Dia de Campo em Monte Belo do Sul

Acontecerá, no dia 14/11 às 17h, o Dia de Campo para que os produtores possam conhecer novas tecnologias. No encontro, será testado um novo atomizador pneumático e eletrostático, bem como a forma que foi implementado o novo maquinário e seus resultados. Será feito também uma demonstração noturna, com produto fluorescente.

Serviço:
Data: 14/11
Local: Capela Nsa. Das Graças, Linha Argemiro Alta
Cidade: Monte Belo do Sul
Propriedade: Antônio Faccin

Programação:
17h – Apresentação do implemento e resultados
18h – Lanche
19h – Demonstração noturna com produto fluorescente.

** CONFIRMAR PRESENÇA ou dúvidas: (54) 9.9953-8574

Arroz de forno cremoso com frango

Foto e produção: Gisele Tesser

Esta receita de arroz de forno cremoso com frango, além de ficar uma delícia, é uma opção que, sem dúvida, vai agradar e surpreender a toda sua família na hora das refeições! Confira a receita completa abaixo e experimente em sua casa!

Ingredientes do arroz de forno cremoso com frango
4 gemas
2 caixas de creme de leite (400g)
1 copo de requeijão cremoso (200g)
Sal a gosto
5 xícaras (chá) de arroz branco cozido
2 xícaras (chá) de queijo mussarela ralado

Refogado
4 colheres (sopa) de manteiga
1 cebola picada
2 dentes de alho amassados
2 tomates sem sementes picados
3 xícaras (chá) de frango cozido e desfiado
1/2 xícara (chá) de milho verde escorrido
1/2 xícara (chá) de azeitona verde picada
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo
Em uma panela, em fogo médio, derreta a manteiga e frite a cebola e o alho por 3 minutos. Junte o tomate, o frango e refogue por 3 minutos. Misture o milho, a azeitona, sal, pimenta e reserve. Em uma tigela, misture as gemas, o creme de leite, o requeijão e sal. Misture o arroz até incorporar. Em um refratário médio, faça uma camada com metade do arroz, o refogado, metade da mussarela e o arroz restante. Polvilhe com a mussarela restante e leve ao forno médio, preaquecido, por 25 minutos. Retire e sirva.

Pessoas com deficiência e idosos de baixa renda podem receber benefício assistencial do INSS

Foto: Francesca Casagrande Luchese, advogada.

Além dos benefícios previdenciários, o INSS também é o responsável pela concessão de um benefício assistencial chamado benefício de prestação continuada (BPC).

Fazem jus a esse benefício dois grupos seletos: os idosos com mais de 65 anos ou pessoas com deficiência. Além da idade ou da deficiência, é necessário possuir renda familiar per capita inferior a ¼ de salário mínimo, o que hoje significa R$ 238,50.

Vale referir que a lei conceitua as pessoas com deficiência como “aquelas que têm impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, com interação de diversas barreiras, podem obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdades de condições com as demais pessoas” .

Esse conceito ampliou o entendimento sobre deficiência, incluindo, inclusive, algumas patologias graves, como o câncer. Todavia, cada caso é analisado através de perícia médica.

Quanto ao critério de renda, o INSS é bastante rigoroso, seguindo a letra fria da lei. No entanto, a Justiça ordenou que a Autarquia, no momento de fazer o cálculo da renda, abata as despesas feitas em razão de deficiência, incapacidade ou idade avançada, com medicamentos, alimentação especial, fraldas descartáveis e consultas na área de saúde, requeridos e negados pelo Estado.

Através de processo judicial a flexibilização do critério de renda pode ser ainda maior.

Para requerer o benefício o idoso ou a pessoa com deficiência deve procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), que fará a triagem e encaminhamento ao INSS. Caso o benefício seja negado, deve-se analisar a viabilidade de ingressar com uma ação judicial para garantir esse direito.

