Criação da Zona Franca da Uva e do Vinho volta ao debate neste domingo no Spa do Vinho

Painel organizado pelo Fórum Intermunicipal de Planejamento Turístico e Econômico terá a presença do Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

Sócia-diretora Deborah Villas-Bôas Dadalt, com os produtos Caudalie, exclusividade dos tratamentos vinoterápicos do Spa do Vinho Foto Arquivo/.DOC Assessoria

A criação da Zona Franca da Uva e do Vinho volta à roda de debates neste domingo (10), mobilizando autoridades da Serra Gaúcha e de entidades ligadas ao setor vitivinícola no Spa do Vinho, em Bento Gonçalves. A programação, contará com a presença do Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.
A criação da Zona Franca da Uva e do Vinho foi proposta em projeto de lei de autoria do deputado federal João Derly, visando isenção de impostos para na venda de vinhos no varejo em 23 cidades da Serra Gaúcha que detém produção vitivinícola. A intenção do projeto é estimular o desenvolvimento da vitivinicultura local e o enoturismo na região. Conforme o Ibravin, a tributação nos vinhos corresponde a mais da metade do valor do produto.
Para a sócia-diretora do Spa do Vinho, Deborah Villas-Bôas Dadalt, a redução de impostos vai incrementar ainda mais o enoturismo na região da Uva e do Vinho. “Só o Vale dos Vinhedos recebe mais de 400 mil turistas por ano. Com a redução dos impostos na venda direta de vinhos aos turistas e visitantes, podemos incrementar sobremaneira este fluxo, gerando novos empreendimentos, empregos e desenvolvimento econômico e social em toda região Uva e Vinho”, destaca.

O prefeito Guilherme Pasin ressalta a importância de ter o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, em Bento Gonçalves e na Serra Gaúcha. “Uma grande oportunidade para a região receber uma figura política que tem um grande desafio com a Reforma da Previdência e na reconstrução do nosso país, que estará conhecendo os anseios da região. A criação de uma zona livre e a redução tributária alavancaria o desenvolvimento econômico a patamares nunca antes vistos”. O Prefeito também destaca a “oportunidade para as lideranças locais demonstrarem a preocupação para o andamento de projetos como duplicação da BR 470. Prolongamento da 448 e outras demandas”.
A ideia da Zona Franca surgiu a partir da experiência do próprio Spa do Vinho. “Muitos dos nossos hóspedes se queixam de não encontrarem vinhos com valores mais atraentes no produtor, às vezes até mais caros do que nos grandes supermercados ou distribuidores. Isto acontece em função da alta carga tributária imposta ao produto”, explica Deborah. A proposta inicial abrangia apenas o Vale dos Vinhedos, mas o projeto tomou corpo e mais municípios foram se engajando à iniciativa. Será necessário criar uma entidades reguladora para normatizar e fiscalizar a Zona Franca, reunindo todos os municípios que estejam estruturados para ingressar no projeto. As 23 cidades propostas pela Zona Franca da Uva e do Vinho são Bento Gonçalves, Garibaldi, Monte Belo do Sul, Antônio Prado, Boa Vista do Sul, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Coronel Pilar, Cotiporã, Farroupilha, Flores da Cunha, Guaporé, Ipê, Nova Pádua, Nova Prata, Nova Roma do Sul, Pinto Bandeira, Salvador do Sul, Santa Tereza, São Marcos, São Valentim do Sul, Veranopólis e Vila Flores.

Painel Especial para acelerar o trâmite em Brasília
Neste momento o Projeto de Lei No 9.045/17 encontra-se arquivado pois seu autor, João Derly, não se reelegeu nas últimas eleições. Após assumir como Secretário do Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul, Derly manteve o apoio ao projeto, que agora será assumido por novos autores para seguir tramitando na Câmara. Este “apadrinhamento” e a formação de uma comissão que acelere os trabalhos será o foco principal do Painel que acontece neste domingo no Vale dos Vinhedos. Mais de uma dezena de Prefeituras da região Uva e Vinho já confirmaram presença, assim como o próprio Deputado Rodrigo Maia. Após o Painel, os convidados almoçarão em evento fechado no Restaurante Leopoldina do Spa do Vinho.

