Emocionado, Associado Nestor Cecconi diz que Cooperativa Aurora é a extensão de sua família e propriedade

A Cooperativa Aurora representa “parte da minha vida”, até me emociono. É uma extensão da minha família e da minha propriedade” resume em poucas palavras Nestor Cecconi, 47 anos. Proprietário de parreirais em Monte Belo do Sul, o viticultor viu na agricultura uma oportunidade de continuar a tradição do pai Domingos e ampliar os ganhos.

A opção foi continuar com o plantio dos vinhedos e de ser associado à Cooperativa Aurora. A determinação deu resultado e, hoje, são colhidos aproximadamente 100 mil quilos de uva das variedades Egiodola, Prosecco, Isabel, Seibel, Moscato Embrapa e Coder. A paixão pelos vinhedos foi herança da família. O desafio agora é transmitir o legado e garantir a sucessão.

Casado com Rosane, o casal tem duas filhas, Josiane, 10 anos e Vitória, 5. A mãe de Nestor, Ires, 78 anos mora com a família e também é associada da Cooperativa.

“Desde a época de crise eu comecei a participar mais assiduamente da Cooperativa, até então eu participava mais como fornecedor do que associado. Fiz parte do primeiro grupo do Comitê Educativo fundado na época da recuperação com a intenção de começar a melhorar, de sermos mais participativos, de cuidarmos e não tratá-la como uma simples empresa onde você apenas entrega a uva e, sim com parte do nosso negócio. Ajudei e participei no grupo de associados que se propuseram a mudança de estatuto na época em que possibilitou algumas mudanças na questão da administração do Conselho, aumentando o número de conselheiros no sistema de eleição. De lá para cá tenho uma participação ativa, procuramos trabalhar com os associados para que haja gente competente como o atual Presidente, um homem capaz, que apresenta resultados financeiros, mesmo em época de crise onde praticamente dobrou o faturamento. Então, pra mim isso é competência, cuidar do que é nosso. Hoje temos uma empresa sólida que nos dá orgulho. Quando me refiro a Cooperativa é no trato com os associados, na abertura que a empresa tem com as pessoas que fazem parte dela, no sentido de mostrar a realidade, o que realmente acontece, as decisões internas que são tomadas, isso faz com que sentimos segurança no trabalho. Nós agricultores temos uma empresa de céu aberto, temos que lidar com o clima e sendo associado da Aurora temos suporte e garantia de entrega da uva” explica Nestor.

Itacir Pozza, presidente da Aurora diz que o maior prêmio da Cooperativa é valorizar o produtor e incentivá-lo a ficar na propriedade rural.

 

Fotos: Marlove Perin

STIMMME-BG Meio século em defesa da família metalúrgica

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento Gonçalves completa 50 anos de fundação no dia 1º de março de 2017, comprometido com a continuidade dos projetos em favor da categoria

O dia 1º de março de 2017 é significativamente representativo na história do STIMMME-BG: marca seu aniversário de 50 anos de fundação, e, principalmente, o compromisso renovado da entidade com a continuidade dos trabalhos em defesa dos direitos das categorias que representa. “A trajetória que o Sindicato construiu até aqui é, sem dúvida, motivo de grande orgulho para todos nós, trabalhadores do segmento. Motivados pela série de conquistas já alcançadas, neste momento, voltamos nossa atenção para o futuro –reafirmando o compromisso com a continuidade da atuação em defesa da família metalúrgica e na busca constante de instrumentos capazes de ampliar sua qualidade de vida”, diz o presidente Elvio De Lima.

Vigilante permanente dos direitos dos profissionais, o STIMMME abre o mês alusivo ao seu 50º aniversário valendo-se da força,representatividade e credibilidade acumulados ao longo dos anos para alertar seus associados sobre as propostas prejudiciais contidas nas reformas Previdenciária e Trabalhista sugeridas pelo governo. Diversas ações de mobilização e conscientização estão sendo programadas para os próximos dias – inclusive com distribuição de material informativo junto às empresas do segmento – chamando a atenção para que intercedam junto aos deputados federais pela não aprovação das propostas. “Neste momento, cabe a nós, cidadãos, independentemente do segmento em que atuemos, protestarmos contra essas reformas. Ambas roubam nossos direitos e, portanto, não podemos nos omitir diante dessa agressão”, reforça o presidente.

