Vinícola da Inglaterra cria gim feito com uvas pinot noir e especiarias

Destilado de marca britânica leva uvas junto de infusões de zimbro, frutas, ervas e flores

A ideia é mostrar que as uvas também podem ser usadas para produzir destilados — e não apenas vinhos Foto: Divulgação

Uma pequena vinícola boutique da Inglaterra criou uma variedade de gim feita com uvas pinot noir e ervas, frutas, flores e grãos diversos. A ideia é mostrar que as uvas também podem ser usadas para produzir destilados — e não apenas vinhos. O Chapel Down Gin é produzido usando as peles das mesmas uvas pinot noir cultivadas para fazer um espumante da marca. Depois o destilado é infundido com zimbro, coentro, bagas vermelhas secas, botões de rosa, frutas cítricas e outros grãos e flores.

Outros lançamentos da Chapel Down são o gim e a vodca de uvas viníferas. Foto: divulgação

 

O enólogo da marca, Josh Donaghay-Spire, explica que a mistura criou um gim com notas aromáticas que remetem à primavera. A nova estação começa nesta semana no hemisfério norte, data também do lançamento da nova bebida. “O resultado é um gim aromático cor-de-rosa com aromas de frutas vermelhas que equilibram o paladar do zimbro com notas cítricas”, disse o enólogo, através da assessoria de imprensa da Chapel Down. O gim de pinot noir tem uma graduação alcoólica de 41,2% e custa £ 35 a garrafa (R$ 176). Por enquanto, a bebida é encontrada apenas na Inglaterra.

Uvas e destilados

A mistura  de uvas com destilados não é bem uma novidade para o consultor e bartender Diego Bastos. Ele afirma que as uvas viníferas já são usadas há muito tempo na produção de bebidas que não sejam apenas vinhos. A vodca Cîroc e os conhaques – ou brandy –, por exemplo, levam a fruta como base do destilado. “Ela [uva] pode dar um paladar mais suavizado. Pra trabalhar em bar é perfeito, eu mesmo tenho coquetel com infusão de vinho diretamente na gim tônica, o Rose & Quartz, que já foi premiado pelo Bom Gourmet inclusive”, explica o bartender.

Para ele, a diversificação das marcas para alguns nichos específicos é uma tendência de mercado, e não seria diferente com o gim. O destilado está na moda e foi resgatado da coquetelaria clássica. “É bem comum as marcas partirem pra isso, tal como o Tanqueray Flor de Sevilla e Beefeater Pink, cada um com sua peculiaridade. Para o comportamento de consumo é excelente, afinal, quanto mais produtos de qualidade, melhor. O posicionamento de mercado vai determinar isso juntamente com a versatilidade e qualidade do produto, sem mencionar preço. Pra quem tá entrando agora no mundo dos coquetéis, é uma porta de entrada mais fácil, pois foca em agradar mais paladares”, finaliza Bastos”.

O gim da Chapel Down tem uma graduação alcoólica de 41,2% e é produzido com uvas pinot noir. Foto: divulgação

Destilados de vinho
“Além do Pinot Noir Gin, a Chapel Down já tem outros dois rótulos de destilados feitos com uvas viníferas. O Bacchus Gin e a Chardonnay Vodka foram lançados em novembro de 2017 logo após um espumante da marca levar 18 medalhas no International Wine Awards.

No ano passado, o mesmo Coty Coeur de Cuvée 2013 foi responsável por mais uma premiação à pequena vinícola próxima ao Canal da Mancha, o Gold Outstanding do concurso internacional Wine & Spirits. A Kit’s Coty tem em torno de 38 hectares e cultiva as uvas das variedades pinot noir, chardonnay e bacchus.

A Chapel Down ainda produz a cerveja Curious Brew, a cidra Curiouser e o conhaque Lamberhurst. No entanto, nenhuma das bebidas da marca é vendida no Brasil e nem enviadas ao país “por conta dos altos custos de entrega, que inviabilizam a venda”, explicou a marca à reportagem.