Inauguração Confraria Amigas do Vinho Serra Gaúcha e Serra do Sudeste

Tirar a rolha, encher a taça, brindar e dar o primeiro gole é um ritual milenar que continua aproximando as pessoas e fazendo amigos. É justamente por isso que no dia 29 de setembro, será inaugurado em Bento Gonçalves a confraria Amigas do Vinho Serra Gaúcha e Serra do Sudeste. O evento será a partir das 19h no Cobo Wine Bar. A Confraria Amigas do Vinho: foi fundada no dia 2 de agosto de 2003 pela Presidente Nacional Maria Lúcia Rodrigues, com sede no Rio de Janeiro/RJ.
É uma confraria nacional, filiada a FEBAVE – Federação Brasileira de Confrarias e Associações Femininas do Vinho e do Espumante que proporciona encontros entre mulheres que apreciam vinhos, de forma moderada, lúdica, descontraída, com aprendizado e proporcionando a prática de networking.
É a maior confraria feminina com aproximadamente 9.000 confreiras espalhadas pelo Brasil. Alguns estados como São Paulo, Paraná, Brasília e Goiás já têm sua “Seção Estadual” capitaneada por mulheres com a mesma filosofia de degustar bons vinhos e praticar o intercâmbio profissional e social. No dia15 de Fevereiro de 2019 foi inaugurado a Confraria Amigas do Vinho Seção Rio Grande do Sul. Em setembro será inaugurado na Serra Gaúcha, na qual a Bacharel em Administração de Empresas e graduanda em Jornalismo e Sommelière Marlove Perin irá presidir, juntamente com Lediane Scottá, Bacharel em Administração de Empresas, Coordenadora de Vendas da Dall Pizzol Vinhos e Alessandra Spalding, formada em direito, servidora pública e sommelier profissional formada pela ABS/RS. Na região da Serra do Sudeste, a Confraria Amigas do Vinho será presidida por Gabriela Brocardo, Sommelière de Chá com formação em Internacional escola internacional El Club Del Té, juntas irão proporcionar bons encontros com eventos relacionados à enologia, enogastronomia, enoturismo e afins.
A compra dos ingressos para a inauguração em Bento Gonçalves estão sendo disponibilizados no Sympla. As vagas são limitadas. A venda de ingressos é somente por este meio. Segue link:

https://www.sympla.com.br/inauguracao-confraria-amigas-do-vinho-serra-gaucha-e-serra-do-sudeste__591945

Cooperativa Vinícola Garibaldi integra associados em 5° Seminário de Produção Orgânica

5° Seminário de Produção Orgânica reuniu associados na Cooperativa Vinícola Garibaldi Oscar Ló, presidente da Cooperativa Vinícola Garibaldi disse que o projeto de produção orgânica esta alinhado a missão de gerar valor à cooperativa. Crédito Exata Comunicação