Francesca Casagrande Luchese, advogada, OAB/RS 75.584

Conheça a Fazenda Experimental, com chips e sensores

Na fazendo, o boi usa chip na orelha e o produtor pode acompanhar o animal em tempo real. Com a ajuda da empresa é possível colocar sensores, que também mostram se o boi já se alimentou e qual o nível de emissão do gás produzido pelo animal.

Chip na orelha do boi, controle de ração feito pelo computadores cocho de sal com antena Wi-Fi. Parece coisa de filme, mas não é. Esta já é uma realidade. Todas essas tecnologias já estão em teste para gado de corte em uma fazenda experimental da Embrapa em São Carlos, São Paulo.

O foco dos pesquisadores é a chamada pecuária de precisão: com um programa de computador, eles acompanham o desenvolvimento do rebanho. É o primeiro sistema desenvolvido e instalado a campo para monitoramento de gado de corte em áreas abertas.

Estudo para engorda
Um dos estudos realizado na Fazenda Experimental possui o foco na engorda de 70 bois a pasto. Em uma área de 30 hectares, são testados dois sistemas de pastagens. Metade tem pouca ou nenhuma sombra e, na outra, a braquiária é intercalada com eucaliptos. Cada boi é marcado com uma numeração pintada com tinta atóxica, para poder ser identificado de longe. Eles também recebem uma coleira que porta dois sensores: um é responsável por registrar a movimentação e o outro capta o som do boi pastando ou ruminando – quando regurgitam o alimento e mastigam novamente para quebrar as fibras do capim e ajudar na digestão.

Antenas alimentadas com energia solar captam informações dos sensores nas coleiras via Wi-Fi e as enviam para um computador central. Dá para ver quanto tempo cada um deles ficou em atividade, em ruminação e até mesmo em ócio. A pesquisa ainda está em andamento. Ainda não se sabe, por exemplo, se os animais ganham mais peso na área com eucaliptos ou a pleno sol. Mas os pesquisadores já conseguiram algumas pistas.

Pesquisa com rebanho confinado
Outra pesquisa que esta sendo realizada na fazenda é a de rebanho confinado. Os pesquisadores montaram um sistema totalmente automatizado. A criação é de 44 machos, da raça Canchim, com média de 550 quilos cada um.

A engorda dos animais é feita só com uma ração da própria Embrapa, que tenta desenvolver um alimento que diminua a produção de metano, gás nocivo que os bovinos lançam na atmosfera quando arrotam.

Identificação diferenciada
No estudo, realizado dentro da Fazenda Experimental, a identificação dos animais té feita de forma diferenciada. Não é mais usado as tradicionais marcas com ferro e brasa e sim um chip, que é implantando atrás da orelha de cada animal. Um equipamento faz a leitura e o programa no tablet dá todas as informações do animal.

Conheça a kombucha: bebida para quem adere à alimentação saudável

O probiótico milenar é produzido a partir da fermentação do chá preto, mas também pode ser feito com chá verde, branco, hibisco e mate. Rico em nutrientes e vitaminas, a bebida é natural e excelente para a saúde.

Os probióticos são organismos compatíveis com a flora intestinal humana, que atuam de forma benéfica no organismo humano. A bebida oferece ainda vitaminas do complexo B e K. Para fazer em casa, é necessário ter somente uma colônia de kombucha (também denominado scoby), 100 ml do líquido que fica com a colônia, um litro de chá doce, uma panela de pelo menos um litro para fermentar com a boca larga, uma garrafa de um litro para armazenamento, e especiarias e frutas a gosto para aromatizar.

Para confeccionar, basta adicionar o scoby ao chá em temperatura ambiente e mais o starter. Cubra o panela com um pano elástico e deixe em temperatura ambiente ao abrigo da luz e do calor por alguns dias. Dependendo da temperatura, a kambucha pode levar entre cinco a 15 dias para ficar pronta (que deve ser bem menos doce do que no início) e frisante.