Serviço:
Painel Zona Franca Uva e o Vinho na Serra Gaúcha (Projeto de Lei 9045/2017)
Local: Centro de Eventos Spa do Vinho Hotel & Condomínio Vitivinícola (Rodovia 444, Km 21, s/n, Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves, RS)
Horário: das 10h às 12h30

Câmara de Monte Belo aprova projeto para assegurar aos portadores de deficiência um percentual de vagas quando da realização de processos seletivos

A Câmara de Vereadores de Monte Belo do Sul, aprovou na quarta-feira, 06 de março, por unanimidade de votos e em regime de urgência o Projeto de Lei nº011/2019, que altera aredação dos artigos 1º, 2º, 3º e paragrafo 1º, 4º e 5º da lei municipal nº 1.327/2017, de 06 de dezembro de 2017. Segundo a justificativa do projeto, a matéria busca criar normativa municipal, em consonância com o que estabelece a Constituição Federal, no Inciso VIII, do Art. 37, para assegurar aos portadores de deficiência um percentual de vagas quando da realização de processos seletivos no âmbito municipal. Sendo assim, o projeto visa estimular a inclusão e a isonomia, ou seja, a igualdade de todos perante a Lei, garantindo a quota de vagas aos portadores de necessidades especiais que poderão concorrer às mesmas conforme suas deficiências, devidamente apuradas por junta médica instituída pelo Município.