Aplicando de forma prática o slogan de que a vida deve ser vivida em harmonia, a Cooperativa Vinícola Garibaldi integrou mais de 30 associados no 5° Seminário de Produção Orgânica, realizado dia 15 de julho, na sede administrativa, em Garibaldi.
O encontro temático reuniu viticultores que cultivam uvas seguindo as determinações que regulamentam a produção orgânica – segmento que vem conquistando crescente participação no mercado e na preferência dos consumidores por seus atributos relacionados à saúde e qualidade de vida e, também, preceitos de sustentabilidade. No Rio Grande do Sul, a safra de 2019 registrou produção superior aos 628 mil litros de suco de uva orgânico e 42 mil litros de vinho orgânico. Essa é primeira vez que os produtos dessa categoria aparecem no relatório SISDEVIN/SDA (Sistema de Cadastro Vinícola), elaborado pela Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do estado do Rio Grande do Sul.
A programação do 5° Seminário de Produção Orgânica iniciou com a mensagem de boas-vindas do presidente da cooperativa, Oscar Ló, e seguiu com as apresentações técnicas de Lucas Garrido, da Embrapa, sobre o uso de microrganismos no controle de doenças da videira; e Sérgio Cruz, da AGRINOR, tratando do tema ‘como reproduzir os microrganismos na sua propriedade’. Na parte da tarde, houve troca de experiências e depoimentos entre viticultores orgânicos e interação com o departamento técnico da Cooperativa Vinícola Garibaldi.
Incentivadora de práticas que oportunizem novas oportunidades de negócios a seus associados – e estimulem o desenvolvimento sustentável em todas as etapas do processo produtivo – a Cooperativa Vinícola Garibaldi vem investindo na produção de orgânicos como diferencial de seu portfólio. “O projeto de produção orgânica está alinhado a nossa missão: gerar valor à Cooperativa, ou seja, a todas as partes envolvidas em sua operação, desde os associados, colaboradores, fornecedores, consumidores, comunidade; e também a questão da sustentabilidade, diretamente relacionada às práticas desse segmento. Apostamos nesse projeto especialmente por acreditarmos na importância de uma produção mais limpa, que agrega qualidade de vida, um processo de harmonia. E, também, pelo potencial de crescimento, enquanto negócio, que esse filão representa. É um projeto importante, que cultivamos com carinho, acreditando em sua expansão”, disse o presidente Oscar Ló.

“Ética é fundamental para a carreira”, diz secretária-executiva da Cooperativa Aurora

Rose Scussel é funcionária da Cooperativa há 36 anos e há 19 anos atua no cargo

Rose Scussel

Rose Scussel, é secretária executiva há 19 anos na Cooperativa Vinícola Aurora. Declaradamente apaixonada pela profissão, Rose está há 36 anos na empresa, tendo já passado por diversos setores da Cooperativa. Para ela, ser uma pessoa ética e discreta são requisitos fundamentais para se dar bem no mercado de trabalho. Leia abaixo a entrevista
concedida para o jornal Gazeta News RS – Monte Belo do Sul e Pinto Bandeira:
Gazeta News RS – Como é o dia-a-dia de uma secretária executiva?
Rose – As atividades são muito diversificadas. Somos multifuncionais. Temos que estar atentas a tudo, priorizar as tarefas do dia, coletar informações e estar sempre focada na solução de problemas e na busca de resultados, intermediando contatos e rotinas. Gerencio as informações, e ajudo na execução das tarefas administrativas, assessorando os diretores executivos no desempenho de suas funções, filtro informações a fim de que somente os
problemas pertinentes a eles cheguem, a fim de otimizar o tempo.
Gazeta News RS- Qual a maior dificuldade da carreira? E a melhor parte da profissão?
Rose – A maior dificuldade é estar sempre atualizada não perdendo o foco do cargo. A melhor parte é ser reconhecida pelo trabalho bem feito.
Gazeta News RS – Quais características uma secretária tem que reunir para se dar bem na
carreira?
Rose – Ética é fundamental. Dentre as características principais posso citar: formação escolar adequada, domínio em microinformática, boa fluência verbal, conhecimento de idiomas, dinamismo, maturidade emocional, iniciativa , flexibilidade, persistência, automotivação, organização, comprometimento com o trabalho, possuir capacidade de trabalhar sob pressão, saber administrar conflitos, facilidade no relacionamento interpessoal e em trabalho em equipe, pró-atividade, apresentação pessoal impecável, ser discreta, educada, bem-humorada, paciente e principalmente, amor, porque só fazemos bem aquilo que amamos. Ser secretária é muito mais que uma profissão é uma escolha. “Quando não se pode fazer o que se deve, deve-se fazer o que se pode da melhor maneira possível “é o meu lema, diz Rose.
Gazeta News RS – Que dica a senhora daria para quem quer fazer secretariado?
Rose – Em primeiro lugar é preciso gostar do que se faz. Procurar fazer os cursos formadores como o técnico, tecnólogo ou bacharel em secretariado, manter-se sempre atualizada com cursos extracurriculares, idiomas e estar sempre bem informada, através de leitura de jornais e revistas semanais e principalmente estar atento ao mercado, pois ele não é estático e sim dinâmico.

