“Nossa Casa Fora de Casa” diz associado

Família Rigon fala da relação de quase intimidade entre eles e Cooperativa Aurora

A cooperativa Aurora chega aos 85 anos praticando valores cultuados desde sua fundação, em 1931. Assim, trabalho, profissionalismo, honestidade e união estão entre os atributos que deixam a família da Cooperativa feliz e orgulhosa. A prova disso são as 1100 famílias de associados. Justamente por ser uma Cooperativa, a Aurora valoriza muito a sua gente. Casos como o da família Rigon, da Linha Jacinto, interior de Pinto Bandeira, são ilustrativos. Celino Rigon, 76 anos, agricultor, casado com Ivone, 60 anos tem sua história parecida com a de incontáveis viticultores da região. Filho de agricultores cresceu no pedaço de terra da família tratando da lavoura e das parreiras. Seu pai Santo associou-se à Cooperativa em 1944. “fui incentivo por ele” conta. “Quando jovem, eu levava a uva com dois cestos carregados da fruta em cima de uma mula. Depois veio a carroça e o caminhão. As uvas eram trazidas em bigunços” lembra. “Era assim na minha família e em outras também. Somos uma família que trabalha unida”.

O filho Enério Rigon, 32 anos, a nora Cátia Ferrari e os dois netos Leonardo, nove anos e Arthur, dois anos vivem na propriedade. “Orgulho-me de afirmar, a Cooperativa é “ Nossa Casa Fora de Casa” lá temos tudo, Assistência Técnica e Social, é uma extensão do produtor. Entregamos nossa produção com segurança” diz Enério. “Talvez por esta razão, fica certo ar de “casa da gente” ou “nossa casa”, onde somos o que queremos ser. É sempre melhor um grupo unido do que um para cada lado” finaliza o produtor falando do orgulho em ser associado da Aurora.

Itacir Pozza, presidente da Aurora diz que o maior prêmio da Cooperativa é valorizar o produtor e incentivá-lo a ficar na propriedade rural.

Produção

“Neste mês marcarmos o início da colheita das uvas”, relata Enério. “Cultivamos as variedades Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Moscato Giallo, Malvasia de Cândida, Merlot e Isabel e a expectativa é de chegarmos aos 180 mil quilos”.

Até o momento a família colheu aproximadamente 50 mil quilos da fruta. Devido às melhores condições climáticas, neste ano, Rigon terá 50% a mais de produção. Ele explica que, neste momento, para ter perdas significativas somente se o tempo não colaborar.

Caixas Bins são Novidades

As caixas Bins são novidades na colheita de uva na região. A família Rigon é exemplo de produtores que aderiram à nova tecnologia. “No ano passado a Aurora havia nos emprestado os bins para que pudéssemos fazer o teste. Compramos então 40 caixas, suficientes para duas cargas de caminhão” explica Enério.

Cada Bim tem a capacidade de armazenar 400 quilos de uva. “Vale o investimento porque antes precisávamos de duas pessoas a mais para carregar as caixas normais. Agora faço tudo sozinho” conta Enério.

Até o momento, 52 grupos familiares aderiram aos bins.

A estimativa é receber cerca de 10% desta safra em bins, lembrando que este foi o primeiro ano da implantação do projeto. “A adesão foi muito positiva por se tratar de uma tecnologia que visa facilitar o trabalho do viticultor. Quando buscamos esta opção, também pensamos em fixar o jovem na propriedade, reduzindo o esforço físico e melhorando as condições de trabalho” disse Itacir Pozza, presidente da Aurora.