Além das atividades sindicais de cunho político, a agenda de março será marcada pelo início da programação social no calendário de eventos do STIMMME. Abrindo as comemorações temáticas dos seus 50 anos, o Sindicato promove a tradicional Festa do Dia da Mulher. Exclusivamente dedicada ao público feminino, a integração ocorrerá em 18 de março, um sábado, no DallOnder Grande Hotel, em Bento Gonçalves, com expectativa de reunir mais de 500 pessoas. Entre as atrações confirmadas estão o sorteio de uma moto 0km, de R$1,5 mil em prêmios diversos, apresentações teatrais e musicais. As interessadas em participar já podem garantir o ingresso na sede administrativa do Sindicato ou também nas subsedes de Veranópolis, Guaporé e Nova Bassano.

Momentos marcantes da história de 50 anos do STIMMME-BG

A trajetória de 50 anos que o STIMMME completa no dia 1º de março começou a ser escrita em 1967 e, desde então, acumula uma série de momentos importantes que traduzem o compromisso da entidade com a família metalúrgica. Relembre algumas dessas passagens:

Consolidação

Em 1967 o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento Gonçalves recebeu a Carta Sindical, documento que oficializou sua atuação em defesa dos direitos dos profissionais do segmento. Passados 50 anos, a entidade congrega aproximadamente 3,5 mil associados, representando cerca de 14 mil trabalhadores alocados em 18 municípios da região nordeste do Rio Grande do Sul.

Compromisso com o trabalhador

O STIMMME foi uma das entidades pioneiras na região a oferecer atendimentos médicos e odontológicos para os associados. O projeto de benefícios iniciou em 2008 e, três anos mais tarde, migrou para a atual modalidade, em que os serviços são prestados de forma gratuita. Completam agrade assistência jurídica e previdenciária. Essas facilidades são disponibilizadas na estrutura da própria Sede Administrativa.

Representatividade

Fortemente engajado nas causas do movimento sindical, o STIMMME participa permanentemente de interlocuções a favor de conquistas para os trabalhadores e de reivindicações que garantam a manutenção de seus direitos. Essa atuação ocorre em conjunto com entidades representativas estaduais, federais e, também, junto às esferas governamentais.

Sede Campestre

Em 2004 o STIMMME entregou um grande benefício à família metalúrgica: a Sede Campestre. Recanto de lazer exclusivo para associados e familiares, totaliza três hectares com infraestrutura completa: piscinas, quadras de futebol-sete e vôlei, área de camping com churrasqueira, recanto para festas, bar, vestiário e estacionamento. Outro destaque é o Centro de Eventos Valdemiro Orso. Em breve serão entregues um alojamento com oito apartamentos e uma cozinha industrial.

Lazer e social

Fortemente atuante no campo social, o STIMMME construiu uma sólida agenda de eventos que favorecem a integração entre os profissionais do setor desde a primeira edição da Festa Metalúrgica, em 1998. Atualmente,o calendário de eventos do Sindicato tem atividades fixas como a Festa do Dia da Mulher, Gincana Metalúrgica, Jantar Baile dos Trabalhadores Metalúrgicos,Dia da Criança, Festas nas Subsedes de Guaporé, Nova Bassano e Veranópolis, e Festa Metalúrgica.

Formação

O STIMMME foi, mais uma vez pioneiro ao inaugurar o Centro Profissionalizante do Setor Metalmecânico e Material Elétrico de Bento. A iniciativa surgiu em 2010 e, desde então, já capacitou mais de dois mil trabalhadores.