Grandes marcas confirmam presença na Movelsul Brasil 2020

Feira está com 75% dos espaços disponíveis comercializados e ocorre de 16 a 19 de março, em Bento Gonçalves

A Movelsul Brasil, principal feira de móveis da América Latina para o lojista e importador, já está com 75% dos seus espaços comercializados para a próxima edição, que se realiza de 16 a 19 de março de 2020, em Bento Gonçalves. Grandes marcas como Bertolini, Carraro, Castor Colchões, Caemmun, Kappesberg, Moval, Herval, DJ Móveis e Tramontina estão confirmadas. A feira espera 200 expositores de alta escala, decoração, móveis planejados e mobiliário corporativo.
Uma agenda intensa de projetos paralelos amplia os atrativos da Movelsul Brasil para o público de nacional e estrangeiro, garantindo um ambiente assertivo de negócios para a indústria moveleira, com público qualificado de pelo menos 30 países. Serão trazidos 400 lojistas com despesas pagas pela feira e alto potencial de negociação – 300 nacionais e 100 compradores internacionais para as rodadas de negócio do Projeto Comprador.
O presidente do Sindmóveis, Vinicius Benini, destaca que a Movelsul Brasil tem a chancela de ser uma feira do setor moveleiro para o setor moveleiro, com competência para reunir frente a frente os principais players da cadeia para a promoção de negócios e para que a indústria comunique ao varejista e importador seus investimentos em inovação, tecnologias e produtividade. “Estamos trabalhando para ampliar o número de visitantes profissionais qualificados, que venham com potencial de negócios diretos com a indústria expositora”, pontua.
Um dos maiores expositores da Movelsul Brasil, a Tramontina vem participando da feira desde 1982. Para a próxima edição, a empresa vai mesclar ainda mais suas linhas de móveis para área interna e externa. O presidente da Tramontina, Clovis Tramontina, considera que a participação em 2018 foi extremamente positiva, possibilitando diversos contatos e propostas de negócio. “Recebemos no estande um público qualificado como arquitetos, fabricantes e revendedores, além dos nossos principais clientes, o que gerou grande fluxo de pessoas durante os dias da feira. Apresentamos nossos destaques em produtos, que despertam interesse do público nacional e internacional”, afirma.
Empresa expositora desde 2004, a Caemmun Movelaria tem a Movelsul Brasil em sua estratégia de posicionamento, em virtude da qualidade do público lojista visitante, tanto nacional quanto de importadores, e os resultados obtidos ao longo do tempo em negócios realizados na feira. O presidente executivo do Grupo Munhoz Caetano, Diego Munhoz, pontua que a última edição da Movelsul Brasil foi recorde em volume de visitas no estande e vendas geradas a partir das rodadas de negócio internacionais e também no próprio estande. “A perspectiva para a próxima edição é muito promissora, visto que a relevância do evento para nossa estratégia comercial vai ao encontro da entrega que o evento proporciona em negócios, relacionamento e serviços aos nossos clientes”, destaca.
A Movelsul Brasil é a maior feira de móveis da América Latina em área de exposição e número de expositores, realizada com assertividade desde 1977 pelo Sindmóveis Bento Gonçalves. É realizada no maior polo moveleiro do país: um evento com grande potencial de negócios no mercado interno e forte atração a importadores dos principais mercados-alvo para a indústria brasileira de móveis.