Fotos: Divulgação

Exportações de alimentos e bebidas industrializados do Brasil crescem 77,1% e atingem a marca de US$ 49,5 MI em 2016

Resultado refere-se às vendas externas concretizadas no ano passado pelas pequenas e médias empresas integrantes do Projeto Brazilian Flavors (da A.B.B.A., apoiado pela Apex-Brasil) decorrentes de ações desenvolvidas pelo Projeto

O Projeto Setorial Brazilian Flavors (BF),desenvolvido e gerenciado pela A.B.B.A. (Associação Brasileira de Exportadores e Importadores de Alimentos e Bebidas), com o apoio da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), fechou 2016 com o total de US$ 49,5 milhões exportados, para 62 diferentes destinos, resultado considerado extremamente positivo, principalmente considerando as dificuldades que a crise econômica do país impôs ao setor produtivo. Esse desempenho das empresas integrantes do Brazilian Flavors (micros, pequenas e médias empresas produtoras de alimentos e bebidas industrializados com diferenciais de qualidade e apelo de brasilidade)representa um aumento de 77,1% nas exportações do projeto em relação ao ano anterior.

O Brazilian Flavors tem o objetivo de abrir oportunidades e fomentar os negócios no varejo internacional para os Alimentos e Bebidas brasileiros processados, secos, resfriados ou congelados, produzidos por pequenas e médias empresas. São produtos que refletem a diversidade da culinária brasileira, ingredientes de alta qualidade, predominantemente saudáveis e naturais, em preparações que transmitem a “brasilidade” através desabores únicos. Estes atributos são muito valorizados pelos consumidores internacionais, sendo iguarias classificadas nas categorias de produtos “premium”, “specialty” ou “gourmet” nos diferentes mercados.

Ações e vitrine digital

Para o novo biênio que se iniciará (2017/ 2019), o Projeto focará as ações promocionais de apoio às suas atuais 50 empresas Associadas (e novas entrantes) nos mercados alvo selecionados. Segundo Raquel de Almeida Salgado, presidente-executiva da A.B.B.A. e gerente do Brazilian Flavors, entre as ações previstas para os próximos dois anos estão a realização de Projetos Compradores para promover a vinda de Agentes Comerciais ao Brasil; desenvolvimento de ações de pontos de venda em lojas de redes internacionais nos países destino; participações em feiras mundiais de relevância, entre outras. “Vamos também reforçar as ações voltadas às empresas iniciantes nas exportações e as iniciadas para ampliar as suas maturidades exportadoras”, explica a presidente-executiva, destacando ainda o lançamento de uma vitrine digital dos produtos representados pelo Brazilian Flavors, em breve. “Vamos lançar em breve essa nova plataforma de negócios, que reforçará o suporte de inteligência de mercado do nosso Projeto, pois abrirá canais diretos das empresas com os mercados internacionais”, adianta Raquel.

Em sintonia com a nova campanha “Be Brazil”, lançada pela Apex-Brasil, o Projeto Brazilian Flavors se apresentará como um protagonista nos desafios de mostrar ao mundo um Brasil diferente e apaixonante, capaz de surpreender os paladares mais exigentes, desfazendo estereótipos e conquistando corações. Assim, nas suas ações promocionais presenciais e virtuais convidará os consumidores ao redor do mundo:“Be Brazilian Flavors”.

Fotos: Divulgação

Conta de Luz terá aumento médio de 7,17% neste ano

A conta de luz vai subir este ano. E o principal motivo é uma indenização bilionária que o governo federal vai pagar para empresas transmissoras de energia. Essa é uma herança do governo Dilma. Vamos entender por que é que sobrou para o consumidor:

A indenização é de R$ 62,2 bilhões. Foi acertada em 2012 e se refere a investimentos feitos pelas empresas transmissoras de energia que não foram pagos até hoje. Essa conta vai levar oito anos para ser quitada. E agora, em 2017, o reajuste médio para o consumidor será de 7,17%. Em alguns casos, o reajuste pode ser ainda maior. Nos últimos quatro anos, a conta de luz sofreu fortes variações. Em 2012, o governo reduziu o valor da conta em 20% – em uma época em que os reservatórios das hidrelétricas estavam em baixa. Em 2013, nova queda de 15,66% – e a seca apertou ainda mais. Tudo isso fez a conta disparar em 2014: alta de 17,06%. E foi ainda pior em 2015: a alta bateu os 51%.

No ano passado, quando a forte estiagem deu um alívio: o consumidor sentiu uma redução de 10,66% na conta de luz. O reajuste recebeu críticas e a Aneel explicou que o aumento pode ser ainda maior, dependendo de onde o consumidor mora.

