Embrapa lança vídeo que ensina sobre o plantio da videira

Na região de clima temperado, durante o inverno, a poda é o principal manejo do parreiral. No entanto, outra prática muito importante nesse período é o plantio das mudas de videira, que é realizado preferencialmente até o final da primavera. Esse período é ideal para fazer o plantio das chamadas mudas de raiz nua, comercializadas em estágio de dormência (sem a presença de folhas).
Buscando acompanhar as principais práticas recomendadas a cada fase do ciclo da videira, a Embrapa lança o segundo vídeo da série “Na Prática”, abordando o tema Plantio. Apresentado pelo engenheiro agrônomo Daniel Grohs, o vídeo traz as principais orientações antes, durante e após o plantio, que começa com a encomenda e escolha das mudas de qualidade, realizada geralmente no ano anterior.
O vídeo foi elaborado tanto para quem já é produtor ou para aqueles que querem começar na atividade, comercialmente ou no quintal da sua casa. Recomendações sobre os tipos de mudas, preparo da área e os cuidados após a brotação estão presentes e complementam as publicações: Guia Prático de Indicações Técnicas para o Plantio de Mudas de Videira, Guia Visual para Avaliação de Mudas e Checklist para o plantio, lançadas previamente e disponíveis gratuitamente para download no Portal da Embrapa Uva e Vinho (www.embrapa.br/uva-e-vinho).
O lançamento do vídeo acontece durante o 3º Encontro para Capacitação de Viveiristas de Videira, que reúne cerca de 80 profissionais na Empresa de Pesquisa, em Bento Gonçalves (RS), com o objetivo de servir, em conjunto com as publicações, como um material técnico simplificado para qualificar ainda mais o desenvolvimento da cultura. “Pelos comentários dos participantes e o número de acessos e compartilhamentos, que impulsionaram imediatamente o vídeo, temos certeza que o material irá fazer a diferença no campo”, avaliou Grohs.
A série “Na prática” é uma realização da Embrapa Uva e Vinho e está sendo produzida a partir das principais demandas apresentadas ao Serviço de Atendimento ao Cidadão relacionadas à viticultura e à pomicultura. Não possui uma periodicidade definida, mas a expectativa da equipe é que sejam veiculados pelos menos mais dois vídeos até o final de 2019.
Veja o vídeo na integra ou selecione abaixo qual parte quer assistir (Vídeo Na Prática Plantio da Videira: https://www.youtube.com/watch?v=o3dLx9myNP0&feature=youtu.be):

Tipos de mudas 01:02
Época de plantio 02:28
Qualidade das mudas 03:12
Preparação para o plantio 08:00
Plantio na prática 11:28
Cuidados durante a brotação 13:41
Quer saber mais? 20:06
Publicações relacionadas:

 
 
 
 

Conselho Tutelar: eleição ocorre em 6 de outubro

A Prefeitura de Monte Belo do Sul, por meio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Garibaldi (COMDICA), informa que está marcada para o dia 6 de outubro a eleição dos conselheiros tutelares para o quadriênio 2020-2023.
A votação ocorrerá na Escola Estadual Pedro Migliorini, das 8h às 17h. O voto é facultativo, direto e secreto, e podem participar todos os cidadãos maiores de 16 anos e portadores de título de eleitor. Dez candidatos concorrem às vagas.

Conheça os candidatos habilitados:
Cristiane Marques De Almeida
Márcia Rita Somenzi
Graziele Favero
Maurício Junges
Isalete Cecília Vettorazzi Ferro
Mônica Cettolin
Janete Maria Meazzi Rasia
Silvane Maria Brévia Goin
Keli Alves Paulino
Vera Lúcia Dos Passos

O que faz o Conselho Tutelar
O Conselho Tutelar é o órgão responsável por zelar pelos direitos das crianças e adolescentes, seguindo as determinações do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
Segundo o ECA, estão entre as atribuições do Conselho Tutelar atender as crianças e adolescentes nas hipóteses em que seus direitos forem violados, atender e aconselhar os pais, realizar os encaminhamentos necessários, expedir notificações, entre outros.
Deve haver, pelo menos, um Conselho Tutelar em cada município, como órgão integrante da administração pública local, composto de cinco membros titulares e cinco suplentes escolhidos pela população, para mandato de quatro anos.