Movelsul Brasil 2020
Feira de Móveis e complementos para o lojista e importador
Quando: 16 a 19 de março de 2020, das 12h às 19h
Onde: Parque de Eventos de Bento Gonçalves (Alameda Fenavinho, 481)
Entrada gratuita mediante credenciamento. Aberta apenas ao público profissional (lojistas, representantes, arquitetos, designers, decoradores, importadores, profissionais da construção civil e imprensa)

Para mais informações:
www.movelsul.com.br
www.facebook.com/movelsul.brasil

Suco de Uva Integral Aliança recebe certificação internacional inédita para um suco de uva do Brasil

Superior Taste Award 2019 aconteceu na Bélgica e reuniu amostras de bebidas e alimentos de diversos países

O International Taste Institute, líder mundial na avaliação e certificação de alimentos e bebidas, com sede em Bruxelas, Bélgica, divulgou os resultados de sua avaliação anual, o Superior Taste Award 2019. O Suco de Uva Integral Aliança recebeu duas estrelas na degustação às cegas feita por cerca de 200 renomados chefs, alguns deles com estrelas Michelin, de e sommeliers de diversas partes da Europa. Receber duas estrelas significa que o suco foi aprovado por mais de 80% dos degustadores. Um resultado importante, tendo em vista que o concurso recebeu amostras de quase uma centena de países. Essa é a primeira vez que um suco de uva do Brasil recebe essa certificação. O Superior Taste Award acontece desde 2005 e tem o objetivo de atestar a qualidade de produtos alimentares e bebidas.
Para o presidente da Cooperativa Nova Aliança, Alceu Dalle Molle, a conquista dessa distinção inédita para um suco de uva brasileiro é muito importante para a cooperativa, pois é o reconhecimento de um trabalho de qualidade que vem sendo feito pelos agricultores e por toda a equipe responsável pelo produto. “Receber duas estrelas no Superior Taste Award é ter a certeza de que estamos fazendo um bom trabalho e que o nosso produto tem aceitação também no exterior”, afirma Dalle Molle. Em 2019, a Nova Aliança trabalha em busca de ampliar sua participação no mercado externo.
O suco integral Aliança é elaborado a partir das melhores uvas das variedades americanas Isabel e Bordô e não contém adição extra de açúcar e água, sendo 100% fruta. Pode ser encontrado nas embalagens de 450ml, 1 litro, 1,5 litros (garrafa de vidro) e 1 litro em tetra pak.

Sobre a marca Aliança
A marca Aliança é a principal marca do portfólio da cooperativa Nova Aliança. Com mais de 80 anos de existência, ela é a maior representante do faturamento da cooperativa e possui as categorias: Sucos Integrais e espumantes. Em 2018 revistou seu posicionamento, e sua identidade visual, resgatando sua história e tradição. Como resultado, fechou a ano com mais de 20 milhões de litros vendidos.

Sobre a Nova Aliança
A Cooperativa Agroindustrial Nova Aliança é fruto da união de cinco tradicionais cooperativas vitivinícolas da Serra Gaúcha: Cooperativa Aliança e a Cooperativa São Victor, de Caxias do Sul, a Cooperativa São Pedro e a Cooperativa Santo Antônio, de Flores da Cunha, e a Cooperativa Linha Jacinto, de Farroupilha. Hoje, a Nova Aliança conta com 738 associados, distribuídos em três distintas regiões vitivinícolas: Serra Gaúcha, Encruzilhada do Sul e Campanha Gaúcha.
A Nova Aliança possui uma das maiores e mais modernas plantas industriais de suco de uva integral da América Latina. Desde 2013 a produção de suco e, a partir de 2014, o envase de vinho e de espumante, estão concentrados na sede da cooperativa, em Flores da Cunha, que conta com prédio de 24 mil metros quadrados e capacidade para processar até 60 milhões de quilos de uva por ano.