Emater/RS-Ascar se prepara para a 20ª Expodireto

A Expodireto Cotrijal dará início, na segunda-feira (11/03), em Não-Me-Toque, a uma semana dedicada ao agronegócio. E a Emater/RS-Ascar estará presente trazendo novidades para o evento onde todas as atividades se conectam ao tema “Semeando ideias para colher alimentos”. Em uma área de dois hectares ocupados pela Instituição, os extensionistas apresentam 16 temas técnicos, divididos em 11 grandes parcelas, além do tradicional Recanto Temático, que abordará a história da erva-mate.
A programação será intensa na área da Instituição que tem seu foco na agricultura familiar. Diariamente, ocorrem oficinas de diferentes assuntos como alimentação saudável, bovinocultura leiteira, piscicultura e plantas bioativas. Além disso, importantes eventos como o 4º Fórum Estadual de Conservação de Solo e Água, o 12º Fórum Florestal RS, o tradicional Café Com Leite para a Imprensa e a Degustação e Análise Sensorial de Salame para o Consumidor estão sendo cuidadosamente preparados.
Na Cozinha Didática extensionistas preparam o resgate de biscoitos e bolachas caseiras, além de trazer aos visitantes informações sobre rotulagem dos alimentos. Já na Bovinocultura Leiteira, o convite está feito para quem quiser conhecer o funcionamento da “máquina de produzir leite”, com enfoques distintos para produtores e para visitantes. Vale a pena conferir.
“O Cooperativismo como indutor do desenvolvimento” é a forma como será apresentado o tema na Expodireto 2019. O Cooperativismo vem, a cada ano, conquistando mais espaço e novos associados e contribuindo cada vez mais com o desenvolvimento local e regional. Dentro desta perspectiva a equipe apresentará um pouco do dinamismo e inserção das cooperativas no desenvolvimento local e regional, bem como o trabalho que as equipes das Unidades de Cooperativismo (UCPs) da Emater/RS-Ascar realizaram em prol do fortalecimento e melhoramento da gestão das cooperativas agropecuárias atendidas pelo Programa de Extensão Produtiva (PEC), coordenado pela Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural. No mesmo espaço será apresentado o Programa Gestão Sustentável da Agricultura Família, instituído em 2016 e que vem produzindo resultados práticos importantes. O Programa é executado pela Emater/RS-Ascar e tem o objetivo de promover a gestão e adequação socioeconômica e ambiental das propriedades rurais familiares do Rio Grande do Sul, por meio do acompanhamento da execução dos Planos de Gestão, das ações de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) e da construção de indicadores de impactos econômicos, sociais e ambientais.
Na parcela da Apicultura e Meliponicultura serão apresentadas algumas espécies de abelhas sem ferrão, de ocorrência natural no Rio Grande do Sul, além de materiais e equipamentos para Apis melífera. Já na Piscicultura a proposta é socializar informações sobre manejo de açudes, cultivo de peixes, processamento de pescado, com diversos tipos de cortes, e o preparo de pratos. Os temas visam despertar as famílias rurais para a possibilidade de geração de emprego e renda, por meio de agroindústrias de processamento de peixe.
A produção de legumes e hortaliças, no espaço da Horticultura, coloca o planejamento na raiz do trabalho executado na horta. Um espaço que pode ser pequeno, mas altamente produtivo durante o ano inteiro, alimentando não apenas a família rural mas também o público urbano, que tem de recorrer ao supermercado ou feira.
A contribuição das etnias holandesa, africana, portuguesa, alemã e italiana na manipulação e no consumo de plantas bioativas – condimentares, aromáticas e medicinais – estará presente no espaço do Horto de Plantas Bioativas, um dos maiores do Estado. Já quem está disposto a comprar horas de lazer, comida típica, boa hospedagem pode conferir as opções oferecidas pelo turismo rural, outro tema presente no espaço da Emater/RS-Ascar.
Uma grande parcela, chamada de Integrada, tratará de temas que se interligam. Nela os visitantes poderão obter informações sobre manejo de culturas, solos, irrigação, tecnologia de aplicação de defensivos agrícolas e manejo integrado de pragas e energia fotovoltaica.
O Recanto Temático este ano traz para a Expodireto “O Mundo da Erva-mate”, história que será contada em cenários começando pelo Brasil Colônia, quando os índios consumiam as folhas da planta, até os dias atuais.
Também já tradicional da Expodireto, presente desde 2007, a parcela das Florestas Comerciais é o local de referência na área florestal no parque. Abriga a distribuição de erva-mate e mostra de produtos à base de erva-mate, além de oferecer água para chimarrão e/ou tereré. Para a edição de 2019, foi construído um galpão em madeira, substituindo as pirâmides plásticas, para melhor combinar com o propósito florestal da parcela.
Outro espaço campeão de audiência dentro da área da Emater/RS-Ascar é o Silo Secador e a Armazenagem de Grãos na propriedade. Os interessados no assunto saem da parcela com todas as informações sobre a construção, a viabilidade e as vantagens da tecnologia do silo secador de grãos. Para este ano haverá na parcela uma máquina extrusora de óleo de soja, com o objetivo de mostrar ao visitante a opção que o produtor tem de, além de armazenar e ter um produto com qualidade, poder extrair o óleo de soja obtendo o óleo e o farelo de soja como subproduto que é utilizado na fabricação de ração.

Corte da 16ª Fenavinho será disputada por 26 candidatas

Escolha definirá nova corte da Fenavinho, representada, pela primeira vez, pela Imperatriz do Vinho Sandra Guerra

