucha: bebida para quem adere à alimentação saudável

O probiótico milenar é produzido a partir da fermentação do chá preto, mas também pode ser feito com chá verde, branco, hibisco e mate. Rico em nutrientes e vitaminas, a bebida é natural e excelente para a saúde.

Os probióticos são organismos compatíveis com a flora intestinal humana, que atuam de forma benéfica no organismo humano. A bebida oferece ainda vitaminas do complexo B e K. Para fazer em casa, é necessário ter somente uma colônia de kombucha (também denominado scoby), 100 ml do líquido que fica com a colônia, um litro de chá doce, uma panela de pelo menos um litro para fermentar com a boca larga, uma garrafa de um litro para armazenamento, e especiarias e frutas a gosto para aromatizar.

Para confeccionar, basta adicionar o scoby ao chá em temperatura ambiente e mais o starter. Cubra o panela com um pano elástico e deixe em temperatura ambiente ao abrigo da luz e do calor por alguns dias. Dependendo da temperatura, a kambucha pode levar entre cinco a 15 dias para ficar pronta (que deve ser bem menos doce do que no início) e frisante.

Prove a bebida a cada dois dias para ver a mudança. Quando fermentar, extraia 90% do líquido para outra garrafa e adicione as especiarias que desejar: hortelã, cravo, cardamomo, gengibre, canela, zimbro, frutas, etc. Feche bem a garrafa e deixe fechada por um dia. Abra a garrafa, conserve no frigorífico e beba fria. Consuma em 10 dias. Com os 10% de kombucha restantes e o scoby, faça outra dose bebida.

Caso não possa fazer a kombucha por um tempo, adicione 500 ml de chá ao scoby e conserve por até dois meses num local fresco. Se por acidente o sabor do chá ficar muito acético (sabor de vinagre), despreze 90% do chá e recomece deixando fermentar por menos tempo. A kombucha nunca pode ficar destapada, porque as moscas da fruta são atraídas pelo cheiro e podem contaminar a colônia e o líquido deve estar sempre à temperatura ambiente, de forma preservar a colônia.