Prove a bebida a cada dois dias para ver a mudança. Quando fermentar, extraia 90% do líquido para outra garrafa e adicione as especiarias que desejar: hortelã, cravo, cardamomo, gengibre, canela, zimbro, frutas, etc. Feche bem a garrafa e deixe fechada por um dia. Abra a garrafa, conserve no frigorífico e beba fria. Consuma em 10 dias. Com os 10% de kombucha restantes e o scoby, faça outra dose bebida.

Caso não possa fazer a kombucha por um tempo, adicione 500 ml de chá ao scoby e conserve por até dois meses num local fresco. Se por acidente o sabor do chá ficar muito acético (sabor de vinagre), despreze 90% do chá e recomece deixando fermentar por menos tempo. A kombucha nunca pode ficar destapada, porque as moscas da fruta são atraídas pelo cheiro e podem contaminar a colônia e o líquido deve estar sempre à temperatura ambiente, de forma preservar a colônia.

Parlamento Regional debate segurança pública

Em reunião ficou determinado que será encaminhado um documento ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul com a solicitação de permanência de policiais militares recém-formados para atuarem nos municípios da Serra Gaúcha

O encontro ocorreu na tarde da terça-feira (23), na sede da Câmara de Vereadores de Nova Roma do Sul com participantes de dez municípios da Serra gaúcha com o objetivo de encaminhar um documento ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul com a solicitação, entre outras, de permanência de policiais militares recém-formados para atuarem nos municípios da Serra Gaúcha.

Créditos: Legislativo Municipal Monte Belo do Sul – RS

A decisão foi tomada pelos presidentes dos Legislativos que estavam presentes na reunião com o chefe do Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO Serra), coronel Ricardo Fraga Cardoso e comandantes dos batalhões e grupos rodoviários de toda a região.

Na ocasião, o comandante relatou que pelo menos 90 policiais irão iniciar o curso com duração de oito meses para formação na área, tendo a possibilidade de alguns permanecerem na Serra Gaúcha. No Rio Grande do Sul, serão 2 mil novos brigadianos frequentando o curso. Com base nesta informação, o presidente do Legislativo bento-gonçalvense e do Parlamento, Moisés Scussel Neto (PSDB) juntamente com o vereador de Caxias do Sul, Velocino Uez (PDT), sugeriram que ao final do período eleitoral, um documento seja enviado ao Executivo Estadual para que seja dada uma atenção maior à Serra Gaúcha, na questão de permanência dos brigadianos na região. Todos os parlamentares apoiaram a ideia.

Fraga ainda apresentou dados percentuais de homicídios, sendo 66 municípios em que o CRPO Serra atua, com 223 mortes violentas. Deste total, 68% relacionados diretamente com o tráfico de drogas. “Apesar da defasagem de 50% no número de servidores da Brigada, o trabalho da corporação continua sendo feito da melhor forma possível. Mas existe a necessidade de mudanças na legislação penal urgente”, disse. Essas informações levaram ao Parlamento decidir encaminhar um manifesto à Presidência da República e ao Congresso sobre o assunto da legislação penal.

Outro tema abordado no encontro foi o cercamento eletrônico, que consiste num sistema de câmeras que faz a leitura das placas dos veículos que cruzam pelos acessos dos municípios. A maioria das cidades que participam do Parlamento possuem as câmeras de segurança, por meio de Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Serra Gaúcha (Cisga), porém ainda em fases de implantação. Segundo a Brigada Militar, é preciso investir, em sistemas de videomonitoramento.
O próximo encontro do grupo será na Câmara de Nova Bassano, no dia 14 de novembro, às 14h.

15º profissional eleito Enólogo do Ano pelos associados da ABE

Créditos: ABE

Cedenir Fortunatti, da Fante, de Flores da Cunha é o 15º profissional eleito Enólogo do Ano pelos associados da ABE. Ele recebeu o prêmio do presidente da ABE Edegar Scortegagna.