Bento Gonçalves sedia 7ª edição do Festival do Vinho Colonial

A comunidade de Faria Lemos, em Bento Gonçalves, abre, no dia 10 de agosto, a 7ª edição do Festival Nacional do Vinho Colonial, com início às 19h30. Farta gastronomia típica italiana, música e uma seleção de vinhos coloniais produzidos nos distritos do município são marcas registradas do já tradicional “Festival do Vinho Colonial – Gastronomia, Vinho e Alegria!”. Os outros dois encontros acontecerão no dia 07 de setembro, no Vale dos Vinhedos, e no dia 04 de outubro, no distrito de Tuiuty.
O objetivo das confraternizações é fomentar a produção da agroindústria familiar relacionada à produção do vinho colonial, preservando a identidade e a maneira tradicional de sua produção, e celebrar as tradições culturais das famílias de imigrantes italianos que chegaram à Serra Gaúcha.
O 7º Festival Nacional do Vinho Colonial é realizado por cerca de 40 famílias das localidades de Faria Lemos, Vale dos Vinhedos, Tuiuty e São Pedro, e conta com o apoio das secretarias municipais de Turismo e de Desenvolvimento da Agricultura, Emater/RS-Ascar, Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria – Região Uva e Vinho (SEGH), Instituto Federal do Rio Grande do Sul – Campus Bento Gonçalves e Embrapa. O ingresso dá direito a uma taça personalizada e a degustação de todos os pratos, sucos, vinhos e espumantes oferecidos.

Programação do Festival:
Data: 10/08
Horário: 19h30
Local: Salão Comunitário da Linha Paulina – Faria Lemos
Informações: Leandro Moro (54) 99146-5623/ Anderson Buffon (54) 99663-3748/ Dílson Locatelli (54) 99183- 6341/ Emater (54) 3452.2289

Data: 07/09
Horário: 19h30
Local: Salão da Comunidade 8 da Graciema – Vale dos Vinhedos
Informações: Rui Feil (54) 98114-1177/ Maikon Panizzi (54) 3464-7830 / Emater (54) 3452.2289

Data: 04/10
Horário: 19h30
Local: Salão Comunitário de São Valentim – Tuiuty
Informações: Vinícius Cainelli (54) 9992.1187/ Emater (54) 3452.2289

Vereadores de Monte Belo do Sul buscam demandas para o município junto ao Daer

O presidente da câmara de vereadores Nilso Cavaleri e o vereador Onecimo Pauleti estiveram reunidos com o diretor da 2ª superintendência regional do DAER, Sandro Wagner Vaz Dos Santos na manhã da terça-feira, 09 de julho. Entre as pautas, melhorias no asfalto junto a linha Colussi, segundo acesso principal a Monte Belo do Sul, ERS 431, km 19, processo administrativo eletrônico nº 18/0435-0017995-8 já solicitado a um ano atrás. O pedido reforça um novo trevo de acesso, no sentido de Bento a Santa Bárbara (passando pela Linha Colussi) e vice-versa, para que seja possível ingressar na estrada que liga o município sem avançar na pista contrária. na pauta também foi abordado os constantes acidentes na ERS 431, distrito de faria lemos e busca por soluções. Para isso está agendo na próxima terça-feira, 30 de julho, uma agenda com o Secretário dos Transportes do Rio Grande do Sul Juvir Costella.

Café Faccin comemora um ano

Irmãs e sócias Renata Faccin e Andreia Faccin

O Café Faccin, espaço gastronômico que já caiu nas graças dos apreciadores do bom café, faz aniversário neste mês julho. O estabelecimento fica no centro de Monte Belo do Sul, junto ao Mercado Faccin. Um local aconchegante, com requintes de conforto e sofisticação, onde o público encontra diversidade nos produtos. O grande diferencial, além da qualidade e do preço acessível, é que a cafeteria funciona junto ao mercado, onde as pessoas podem fazer suas compras e também uma pausa para um café. Para agradar os clientes, as proprietárias investiram em bolos tortas e salgados. Há versões doces em chocolate, como na torta de brigadeiro, de morango, morango moreno, nozes marta rocha, banoffe, oreo, strudell, folhada e na salgada torta fria.
As tortas, que são o carros-chefe da casa, chegam à loja todos os dias. “Na vitrine ficam as tortas e salgados. As mais vendidas, a torta de nozes e a torta fria. Já entre os salgados, as empanadas possuem seis opções de sabores como a de carne, a de frango, entre outras. Também há opção de tortas inteiras.
A cafeteria é administrada pelas irmãs e sócias Renata Faccin e Andreia Faccin. Para Renata, a cafeteria oferece um momento de pausa no dia a dia agitado das pessoas. O negócio, quando junta atendimento qualificado, diversidade e bom atendimento, ajuda a fidelizar os clientes. “Procuramos trazer algo prático e rápido para as pessoas. Além disso, temos o cuidado em ouvir o que os clientes mais buscam e conhecer seus gostos”, revela. Andreia diz que o espaço está cativando sempre mais os consumidores e turistas, por estar localizado em uma área central, é parada obrigatória no início ou final do dia.