O concurso que elegerá a corte da 16ª edição da Festa Nacional do Vinho será disputado por 26 mulheres – dentre as quais três conquistarão a coroa de Imperatriz do Vinho e damas de honra da Fenavinho, festividade que ocorre de 13 a 23 de junho, concomitante a ExpoBento 2019, em Bento Gonçalves.
Todas elas representam entidades e bairros da cidade, comprovando o caráter comunitário do evento, e cumprem os critérios exigidos pela organização do concurso: mulheres solteiras com idade entre 18 aos 28 anos, moradoras de Bento Gonçalves há pelo menos um ano e dispostas a cumprir com os compromissos para representar a festa. A escolha da Imperatriz do Vinho e das Damas de Honra está agendada para ocorrer na noite de 6 de abril, em local a ser redefinido em breve, devido ao grande número de inscrições.
As candidatas passarão por um período preparatório, no qual aprenderão sobre a história da Fenavinho e sobre a cultura da uva e do vinho que tanta fama deram ao município. Para definir a nova corte da festa, as candidatas passarão por duas etapas: a entrevista, quando serão avaliados critérios como apresentação, comunicação e expressão; e o desfile, momento em que os jurados estarão atentos a aspectos como simpatia, desenvoltura e beleza.
Ao longo da história da Fenavinho, a escolha da corte encarregada de divulgar a festa tornou-se um dos momentos mais emblemáticos e aguardados pela comunidade, pois simboliza seu envolvimento com o evento surgido em 1967. Para Rodrigo Parisotto, secretário de Turismo e responsável pela área de Cultura e Relação com a Comunidade da 16ª Fenavinho, o grande número de candidatas expressa a relação de afeto existente entre a cidade e a Fenavinho. “Estou muito feliz e até surpreso pela quantidade de candidatas querendo fazer parte da corte da Fenavinho, tanto tempo depois da última edição, ocorrida em 2011. Isso representa todo o carinho da comunidade pela festa e de como ela estava fazendo falta para Bento Gonçalves. Só demonstra como foi feliz esse movimento de resgatar a Fenavinho, que está mais viva do que nunca”, comentou.
Para Elton Paulo Gialdi, presidente do CIC-BG, entidade promotora da 16ª Fenavinho, a resposta da comunidade para os eventos da festa demonstra quanto a cidade estava órfã desse histórico evento. “A Fenavinho causa uma sensação de pertencimento a toda comunidade, pois ela é a verdadeira promotora dessa festa. O expressivo número de meninas querendo ser a Imperatriz do Vinho é um espelho de como todos estavam com saudades da Fenavinho”, disse.

Atrações estão sendo divulgadas
A 16ª Fenavinho ocorrerá depois de oito anos da última edição, concomitantemente à ExpoBento, entre os dias 13 e 23 de junho, no Parque de Eventos. Aos poucos, o público vai conhecendo as atrações da maior festa popular de Bento Gonçalves.
Além de vinícolas expondo seus produtos, a Fenavinho contará com uma Vila Típica, integrada à área gastronômica e ao espaço da agroindústria. A atmosfera das praças, tradicionais pontos de encontro e convivência comunitária do interior, será representada por espaços com apresentações cênicas, artísticas e musicais. Túnel do Tempo contando os mais de 50 anos de história da festa, cursos de degustação, gastronomia farta e a Piccola Città, espaço com ações na área da educação patrimonial, lazer e recreação ao público infanto-juvenil, também farão parte das atrações do encontro. Outras ações emblemáticas da Fenavinho, como o Vinho Encanado e o Desfile de Carros Alegóricos, estão confirmadas e farão a alegria da comunidade e dos turistas.

Cinco marcas importantes na história da Fenavinho

Legado que a Festa Nacional do Vinho começou a construir 52 anos atrás reflete-se, até hoje, nos setores vinícola e turístico – e, também, na memória afetiva da comunidade

Desfile dos carros alegórios. A principal marca deixada pelas alegorias foi o incentivo ao trabalho da comunidade local – Acervo Itacyr Luiz Giacomello

Emblemática, autêntica e um divisor de águas para Bento Gonçalves: são grandiosas as características que definem a relevância da Fenavinho para o município – intitulado, aliás, como capital brasileira do vinho graças a Festa. Com sua retomada confirmada e realização da 16ª edição garantida para ocorrer em junho de 2019 – de forma concomitante à 29ª ExpoBento – o evento que colocou a cidade no mapa turístico nacional celebra 52 anos da realização de sua primeira edição neste mês.
Lançada em 1967, a Fenavinho inaugurou uma era para a comunidade bento-gonçalvense ao projetar o município aos olhos de todo o país e colocá-lo, por meio do Ministério do Turismo, como expoente indutor de atividades turísticas no Brasil. É relembrada com carinho por diversas gerações, que já vivenciaram momentos especiais apreciando seus atrativos, e aguardada por outros tantos que desejam conhecer cada detalhe dessa experiência. Dentre as inúmeras contribuições consolidadas a partir do surgimento da Festa, confira a seguir cinco características que marcam o legado da Fenavinho:

A principal marca deixada pelas alegorias no desfile dos carros alegórios foi o incentivo ao trabalho da comunidade local – Acervo Itacyr Luiz Giacomello

1 – O vinho encanado
A bebida dos deuses é a estrela protagonista da festa que leva seu nome – a Fenavinho. Quem visita o evento tem a oportunidade de aprecia-la de diversas formas: seja nos nostálgicos garrafões, nas nobres garrafas ou, ainda, de um modo que chama a atenção pela engenhosidade: encanado, com distribuição pelas ruas da cidade. Essa ousada ideia nasceu com o surgimento da Festa: torneiras no centro de Bento Gonçalves jorravam vinho de graça para todos os visitantes – fato que ficou nacionalmente conhecido e atraiu os holofotes do país inteiro. Em 2019, o público poderá reviver essa experiência. Nos dois fins de semana que antecedem a 16ª Fenavinho (que ocorre de 13 a 23 de junho), a ação do vinho encanado será reeditada na ‘Via Del Vino’, na área central da cidade.

2 – O Parque de Eventos
Reconhecido atualmente como um dos maiores complexos cobertos da América Latina, o Parque de Eventos de Bento Gonçalves é um projeto tirado do papel graças ao advento da Fenavinho. A festa, que desde o surgimento se propunha a conquistar relevância nacional, necessitava de um amplo espaço para sua realização. Assim, começaram as obras para construção do primeiro pavilhão do atual complexo de edificações – são 322.566 m² de área territorial e 58.000m² de espaço coberto e climatizado. Idealizado para receber a primeira edição da Fenavinho, o parque sedia, hoje, feiras de abrangência internacional – como a FIMMA Brasil, Movelsul, ExpoBento e Wine South América, entre outras que movimentam a economia local e destacam ainda mais o município.

3 – Desfiles típicos
Os tradicionais desfiles em carros alegóricos da região receberam reforço no quesito autenticidade a partir da Fenavinho. Na primeira edição, o desfile teve como tema “O Vinho na Bíblia”, devido à grande influência da Igreja Católica na cultura local, predominantemente de colonização italiana. Foram 15 carros percorrendo as ruas da cidade. A principal marca deixada pelas alegorias foi o incentivo ao trabalho da comunidade local em prol de um projeto comum, valorizando os produtos feitos pelas pessoas que pertencem à localidade.

4 – Envolvimento comunitário
Foi a união da comunidade que tornou real o ideal do empreendedor Moysés Michelon, mentor da primeira edição da Fenavinho. Desde o apoio à divulgação até a limpeza do espaço para a festa, o envolvimento comunitário teve contribuição essencial e determinante para o sucesso do evento. A primeira Fenavinho evidenciou a verdadeira expressão cultural do povo bento-gonçalvense. Relatos da época citam que as comissões voluntárias organizaram a hospedagem e alimentação em casas da cidade – fazendo levantamento do número de quartos e das estruturas existentes para refeições em salões de Igrejas. O comprometimento dos cidadãos para com a festa estabeleceu uma nova relação entre a própria comunidade e, claro, aos olhos dos visitantes. Ao propor sua retomada, o Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves quer inspirar a comunidade, a iniciativa privada, as entidades representativas e o poder público a unirem forças em prol do resgate dessa festividade icônica para o município.

5 – Projeção nacional
A Fenavinho é a festa-mãe de todos os eventos realizados em Bento Gonçalves. A festa projetou o município em âmbito nacional, alçando-o, também, à condição de referência nos segmentos vinícola e turístico. Exemplo dessa projeção foi a primeira vinda de um presidente da república à cidade. O General Humberto de Alencar Castelo Branco esteve na Capital Brasileira do Vinho durante a 1ª Fenavinho. Na época, não havia asfaltamento entre Porto Alegre e a região, mas logo após a visita do presidente o processo asfáltico acelerou. Por esse e outros motivos, o sentimento de pertencimento da comunidade de Bento Gonçalves ao legado e simbolismo que a Fenavinho representa a nível não só regional, mas também nacional, se fortalece a cada edição.