Fotos: Divulgação

Inscrições abertas para Expodireto em Monte Belo do Sul

A 18ª edição da Expodireto Cotrijal 2017 acontece entre os dias 6 e 10 de março, em Não-Me-Toque. Pesquisadores, representantes de vários países, agricultores e empresários estarão reunidos na cidade. A visita técnica no município de Monte Belo do Sul será dia 07 de março. Os interessados devem procurar a Secretaria de Agricultura ou a Emater/RS-Ascar, que apoiam a ação. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (54) 3457 2074 / 3457 2075.

 

 

 

Fotos: Divulgação

12ª Celebração ao Padre Ferlin terá bênção às uvas e saúde

No domingo, 26 de fevereiro Monte Belo do Sul promove a 12ª ce­lebração de Fé em Memória ao Padre José Ferlin. Às 15h haverá missa na Igreja Matriz,com bênção da saúde e das uvas, simbolizando o início da safra no município e também proteção aos agricultores e as boas condições climáticas.

Oração Padre José Ferlin

“Senhor, nós vos agradecemos a presença do Padre Ferlin no meio de nós. Com ele aprendemos aconhecer a Jesus e amá-lo como nosso irmão. Glorificai, senhor, vosso servo que sempre ajudou e protegeu nossas famílias e nosso trabalho. Padre Ferlin, pedia Jesus que nos abençoe e nos conheça a graça que vos A missa será às 15h na igreja Matriz do município com benção da Saúde e das pedimos”.

 

Fotos: Divulgação

Visita técnica na ExpoAgro Afubra em Monte Belo do Sul será em março

Confirmada a data da 17ª edição da Expoagro Afubra. A maior feira do Brasil voltada à agricultura familiar ocorrerá nos dias 21, 22 e 23 de março de 2017, no Parque de Exposições, situado na localidade de Rincão del Rey, município de Rio Pardo/RS. Os interessados em participar da feira, deverão se inscrever na Secretaria de Agricultura, fone (54) 3457 2074 ou Emater/RS-Ascar (54) 3457 2075.

 

 

 

 

Fotos: Divulgação

Veja o calendário de saque do dinheiro das contas inativas do FGTS

O saque do dinheiro das contas inativas do FGTS vai começar em março para quem nasceu em janeiro e fevereiro. A informação é da Folha Online. O início dos saques deve ser autorizado a partir do dia 10 de março, uma sexta-feira. O calendário será oficialmente divulgado pelo governo nesta terça-feira (14), além de outros detalhes sobre como vai funcionara operação.

Quem nasceu entre março, abril e maio vai poder resgatar o dinheiro em abril. Já quem aniversaria em junho, julho ou agosto poderá fazer o saque em maio. Já em junho, o benefício poderá ser retirado pelos nascidos entre setembro e novembro. Em julho, por fim, será a vez dos aniversariantes de dezembro.

Contas inativas são aquelas de trabalhadores que pediram demissão e que, portanto, não puderam sacar o dinheiro. Só poderá ter acesso aos recursos quem deixou o emprego até 31 de dezembro de 2015.

Calendário:

Em março

sacará o FGTS quem nasceu em janeiro e fevereiro

Em abril

nascidos em março, abril e maio

Em maio

nascidos em junho, julho e agosto

Em junho

nascidos em setembro, outubro e novembro

Em julho

nascidos em dezembro

 

Fotos: Divulgação

Gerência Regional da Emater/RS-Ascar visita prefeitura de Pinto Bandeira

No dia 1º de fevereiro a gerente regional da Emater/RS-Ascar de Caxias do Sul, Sandra Dalmina, o Gerente Regional Adjunto Eloi Portolan, a Engenheira Agrônoma Melissa Bock e a Extensionista Social Rúbia Heineck Koch, visitam a Prefeitura de Pinto Bandeira, onde foram recebidos pelo Prefeito Hadair Ferrari e Vice Prefeito e Secretário da Agricultura Daniel Pavan.