Cooperativa Nova Aliança lança moscatel rosé durante a Wine South America

Produto vem para ampliar a linha Aliança, já composta pelo Brut Rosé

A segunda edição da Wine South America – Feira Internacional do Vinho inicia amanhã, dia 25, em Bento Gonçalves. A Cooperativa Nova Aliança marca presença e aproveita o principal evento de promoção do vinho da America Latina para lançar o Aliança Moscatel Rosé. Elaborado com a uvas da família dos moscatéis, com destaque para a uva Moscato de Hamburgo, através do método Charmat, o produto vem para complementar a linha Aliança, composta pelo Aliança Moscatel branco, Brut Rosé e Brut Branco.
Segundo o enólogo responsável pelo produto, Anderson Felten, o Aliança Moscatel Rosé é um produto leve e descontraído. Apresenta aromas frutados, com destaque para o morango. Em boca, chama a atenção o equilíbrio entre o açúcar e a acidez. “É um espumante que pode servir tanto para abrir uma refeição quanto para a sobremesa”, explica o enólogo.
O moscatel rosé é aposta da cooperativa, que já tinha o brut rosé, tendo que vista que o consumo desse estilo de produto cresce ano após ano no mundo inteiro, principalmente entre os jovens de 18 a 35 anos, que adotaram o vinho rosé como bebida indispensável em piqueniques, festas ao ar livre e passeios na praia.
Além do Aliança Moscatel Rosé, a Cooperativa Nova Aliança também aproveita a Wine South America para apresentar a supermercadistas, varejistas, importadores, representantes de lojas de vinhos e restaurantes do Brasil e Exterior todos os produtos que fazem parte das linhas Aliança, incluindo o suco integral, e Cerro da Cruz, cujos vinhos são elaborados com uvas vitisviníferas provenientes da Campanha Gaúcha, região na qual a cooperativa também possui uma unidade. Lançamentos recentes, como o filtrado doce em lata (branco e rosé) e a nova linha de sucos, denominada Simples Assim :), também terão espaço garantido no estande.
A Wine South America acontece de 25 a 27 de setembro, das 14h às 21h, nos pavilhões da Fundaparque, em Bento Gonçalves, e reunirá 300 marcas nacionais e internacionais. Ingressos podem ser adquiridos antecipadamente, por meio do site www.winesa.com.br, ou no local, durante o evento.

Sobre a Nova Aliança
A Cooperativa Agroindustrial Nova Aliança é fruto da união de cinco tradicionais cooperativas vitivinícolas da Serra Gaúcha: Cooperativa Aliança e a Cooperativa São Victor, de Caxias do Sul, a Cooperativa São Pedro e a Cooperativa Santo Antônio, de Flores da Cunha, e a Cooperativa Linha Jacinto, de Farroupilha. Hoje, a Nova Aliança conta com 738 associados, distribuídos em três distintas regiões vitivinícolas: Serra Gaúcha, Encruzilhada do Sul e Campanha Gaúcha.
A Nova Aliança possui uma das maiores e mais modernas plantas industriais de suco de uva integral da América Latina. Desde 2013 a produção de suco e, a partir de 2014, o envase de vinho e de espumante, estão concentrados na sede da cooperativa, em Flores da Cunha, que conta com prédio de 24 mil metros quadrados e capacidade para processar até 60 milhões de quilos de uva por ano.