Evento que colocou a cidade no mapa turístico nacional celebra 52 anos da realização de sua primeira edição – . Foto acervo Moysés Luiz Michelon – Site Memórias de Bento

Bento-gonçalvenses atestam aposta assertiva na instalação do Icehot

Equipamento que fornece água quente e gelada de forma gratuita em locais públicos já está instalado e pronto para o uso no bairro São Bento

Equipamento atende, também, necessidade de hidratação dos pets – Crédito Exata Comunicação

A comunidade bento-gonçalvense ganhou um reforço de peso para aproveitar ainda mais os espaços públicos do município. A instalação de um equipamento que fornece água quente e gelada da marca Icehot, na Praça Achyles Mincarone, do bairro São Bento, estimula a prática de hábitos saudáveis e o lazer ao ar livre. O mobiliário já está disponível para o uso.
A versão instalada em Bento Gonçalves está entre as mais completas da empresa – um incremento no fato de a marca ter sede no município. Além do tradicional sistema em forma de bebedouro – todo revestido em aço inox e com filtros que eliminam impurezas da água antes de servi-la, permitindo ao usuário a escolha entre água gelada, a 5°C, e quente, a 85°C – o mobiliário urbano possui recursos de acessibilidade para portadores de deficiências físicas – com torneiras em níveis mais baixos – e um dispositivo na parte inferior para a hidratação dos pets – uma espécie de vasilha que é reabastecida a cada utilização.
Outra novidade que simboliza um passo importante na prospecção de crescimento da startup é a inserção de uma tela de 50 polegadas, ultra HD e com resolução 4K, instalada na parte lateral do mobiliário. Por ser mantida através de mídias no próprio equipamento, essa facilidade permite que a propaganda adquira visibilidade e atratividade em maiores escalas, possibilitando que mais anúncios sejam inseridos.
Assim, todos esses benefícios podem ser ofertados de forma gratuita à população, uma vez que o Icehot não necessita de investimento do município para a instalação – que arca, apenas, com o fornecimento de água e energia elétrica para o funcionamento. O Secretário de Meio Ambiente de Bento Gonçalves, Claudiomiro Laurindo Dias, confirma essa aposta assertiva do poder público em formar parceria com a marca. “A frequência de pessoas neste local é muito alta, seja em fins de tarde ou aos finais de semana, e é justamente essa ocupação que torna os espaços cada vez mais seguros. Por isso, é muito importante disponibilizar novidades para que a população possa aproveitar o dia em família, tomando um chimarrão ou uma água gelada, sem onerar custos ao município”, reforça Dias.
Conferindo na prática a comodidade proporcionada pelo equipamento, o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, aproveitou a funcionalidade do acesso gratuito à agua quente para tomar um chimarrão no final da tarde de sexta-feira (01) – e elogiou o resultado da parceria firmada entre a startup e o poder público municipal. “Nós ficamos muito felizes com essa parceria com o Icehot, pois além da tecnologia que aporta a uma praça pública, traz qualidade de vida e um bem estar social aos nossos munícipes”, reitera o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin.
Saiba mais sobre a startup pelo site www.icehot.net.br, e-mail contato@icehot.net.br ou pelo fone (54) 3453 8068.

Cooperativa Vinícola Garibaldi vai a Nova Iorque em busca de novos negócios

Marca gaúcha estará na feira Vinexpo NY para apresentar sua excelência na elaboração de espumantes

A Cooperativa Vinícola Garibaldi embarca rumo a Nova Iorque, nos Estados Unidos, para alinhar novos negócios com o mercado norte-americano: a marca estará pela primeira vez no Vinexpo NY – maior evento comercial de vinhos e destilados focado na América do Norte. Nos dias 4 e 5 de março, os visitantes poderão conhecer na taça a qualidade de espumantes que carregam o terroir da Serra gaúcha e a assinatura da vinícola brasileira mais premiada em 2018.
Conforme a gerente comercial Luciana Andreola, a participação é estratégica para alinhar novas parcerias e conquistar presença de marca em solo estadunidense. “Os EUA são os maiores importadores de espumantes, e a Garibaldi possui produtos de excelência – com diversas premiações internacionais atestando essa qualidade. Na Vinexpo, vamos apresentar a linha Amaze, desenvolvida especialmente para o mercado internacional. A expectativa é conquistar grandes redes e lojas com atendimento a eventos”.