Na pauta diversos assuntos, entre eles: apresentação da Gerência e da Equipe Municipal aos Gestores; apresentação do Programa de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar (Programa que visa a elaboração de indicadores técnicos econômicos, sociais e ambientais para monitorar e analisar os resultados, orientando para ajustes quando necessário e implantação de Unidades de Referência Tecnológicas (UR’s), onde serão beneficiadas 35 famílias no município até o ano de 2019); assinatura de Convênio entre Emater e Prefeitura Municipal e estabelecimento de parceria entre Emater e Gestão Municipal.

Fotos: Marlove Perin

Prefeito Ferrari fala sobre o início de sua gestão

Na manhã da quarta-feira, 18 de janeiro, em entrevista ao Jornal de Pinto Bandeira, o Prefeito do município Hadair Ferrari respondeu a algumas perguntas sobre o início de sua gestão.

Jornal de Pinto Bandeira – Considerando que Pinto Bandeira é um dos municípios mais jovens do Estado, como o senhor encontrou a organização administrativa do Município?

Hadair Ferrari – Conforme orientação do ministério público, o ex Prefeito João Pizzio fez a transição documental, parte no dia 20 de dezembro de 2016 e o restante no dia 30 e, foi em cima disso que iniciamos nossos trabalhos. Hoje, passados quase vinte dias desde que assumimos, podemos dizer que estamos organizando a casa.

JPB – O ex-prefeito Pizzio, divulgou que deixou 1,4 milhão, sendo R$ 300.000,00 de recursos de repatriação. Este valor total se confirma?

Hadair Ferrari – Sim, esse valor se confirma. Parte desse valor vai ser usado para pagar contas pendentes, outra parte vai para educação e saúde e, o valor livre, que ficará em torno de 50% do total, será usado nas necessidades mais urgentes da prefeitura.

JPB – Qual o total do orçamento para 2017?

Hadair Ferrari – O orçamento para este ano está em aproximadamente R$ 13.000.000,00.

JPB – Quais foram as suas principais medidas tomadas como prefeito?

Hadair Ferrari – Em primeiro lugar estou recebendo todas as pessoas que nos procuram aqui, mesmo sem hora marcada. Em segundo redução de gastos com funcionários, aluguéis e outros, além da organização da prefeitura para deixar todas nossas ações o mais transparente possível. Queremos estar entre os primeiros no ranking da transparência.

JPB – Pinto Bandeira possui cerca de 30 famílias beneficiárias do Bolsa Família. Com a extinção da secretaria de Assistência Social, o repasse do benefício continua inalterado?

Hadair Ferrari – Atualmente são 23 famílias beneficiadas com o bolsa família, as outras sete, saíram por não estarem mais de acordo com as exigências do programa. Quanto à Secretaria de Assistência Social, ela não foi extinta, foi apenas absorvida pela Secretaria da Educação, o que foi extinto foi o cargo de Secretário da Assistência Social.

JPB – Como está o trabalho de implantação da extensão da Universidade Federal de Santa Maria, em Pinto Bandeira?

Hadair Ferrari – Estamos dando continuidade aos trabalhos, tanto que no próximo domingo, dia 22, teremos o vestibular, cujas provas acontecerão na Escola José Pansera. Posteriormente teremos maiores informações.

JPB – Uma das grandes reivindicações dos produtores de Pinto Bandeira são as estradas do interior. Como está o trabalho da Secretaria de Obras no interior?

Hadair Ferrari – Todas as máquinas e caminhões precisam passar por revisão mecânica, assim como necessitamos comprar os combustíveis, brita, canos para

boeiros, etc. Esses processos necessitam passar por licitação e isso demanda um certo tempo. Assim que tudo estiver liberado estaremos trabalhando direto nas estradas do interior. Sabemos que a época é de safra e as estradas estão em péssimas condições, porém não podemos atropelar os trâmites legais, muito embora fosse essa a minha vontade, para ajudar os agricultores no escoamento de suas colheitas. Acreditamos que para fevereiro tudo estará normalizado.