Fenavinho divulga sua 17ª edição na Wine South America

Capital nacional do vinho, Bento Gonçalves sedia expressivos encontros representativos da cadeia vinícola – um deles, de negócios, ocorre de 25 a 27 de setembro: a segunda edição da Wine South America será, também, palco para divulgação da mais emblemática festa em homenagem a bebida: a Fenavinho.
A Festa Nacional do Vinho divulga os atrativos de sua 17ª edição – confirmada para ocorrer de 05 a 14 de junho de 2020 durante a WSA, aproveitando seu potencial para reunir os agentes que movimentam o mercado vitivinícola brasileiro. “A Wine South America é uma excelente oportunidade para estabelecer um networking de resultado, já que o universo brasileiro do vinho se encontra aqui, fazendo de todos, de viticultores a enófilos, grandes promotores da nossa querida festa”, comenta o coordenador do comitê da Fenavinho, Diego Bertolini.
A festa mais alegre de Bento Gonçalves – e diretamente responsável por projetar o nome da cidade nacionalmente – voltou ao calendário de eventos em 2019, depois de oito anos de ausência. Sua 16ª edição foi realizada após o CIC-BG assumir o controle da festa, encabeçando, com o aval do poder público, a negociação de dívidas que impediam a realização da maior festa de Bento Gonçalves. A Fenavinho ocorreu de forma integrada a ExpoBento – maior feira multissetorial do país. Em 2019, festa e feira formaram uma dobradinha de sucesso, aprovada pelo público. Juntas, levaram mais de 250 mil pessoas ao Parque de Eventos de Bento Gonçalves, gerando mais de R$ 40 milhões em negócios.
Ali, vinícolas, apresentações artísticas e culturais e enogastronomia integraram a programação, aliando diversão e, claro, vinho! Sua programação teve, também, o resgate do Vinho Encanado, atração que comercializa vinho no Centro da cidade, reunindo a comunidade para confraternizar em torno de um dos produtos mais característicos da cidade e diretamente ligado a seu desenvolvimento econômico. Outro atrativo retomado foi o desfile de carros alegóricos, com as comunidades do interior mostrando suas habilidades laborais e características típicas dos descendentes de imigrantes, uma verdadeira ode à cultura herdada dos italianos. Essas atrações já estão confirmadas para ocorrer novamente em 2020, no período que antecede a festa.
A Fenavinho integra o estande institucional do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves. O espaço institucional na Wine South Amercia congrega, também, outros projetos encampados pelo CIC-BG, como a ExpoBento e a Sparkling Night Run, por exemplo, e fortes indutores do turismo e fomentadores da economia local e da região.

Produtores cultivam cogumelos

Produtor Guinter Zanchet Jacobi Foto: Marlove Perin

O Engenheiro Agrônomo e produtor Guinter Zanchet Jacobi, e seu sócio Ricardo Faccio, desde janeiro vem investindo no cultivo de cogumelos, em Santo Alexandre, interior de Garibaldi.
Os produtores possuem uma estufa de 150m² e cultiva cogumelos Shimeji Branco e Hiratake Salmão. A colheita é feita todos os dias e o bom desenvolvimento do fungo depende muito das condições climáticas, onde o ideal são 20 a 25°C. “Nossa capacidade atual de produção ainda é pequena, porém nossa meta é produzir 100 quilos de cogumelos por semana” explica. Já estamos vendendo para restaurantes, armazéns e consumidores finais” diz.
“As pessoas estão descobrindo o cogumelo como um alimento de alto valor proteico, uma opção para quem não come carne. Tem muita fibra, bom nível de ferro, cálcio e vitaminas do complexo B. E além disso, tem boa digestibilidade e é isento de gordura”, elenca o Agrônomo.
O processo de produção de cogumelos, explica Guinter, é um pouco complexo e exige muita capacitação, a qual vem estudando há pelo menos 3 anos sobre o cultivo. Tudo começa com o preparo do substrato, que é o “alimento” dos fungos.
O material passa por vários processos (triturador, compostagem, caldeira) até chegar ao produto final, que é o substrato propriamente

Cogumelos Hiratake Salmão Foto: Marlove Perin

dito e que será inoculado por cepas (micélio), ensacado e colocado em estantes numa estufa com temperatura, ventilação e umidade controladas para que depois seja induzida a frutificação.

Por que cultivar cogumelos?
No Brasil, a produção de cogumelos está em fase de expansão, sendo o consumo “per capita” no país de 288g/ano, com perspectivas de aumento. Para se ter uma ideia, na França o consumo é de 2 kg/ano.
Trata-se de um alimento de alto valor nutricional, rico em proteínas, vitaminas, fibras, carboidratos, minerais e com propriedades farmacológicas. Seus princípios ativos têm potencial terapêutico: intensificam a atividade das células de defesa do organismo, a reorganização imunológica e são utilizados como tratamento complementar para diversas enfermidades.
A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia possui um banco genético com cerca de 400 espécies de cogumelos para uso humano, de interesse alimentar e medicinal, coletados em diversas regiões brasileiras e também em outros países.