Sobre a Cooperativa Vinícola Garibaldi
A história da Cooperativa Vinícola Garibaldi começou a ser escrita em 1931, pela união de diversas famílias de agricultores como alternativa para vencer as dificuldades econômicas do país na época. Atualmente, são 400 famílias associadas, localizadas em 15 municípios da Serra gaúcha. Seu portfólio tem 65 produtos distribuídos em 12 marcas, entre espumantes, vinhos tintos e brancos, linhas de exportação, frisantes, filtrados e sucos de uva – além de opções orgânicas e biodinâmicas.

Vindima 2019 Pinto Bandeira reúne 200 pessoas

Os espumantes de Pinto Bandeira se reuniram em uma festa especial da Vindima que aconteceu no sábado, 02 de março na Linha 28, no Centro Tecnológico da Aurora. Cerca de 200 pessoas participaram do evento que teve música ao vivo, espumantes da região de Pinto Bandeira, Cave Geisse, Don Giovani, Vinícola Aurora e Valmarino, suco de uva, água, tradicional porchetta e sobremesa do Chef Giordano Tarso.
O Prefeito de Pinto Bandeira, Hadair Ferrari, o Prefeito de Bento Gonçalves Guilherme Pasin, vice-prefeito de Pinto Bandeira, Daniel Pavan, Presidente da Câmara de Vereadores de Pinto Bandeira Adilso Antônio Salini prestigiaram o evento. Também estiveram no evento Marco Antônio Salton, Enólogo e Sócio proprietário da Vinícola Valmarin, atual presidente da Asprovinho – Associação dos Produtores de Vinhos Pinto Bandeira, Rodrigo Arpini Valério, Gerente de Marketing da Cooperativa Vinícola Aurora, Carlos Abarzúa, enólogo da Vinícola Geisse, Daniel Geisse, Rodrigo Geisse, o diretor da vinícola Don Giovanni, Daniel Panizzi e o casal Ayrton e Beatriz Dreher Giovannini. O pároco Luiz Antonio Mascarello de Pinto Bandeira também deu uma passada no evento.

Helen Spadari de Pinto Bandeira conquista primeiro lugar na categoria 4km na corrida da Festa da Uva

Foto: Mateus Argenta / Divulgação / Divulgação

Helen Spadari de Pinto Bandeira foi a vencedora na categoria feminina nos 4km, fez a prova em 14 minutos e 48 segundos. O vencedor da categoria 4km, Moisés Silveira Júnior, foi o primeiro a chegar com um tempo de 13 minutos e 6 segundos.
A programação da Festa Nacional da Uva começou às 7h neste domingo, com a concentração da Corrida da Festa da Uva. A competição foi organizada pela Secretaria Municipal do Esporte e Lazer (Smel) e incluiu as categorias de 4km, 8km e corrida kids (50 a 500 metros). De acordo com a organização do evento, 686 pessoas participaram.
O ponto de largada e chegada foi próximo do Pavilhão Nostro Negócio, dentro do Parque de Eventos, e o percurso para adultos foi realizado também nas ruas no entorno dos pavilhões.
A largada dos atletas adultos aconteceu pontualmente às 7h30. O vencedor da categoria 4km, Moisés Silveira Júnior, foi o primeiro a chegar com um tempo de 13 minutos e 6 segundos. Já a mulher que ganhou essa categoria, Helen Spadari de Pinto Bandeira fez a prova em 14 minutos e 48 segundos. Na modalidade de 8km, a vencedora foi Sabine Heitling, que completou a prova em 30 minutos e 52 segundos. Vinícius da Silva foi o primeiro colocado nessa categoria com um tempo de 25 minutos e 42 segundos.
Após a modalidade adulta, foi a vez da corrida kids (até 13 anos) que atraiu a atenção de todos os participantes. O percurso variou entre 50 e 500 metros, conforme a idade, e foi realizado dentro do parque.
Todos os participantes ganharam medalhas. As cinco primeiras colocações masculinas e femininas receberam troféus e uma premiação em dinheiro, que variou de R$ 100 a R$ 400. A equipe de corrida com mais inscritos também recebeu um troféu, que foi a Fundação Marcopolo com 51 participantes. A entrega da premiação foi feita pela rainha da Festa da Uva, Maiara Perottoni. A corrida kids não teve pontuação oficial.