JPB – Em relação à PROAMB, em que ponto estão as negociações para a ampliação da Unidade em PB, considerando que o governo anterior tentou condicionar a liberação da obra à apresentação de um estudo de Impacto de Vizinhança, ou seja, auxílio para o asfaltamento da estrada?

Hadair Ferrari – A proamb já está colaborando conosco, quando dou brita para que pudéssemos ir adiantando o reparo mais urgentes das estradas. Quanto à ampliação da unidade e o asfaltamento estamos em tratativas e acreditamos que em breve teremos novidades a respeito desse assunto.

JPB – Em relação à saúde, mudou algo na estrutura da mesma no município?

Hadair Ferrari – A Secretaria da Saúde está respondendo pelo Meio Ambiente e pela Assistência Social. Abrimos processo seletivo para preencher algumas vagas como médico, dentista, enfermeira, auxiliar de dentista, entre outras. Estas vagas vão suprir a necessidade de um melhor atendimento ao público. Também estamos firmando novos convênios com clínicas, laboratórios etc.

JPB – Atualmente quantas pessoas foram contratadas e cargos de confiança, estão trabalhando na prefeitura? Tem necessidade de novas contratações?

Hadair Ferrari – Contratamos apenas os Ccs para as quatro Secretarias, e como já falei anteriormente, estamos com o processo seletivo em andamento para suprir as demandas

Fotos: Marlove Perin

FGTS inativo 2017: Nem todos poderão sacar o benefício, tire suas dúvidas

Cerca de 10 milhões de brasileiros aguardam a liberação do FGTS. Governo vai liberar o saque de contas inativas do fundo de garantia. Estimativa é de R$ 30 bilhões circulando no mercado

Para movimentar a economia, o governo resolveu permitir o saque do FGTS de contas inativas. Cerca de 10 milhões de pessoas poderão fazer os saques. A estimativa é de R$ 30 bilhões circulando no mercado. A Caixa Econômica Federal deve divulgar o cronograma de saques na próxima semana e a expectativa é que o dinheiro comece a ser liberado a partir de março.

Quem pode sacar o FGTS?
– Terá direito a sacar o dinheiro o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até o dia 31 de dezembro de 2015;
– Uma pessoa pode ter mais de uma conta inativa;
– Não poderá retirar o dinheiro quem pediu demissão ou foi desligado por justa causa a partir do dia primeiro de janeiro do ano passado – nesse caso vale a regra antiga. A pessoa só poderá sacar o dinheiro da conta inativa depois de três anos desempregada ou sem recolher o FGTS.

A consulta ao saldo pode ser feita pela internet, com uma senha; pelo aplicativo no celular; com o cartão cidadão; ou nas agências da caixa. Mas tem que ter o número do PIS.

Informações sobre o FGTS
A sigla FGTS significa Fundo de Garantia de Tempo se Serviço. Criado em 1966, o FGTS tem como característica defender o trabalhador que foi demitido sem justa causa e precisa de um dinheiro para se manter durante um período até conseguir um novo emprego.

Todo trabalhador, contratado pelo regime de CLT, tem direito ao FGTS. Além disso, o Governo disponibiliza acesso para os trabalhadores rurais, temporários e atletas profissionais. Já as domésticas, o FGTS só passou a ser valido em 2015, por meio do e Social, da qual o patrão faz o recolhimento do fundo e tributos junto aos órgãos competentes.

Métodos de depósito
De forma mensal, o FGTS é realizado em uma conta bancária na Caixa Econômica Federal, em nome do trabalhador. A pessoa proprietária da conta pode ter acesso ao site por meio de canais da internet (site da caixa ou site oficial do FGTS), aplicativos de celular ou por meio de um extrato mensal que o banco disponibiliza diretamente na casa do trabalhados.

Valor
O FGTS não é descontado do salário. Assim, esse beneficio é uma obrigação da empresa contratante, que deve depositar em uma conta independente, junto a Caixa Econômica, o valor de 8% baseado no salário bruto do trabalhador. Já o trabalhador doméstico, o valor será baseado em torno de 11.2%, de acordo com novas propostas reajustadas pelo governo nos últimos anos.

Fotos: Divulgação