Cogumelos Shimeji Branco Foto: Marlove Perin

Vinícola Aurora triplica exportações de suco de uva integral em 8 meses

As expectativas da Vinícola Aurora em relação ao seu suco de uva integral no mercado externo não poderiam ser mais positivas. Com base nos recentes resultados, a maior vinícola do Brasil espera chegar ao final de 2019 com um volume exportado de suco de uva integral 400% maior que o resultado do ano passado. A empresa espera fechar novos negócios nesta semana, durante a 2ª Wine South America – feira internacional do vinho realizada em Bento Gonçalves, de 25 a 27 de setembro – quando receberá 27 importadores de 13 países, sendo alguns dos destinos para os quais já exporta com sucesso.
Foram exportadas 142.308 garrafas do produto de janeiro a agosto deste ano, mais que o triplo em relação ao igual período do ano passado e 60% a mais em relação aos 12 meses de 2018 (56.891 litros). Nestes 8 meses, o suco seguiu para 9 países, 5 deles novos compradores do produto: Argentina, África do Sul, Portugal, Reino Unido e China. Com o suco de uva integral a Aurora conquistou 7 novos clientes nesses mercados. Na China são 3 clientes compradores do suco (marcas Casa de Bento e Brazilian Soul, exclusiva para exportação). Além dos novos mercados, o suco de uva integral da Aurora segue presente no Canadá, em Curaçao, na Bolívia, em Taiwan, nos Estados Unidos e no Paraguai. “Ainda este ano teremos o lançamento deste produto no Equador”, adianta Rosana Pasini, gerente de Exportação e Importação da Vinícola Aurora. Em julho, o suco integral Casa de Bento foi lançado em Portugal e no Reino Unido, com diversas ações em pontos de venda nesses dois novos mercados e também nos Estados Unidos e no Paraguai, dois dos países que já o importavam.
“Sabíamos do potencial de nosso suco integral no mercado externo, produto de alta qualidade, natural e saudável, sem similares nos outros países”, revela Rosana, explicando que, nos últimos anos, o mercado brasileiro em ascensão consumiu quase a totalidade da produção.
Líder no mercado brasileiro em suco de uva integral, a Vinícola Aurora investiu na construção de uma nova planta industrial, no Vale dos Vinhedos, para ampliar progressivamente a elaboração, o engarrafamento e a expedição dos sucos, possibilitando abrir novas frentes para o produto.

Vereadores de Santa Tereza devem votar dois projetos

Dois projetos de lei, de autoria do Poder Executivo, estão na pauta de votação da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Santa Tereza desta terça-feira, dia 24 de setembro, que tem início às 19h.
O Projeto de Lei nº 1.328/2019 autoriza o Poder Executivo a realizar despesas com a Semana da Criança e Feira do Livro. A matéria autoriza a realizar despesas no valor de até R$ 4.200,00, a realizar-se no período de 05 a 11 de outubro de 2019.
Em seguida, será apreciado o PL nº 1.329/2019 que autoriza o Poder Executivo a efetuar gastos para realização do Campeonato Citadino Municipal de Futsal. A proposição autoriza o Executivo a efetuar gastos, no valor de até R$ 6.700,00 para a realização do evento que inicia em outubro.
A Sessão Ordinária, aberta à participação da comunidade, é transmitida ao vivo pelo Facebook.

Terroir de Santa Catarina estará na Wine South America 2019

A singularidade das praias, os encantos dos campos e da serra, e a diversidade étnica são elementos que compõem o estado de Santa Catarina. Características que refletem na tradição e inovação voltadas à produção vinícola e que poderão ser descobertas por enólogos, sommeliers, jornalistas e apreciadores de vinho durante a Wine South America 2019, em Bento Gonçalves (RS), de 25 a 27 de setembro.
Este peculiar terroir estará em evidência no stand do Sebrae Santa Catarina. Destaque para a região Vales da Uva Goethe, a primeira e única Indicação de Procedência do setor vinícola no Estado. A variedade de uva, que carrega uma rica história no Brasil de mais de 120 anos e uma forte ligação com a imigração italiana, apresenta particularidades brasileiras.
A localização entre o mar e a serra aliada as características de solo, clima, altitude e relevo é a combinação de fatores naturais que resulta em vinhos, frisantes e espumantes leves, frescos e aromáticos. “Os produtos elaborados com a uva Goethe foram apresentados na primeira edição da Wine South America. Os perfumes e sabores de frutas nativas do Brasil conquistaram novos apreciadores e mostraram que são vinhos raros, típicos, únicos, descontraídos, refrescantes, complexos e persistentes”, pontua o especialista em vinhos da vinícola Casa del Nonno, Matheus Damian.
No espaço dentro da Wine South America 2019, além da degustação dos produtos do território IP Vales da Uva Goethe, um material gráfico mostrará aos visitantes os potenciais ligados à gastronomia. A versatilidade da harmonização será enaltecida em receitas com base na experiência de profissionais das duas áreas. “Além de ser um vinho para todas as horas, a parte gastronômica é outro elemento surpreendente e que será apresentado na feira internacional”, explica.
Os produtos estarão representados pelas vinícolas Casa Del Nonno, De Noni, Quarezemin, Vigna Mazon e Trevisol. A Associação dos Produtores da Uva e do Vinho Goethe (ProGoethe) reúne a cadeia produtiva com o objetivo de elevar a imagem deste produto distinto e raro a fim de preservar, por meio do cultivo desta tradição feito por pequenos produtores, a identidade e cultura de descendentes de italianos no sul de Santa Catarina através da vinificação e harmonização com a gastronomia.