Vencedores
Prova 4km
Masculino:
1º lugar – MOISÉS SILVEIRA MASCULINO JUNIOR
2º lugar – RUDINEI MARTINS DE MELLO
3º lugar – FLÁVIO GOMES DE LIMA
4º lugar – ANDERSON SACOMAN PEREIRA
5º lugar – ÉRIC GONÇALVES CAPOVILLA
Feminino:
1º lugar – HELEN SPADARI
2º lugar – KÁREN BRUNETTO
3º lugar – MARLI DA ROSA VIEIRA
4º lugar – KELLI ALVES
5º lugar – SOLANGE MARIA CECHIN

Prova 8km
Masculino:
1º lugar – VINICIUS BERNARDON DA SILVA
2º lugar – NATANIEL FRUET
3º lugar – OSVALDO DO NASCIMENTO DE SOUZA
4º lugar – ALCEU DO NASCIMENTO DA SILVA
5º lugar – GUILHERME MARI
Feminino:
1º lugar – SABINE LETICIA HEITLING
2º lugar – DEYSE DOS SANTOS SANTOS
3º lugar – SUELEN SPADARI
4º lugar – ALESSANDRA MONTANARI
5º lugar – ELISANGELA SIMÃO JANES

Equipe com maior número de inscritos:
Fundação Marcopolo – 51 participantes

Carnaval Dal Pizzol

O verdadeiro sentido da folia.  Descritivo do evento: O carnaval será repleto de experiências e sensações inesquecíveis na Dal Pizzol.
Convide os amigos e desfrute de momentos únicos em harmonia com nossos vinhos e espumantes no ambiente inspirador que você já conhece!
Datas: de 01 a 05/03
Horário de atendimento: 01, 04 e 05/03 das 09h às 17h
​02 e 03/03 das 10 às 17h
Nos dias 02 e 03/03 a partir das 15h, nosso evento será animado pelo Acústico Ale Lucietto

EXPERIÊNCIAS SENSORIAIS
Um minicurso de degustação que explora os aromas e sabores presentes em cada vinho degustado, juntamente com componentes gastronômicos, permitindo vivenciar algumas descobertas gustativas únicas, através dos sentidos.

Local: Ecomuseu da Cultura do Vinho Dal Pizzol
Datas: de 01 a 05/03
Horários: 10h30min, 13h e 15h
Duração: Em torno de 1h30min

Reservas:
Fone: 54 3449 2255
Whatsapp: 54 9 9989 7649
E-mail: enoturismo@dalpizzol.com.br
Valor da inscrição: R$ 90,00 (inscritos ganham isenção da entrada)
Vagas limitadas e reservas válidas somente com 50% do valor antecipado. Durante o período, não serão oferecidas algumas atividades.
Para maiores informações, consulte-nos.

FOOD TRUCK NO JARDIM – Chef Gerson Bem

Cardápio
• Hambúrguer recheado de gorgonzola com cebola caramelada e batata frita ou anel de cebola
• Hambúrguer de carne simples com batata frita ou anel de cebola
• Hambúrguer de frango com batata frita ou anel de cebola
• Risoto de frango com limão siciliano
• Risoto de aspargos com cebola caramelada
• Penne à carbonara
• Penne ao molho de tomate seco com rúcula

Tábua de Frios
• Azeitona, queijo colonial, gorgonzola, salame, copa, ovo de codorna

Porções
• Coxinha de palmito com alho-poró (12un)
• Pastel de carne (12 un)
• Pastel de camarão (12 un)
• Churros de doce de leite (12 un)
• Aipim frito (12 un)
• Trufa de morango
• Trufa de uva
*Valores de ingressos não inclusos