Produtores cultivam cogumelos

Produtor Guinter Zanchet Jacobi Foto: Marlove Perin

O Engenheiro Agrônomo e produtor Guinter Zanchet Jacobi, e seu sócio Ricardo Faccio, desde janeiro vem investindo no cultivo de cogumelos, em Santo Alexandre, interior de Garibaldi.
Os produtores possuem uma estufa de 150m² e cultiva cogumelos Shimeji Branco e Hiratake Salmão. A colheita é feita todos os dias e o bom desenvolvimento do fungo depende muito das condições climáticas, onde o ideal são 20 a 25°C. “Nossa capacidade atual de produção ainda é pequena, porém nossa meta é produzir 100 quilos de cogumelos por semana” explica. Já estamos vendendo para restaurantes, armazéns e consumidores finais” diz.
“As pessoas estão descobrindo o cogumelo como um alimento de alto valor proteico, uma opção para quem não come carne. Tem muita fibra, bom nível de ferro, cálcio e vitaminas do complexo B. E além disso, tem boa digestibilidade e é isento de gordura”, elenca o Agrônomo.
O processo de produção de cogumelos, explica Guinter, é um pouco complexo e exige muita capacitação, a qual vem estudando há pelo menos 3 anos sobre o cultivo. Tudo começa com o preparo do substrato, que é o “alimento” dos fungos.
O material passa por vários processos (triturador, compostagem, caldeira) até chegar ao produto final, que é o substrato propriamente

Cogumelos Hiratake Salmão Foto: Marlove Perin

dito e que será inoculado por cepas (micélio), ensacado e colocado em estantes numa estufa com temperatura, ventilação e umidade controladas para que depois seja induzida a frutificação.

Por que cultivar cogumelos?
No Brasil, a produção de cogumelos está em fase de expansão, sendo o consumo “per capita” no país de 288g/ano, com perspectivas de aumento. Para se ter uma ideia, na França o consumo é de 2 kg/ano.
Trata-se de um alimento de alto valor nutricional, rico em proteínas, vitaminas, fibras, carboidratos, minerais e com propriedades farmacológicas. Seus princípios ativos têm potencial terapêutico: intensificam a atividade das células de defesa do organismo, a reorganização imunológica e são utilizados como tratamento complementar para diversas enfermidades.
A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia possui um banco genético com cerca de 400 espécies de cogumelos para uso humano, de interesse alimentar e medicinal, coletados em diversas regiões brasileiras e também em outros países.

Cogumelos Shimeji Branco Foto: Marlove Perin