Terroir de Santa Catarina estará na Wine South America 2019

A singularidade das praias, os encantos dos campos e da serra, e a diversidade étnica são elementos que compõem o estado de Santa Catarina. Características que refletem na tradição e inovação voltadas à produção vinícola e que poderão ser descobertas por enólogos, sommeliers, jornalistas e apreciadores de vinho durante a Wine South America 2019, em Bento Gonçalves (RS), de 25 a 27 de setembro.
Este peculiar terroir estará em evidência no stand do Sebrae Santa Catarina. Destaque para a região Vales da Uva Goethe, a primeira e única Indicação de Procedência do setor vinícola no Estado. A variedade de uva, que carrega uma rica história no Brasil de mais de 120 anos e uma forte ligação com a imigração italiana, apresenta particularidades brasileiras.
A localização entre o mar e a serra aliada as características de solo, clima, altitude e relevo é a combinação de fatores naturais que resulta em vinhos, frisantes e espumantes leves, frescos e aromáticos. “Os produtos elaborados com a uva Goethe foram apresentados na primeira edição da Wine South America. Os perfumes e sabores de frutas nativas do Brasil conquistaram novos apreciadores e mostraram que são vinhos raros, típicos, únicos, descontraídos, refrescantes, complexos e persistentes”, pontua o especialista em vinhos da vinícola Casa del Nonno, Matheus Damian.
No espaço dentro da Wine South America 2019, além da degustação dos produtos do território IP Vales da Uva Goethe, um material gráfico mostrará aos visitantes os potenciais ligados à gastronomia. A versatilidade da harmonização será enaltecida em receitas com base na experiência de profissionais das duas áreas. “Além de ser um vinho para todas as horas, a parte gastronômica é outro elemento surpreendente e que será apresentado na feira internacional”, explica.
Os produtos estarão representados pelas vinícolas Casa Del Nonno, De Noni, Quarezemin, Vigna Mazon e Trevisol. A Associação dos Produtores da Uva e do Vinho Goethe (ProGoethe) reúne a cadeia produtiva com o objetivo de elevar a imagem deste produto distinto e raro a fim de preservar, por meio do cultivo desta tradição feito por pequenos produtores, a identidade e cultura de descendentes de italianos no sul de Santa Catarina através da vinificação e harmonização com a gastronomia.