Vinícola Peterlongo recebeu a Confraria do Espumante

Encontro foi realizado na centenária vinícola garibaldense

Fotos: Carina de Borba

A Confraria do Espumante de Garibaldi se consolida como uma grande iniciativa para entender mais sobre a bebida símbolo do município, o espumante. Em sua 23ª edição, a Vinícola Peterlongo, primeira vinícola brasileira a produzir a refinada bebida, recebeu os participantes. O encontro ocorreu na quinta-feira, dia 18 de julho, à noite.
A atividade, que visa reunir apreciadores e convidados para discorrer sobre a história e demais aspectos relevantes do espumante, foi conduzida pelas consultoras Luisa Cousseau e Renata Lima. A degustação foi feita com os produtos Espumante Prosecco Brut, Espumante Privilege Extra-Brut, Champagne Elegance Nature e o vinho Armando Memória Touriga Nacional, ao apresentar as características de cada bebida, Renata também comentou com que alimentos ocorre a harmonização, além de sugestões de cardápios.
A Confraria do Espumante foi idealizada ainda em 2013 pela Prefeitura de Garibaldi, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura, e os encontros são abertos para homens e mulheres com mais de 18 anos.
A Vinícola
A história da Vinícola Peterlongo está intimamente ligada ao desenvolvimento da vitivinicultura brasileira. Quando chegou ao Brasil, em 1899, o italiano Manoel Peterlongo, trouxe consigo o conhecimento herdado de seu avô na metodologia difundida por Don Perignon, com o método champenoise. Assim, em 1913, ele elaborou o primeiro espumante brasileiro, dando início à história da bebida no Brasil. A vinícola foi fundada em 1915.
Hoje, a Peterlongo completamente contextualizada com o novo mercado apresenta uma linha totalmente em sintonia com o novo consumidor. Com mais de 100 anos de tradição a Vinícola Peterlongo convida você a (re)conhecer sua história e produtos, com reconhecida qualidade internacional, através de uma linha de produtos elaborados por uma equipe de enólogos coordenado pelo francês Pascal Martin e a brasileira Deise Tempass.

 

Vinho Moro produzido em Monte Belo do Sul

Lademir Moro durante o festival do Polentaço em Monte Belo do Sul

Um vinho de produção familiar de Monte Belo do Sul foi parar em Brasília, para degustação no Senado Federal, o produto da vinícola da família Moro, que comandado pelo Pai, mãe e dois irmãos Lademir e Luciano Moro, foi disputado na Câmara, o nome do vinho, aguçou a curiosidade dos senadores e servidores durante o cafezinho do Plenário.
Por coincidência, na ocasião, o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sergio Moro, estava sendo debatido em sessão que durou a tarde inteira, o vinho Moro foi dos itens do agronegócio que estavam disponíveis para degustação o primeiro a acabar.
De acordo com Lademir Moro um dos sócios do empreendimento familiar, o convite para enviar os vinhos a Brasília foi feito pelo Presidente da Frente Parlamentar Agropecuária, Alceu Moreira, que esteve em um evento em Monte Belo. Os irmãos, prontamente atenderam ao pedido do deputado, enviando duas caixas de Merlot e Cabernet Sauvignon a Brasília.
O sucesso na degustação em Brasília deixou a família Moro muito surpresa e contente. De acordo com Luciano Moro, é provável que a família de Monte Belo tenha algum parentesco com o ex-juiz Sergio Moro, pois, de acordo com o cartório de Monte Belo, alguns integrantes da família que é descendente de italianos foram morar em Curitiba, cidade do atual ministro da Justiça.