Vinícola Aurora exporta para a China 4 vezes mais que no ano passado

Foram mais de 166 mil garrafas para aquele destino até novembro, volume que em 2018 ficou em 39 mil
A Vinícola Aurora participou, nesta semana, da Prowine Shangai, a edição chinesa da maior feira de vinhos do mundo, a ProWein Dusseldorf (Alemanha). Nessa participação, somou contatos com mais de 20 importadores e realizou várias reuniões estratégicas com os clientes atuais que mantém naquele país. Esta foi a terceira feira na China em que a vinícola participou este ano – as anteriores aconteceram em Chengdu, no norte, e a InterWine em Guanzhou, no sul. Por ocasião da 2ª Wine South America – feira internacional de vinhos realizada em setembro, em Bento Gonçalves (RS), a Aurora recebeu em suas instalações 5 importadores chineses, que conheceram a vinícola e a região e participaram de treinamento com os sucos, vinhos e espumantes da Aurora.
Todos os esforços para ampliar a participação da vinícola no mercado chinês já renderam conquistas importantes. A principal delas, um volume exportado 4 vezes maior este ano em relação ao ano passado. Até novembro, a maior vinícola brasileira já contabiliza um total de 166.416 garrafas exportadas para a China, frente às 39.000 vendidas para lá em 2018. Contribuíram para o aumento expressivo deste ano o início das vendas de suco de uva para o país: foram 45.108 garrafas do produto. Novidade também de 2019 foi o embarque de mais de 6 mil garrafas do vinho Aurora Millésime, top da vinícola. Entre vinhos tranquilos e espumantes, o total vendido para a China nesses 11 meses do ano chegou a 121.308 garrafas.
“Este ano abrimos 7 novos clientes na China e o cliente que conquistamos em 2016 segue comprando nossos produtos”, afirma Rosana Pasini, gerente de Exportação e Importação da Vinícola Aurora. “Nossa meta para 2020 é a de dobrar as exportações para aquele mercado e abrir 3 novos importadores no país”, diz.