Emater/RS-Ascar de Vacaria capacita aplicadores de agrotóxicos

O Escritório municipal da Emater/RS-Ascar de Vacaria, com apoio da Cooperval e Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), realizou nos dias 16 e 17 de setembro o primeiro módulo da capacitação de duas turmas de agricultores/aplicadores de herbicidas hormonais. O curso foi ministrado pelos engenheiros agrônomos da Emater/RS-Ascar, João Villa e João Becker e visa atender às Instruções Normativas da Seapdr no controle da deriva no momento da aplicação de herbicidas hormonais.
Na parte teórica, Villa falou sobre as características da pulverização, as influências das variáveis climáticas, os condicionantes para a redução dos riscos e a decisão técnica para conciliar aplicações eficazes e seguras, bem como tamanho de gota, tipos de ponta, pressão de trabalho e demais variáveis na pulverização.
A parte prática foi conduzida por Becker, que fez a inspeção de pulverizador, descrevendo cada item a ser avaliado e as práticas necessárias para a manutenção correta e o bom funcionamento do equipamento de pulverização.
Após, também foi feita a regulagem do pulverizador, com vários cálculos e simulações. A atividade consistiu em verificar a velocidade da aplicação compatível com o terreno, além de checar a altura da barra em relação ao alvo, avaliar a pressão e comparar os efeitos das diferenças de pressão de trabalho, vazão e tipos de pontas de aplicação na qualidade da pulverização e nos riscos da deriva.
A capacitação terá sequência na próxima sexta-feira (27/09), onde serão apresentados os assuntos de segurança no uso de agrotóxicos, como o uso correto de EPIs, armazenagem correta e segura de agrotóxicos, esclarecimento sobre a Instrução Normativa 06/ 2019 da Seapdr e o cadastro necessário junto a esta Secretaria.
A conclusão do curso se dará em visitas individuais às propriedades, com inspeção dos pulverizadores e orientações gerais, para emissão do certificado de conclusão do curso e habilitação dos produtores/aplicadores para realizar o cadastro junto à Seapdr.

Bento Gonçalves realiza Seminário Regional de Agroindústria Familiar em outubro

O seminário terá palestras e painéis durante todo o dia sobre os Programas Estadual e Municipal de Agroindústria Familiar, suquificador como alternativa para a elaboração de suco integral na pequena propriedade Fonte: Viviane Zanella/Embrapa

Com 52 agroindústrias familiares no Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf) do Governo do Estado, das quais 32 estão totalmente legalizadas e 20 em processo de legalização, o município de Bento Gonçalves destaca-se nesta área tão importante para a agregação de valor, geração de renda e sucessão rural. Com o objetivo de unir e fortalecer um dos setores que mais cresce na agricultura familiar, oportunizando o conhecimento técnico, a troca de informações e experiências e a qualificação, garantindo assim a continuidade dessas famílias no meio rural, com garantia de renda e produtos de qualidade, acontece no dia 04 de outubro, o 2º Seminário Regional de Agroindústria Familiar. O evento inicia às 9h, na Fundação Casa das Artes, em Bento Gonçalves.
O seminário terá palestras e painéis durante todo o dia sobre os Programas Estadual e Municipal de Agroindústria Familiar, suquificador como alternativa para a elaboração de suco integral na pequena propriedade, avanços no registro de vinícolas coloniais na região, segurança alimentar, valorização dos produtos da agroindústria familiar e as informações presentes no rótulo e sua importância para o consumidor. O público também poderá visitar a exposição de máquinas e equipamentos para a agroindústria familiar.
Mais informações podem ser obtidas pelos fones 54-3452-2289, do Escritório da Emater/RS-Ascar, e 54-3055-7169, da Secretaria Municipal de Agricultura.