Décima etapa do Curso de Profissionalização em Viticultura concluída

Créditos: Divulgação

Nesta semana, aconteceu a Décima etapa do Curso de Profissionalização em Viticultura – Tecnologia de Aplicação de Agroquímicos, com os alunos de Santa Tereza e Monte Belo do Sul. O encontro foi realizado na propriedade família Tasca – Santo Izidoro. Os próximos encontros já foram agendados: 11º encontro em Santa Tereza no dia 30/11, com tema Boas Práticas Agrícolas e o encontra “extra”, no início de janeiro de 2019, com uma viagem de conhecimento e estudos nos vinhais da Campanha Gaúcha.

Inauguradas pavimentações totalizando mais de 4 mil metros de extensão

Inauguração pavimentação Linha Anunciata // Créditos: Priscila Pilletti

Nos 118 anos de emancipação política de Garibaldi, o momento é de celebrar as conquistas e realizações alcançadas para a comunidade garibaldense. Durante a semana, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Obras, já inaugurou oito pavimentações asfálticas e poliédricas, totalizando mais de 4 mil metros de estradas em melhores condições e um investimento de quase R$ 3 milhões.

Ao fazer a entrega oficial da rua Engenheiro Victório De Negri, o prefeito Antonio Cettolin lembrou a substituição da drenagem realizada antes da pavimentação, acatando a uma reivindicação da comunidade. “Essa etapa não podemos enxergar, mas evita que haja acúmulo de água no local, mesmo com grandes quantidades de precipitações”, acrescentou Cettolin.

Inauguração rua Domingos Paganelli // Créditos: Jean Teixeira

A via que divide os bairros Alfândega e Bela Vista liga a rua Buarque de Macedo à Rota do Sol, redistribuindo o fluxo de veículos. “A melhoria foi de 100%”, garante João Cadorin, que reside e comanda um estabelecimento na rua e agradeceu a intervenção, em nome dos moradores das proximidades.

Ainda na área urbana, nesta semana foram inauguradas as ruas Alencar Araripe, General Osório, Domingos Paganelli, Siqueira Campos e Jacarandá.

Interior
Entre as melhorias nas comunidades do interior previstas a serem inauguradas na programação de aniversário, houve a entrega de mil metros de asfalto na estrada entre Linha Anunciata e São José de Costa Real, nesta quinta-feira, dia 25. “Falta pouco para alcançarmos nossa meta de ligar totalmente ao distrito com capa asfáltica e proporcionar melhores condições de vida aos moradores do campo”, afirmou Cettolin.

Os moradores da Linha Anunciata, além de Santo Alexandre, São José de Costa Real e Linha Presidente Soares, receberam com grande alegria a obra, com direito a fogos de artifício. “Estamos em festa, só temos a agradecer”, afirmou Jair Betinelli.

Próximas obras a serem inauguradas

26 de outubro (sexta-feira)
18h – Inauguração da pavimentação da estrada Linha Araújo e Souza a São Gotardo

27 de outubro (sábado)
11h30min – Inauguração da pavimentação da rua Dante Bonotto

29 de outubro (segunda-feira)
Inaugurações das pavimentações das ruas:
18h – Júlio João Zanotto

30 de outubro (terça-feira)
17h30min – Visita à obra de pavimentação de Borghetto à Linha Baú
18h – Inauguração da pavimentação e ordem de início de novo trecho da Marcílio Dias
18h30min – Inauguração da pavimentação da estrada São Gabriel

Campanha Municipal de Atualização das Vacinas para a população adulta

Nos meses de outubro e novembro a Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social estará promovendo a Campanha de Vacinação para pessoas adultas, em Monte Belo do Sul.

A mobilização ocorrerá em cinco dias e será dividida entre as comunidades do município. Os moradores da sede poderão atualizar suas vacinas em qualquer um dos dias.

O atendimento será realizado na Unidade Básica de Saúde, das 13h às 19h30min.