 

Fotos: Divulgação

Útil Escavações – A base da sua construção

Há mais de seis anos no mercado, a Útil Escavações é uma empresa que oferece os mais variados serviços de terraplanagem, escavação em geral e instalação de rede de esgoto.

Sediada em Bento Gonçalves, a empresa conta com uma ampla experiência em obras de pequeno, médio e grande porte, prestando serviços para construtoras, indústria, comércio, empresas do setor público, particulares, entre outros.

A Util Escavações valoriza o cliente, para isso, preza pela qualidade e rapidez na execução dos serviços. Oferece trabalhos de Escavadeira de 21.000 KG, Mini Carregadeira e Mini Escavadeira para toda a região, em especial para a população de Pinto Bandeira com ótimos preços.

Com um atendimento personalizado e uma equipe de profissionais experientes, a empresa esta pronta para atender suas necessidades. Para obter mais informações, entre em contato pelos fones: (54) 99982 8930 / 99911 6060 ou e-mail: contato.util@hotmail.com.

Principais Atividades:

– Terraplanagem

– Escavação em geral

– Demolição

– Limpeza

– Aterros

– Desaterros

– Compactação

– Nivelamento

– Remoção de Entulhos

-Instalação de rede de esgoto

– Não cobramos Frete.

 

Fotos: Divulgação

“Nossa Casa Fora de Casa” diz associado

Família Rigon fala da relação de quase intimidade entre eles e Cooperativa Aurora

A cooperativa Aurora chega aos 85 anos praticando valores cultuados desde sua fundação, em 1931. Assim, trabalho, profissionalismo, honestidade e união estão entre os atributos que deixam a família da Cooperativa feliz e orgulhosa. A prova disso são as 1100 famílias de associados. Justamente por ser uma Cooperativa, a Aurora valoriza muito a sua gente. Casos como o da família Rigon, da Linha Jacinto, interior de Pinto Bandeira, são ilustrativos. Celino Rigon, 76 anos, agricultor, casado com Ivone, 60 anos tem sua história parecida com a de incontáveis viticultores da região. Filho de agricultores cresceu no pedaço de terra da família tratando da lavoura e das parreiras. Seu pai Santo associou-se à Cooperativa em 1944. “fui incentivo por ele” conta. “Quando jovem, eu levava a uva com dois cestos carregados da fruta em cima de uma mula. Depois veio a carroça e o caminhão. As uvas eram trazidas em bigunços” lembra. “Era assim na minha família e em outras também. Somos uma família que trabalha unida”.

O filho Enério Rigon, 32 anos, a nora Cátia Ferrari e os dois netos Leonardo, nove anos e Arthur, dois anos vivem na propriedade. “Orgulho-me de afirmar, a Cooperativa é “ Nossa Casa Fora de Casa” lá temos tudo, Assistência Técnica e Social, é uma extensão do produtor. Entregamos nossa produção com segurança” diz Enério. “Talvez por esta razão, fica certo ar de “casa da gente” ou “nossa casa”, onde somos o que queremos ser. É sempre melhor um grupo unido do que um para cada lado” finaliza o produtor falando do orgulho em ser associado da Aurora.

Itacir Pozza, presidente da Aurora diz que o maior prêmio da Cooperativa é valorizar o produtor e incentivá-lo a ficar na propriedade rural.

Produção

“Neste mês marcarmos o início da colheita das uvas”, relata Enério. “Cultivamos as variedades Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Moscato Giallo, Malvasia de Cândida, Merlot e Isabel e a expectativa é de chegarmos aos 180 mil quilos”.

Até o momento a família colheu aproximadamente 50 mil quilos da fruta. Devido às melhores condições climáticas, neste ano, Rigon terá 50% a mais de produção. Ele explica que, neste momento, para ter perdas significativas somente se o tempo não colaborar.

Caixas Bins são Novidades

As caixas Bins são novidades na colheita de uva na região. A família Rigon é exemplo de produtores que aderiram à nova tecnologia. “No ano passado a Aurora havia nos emprestado os bins para que pudéssemos fazer o teste. Compramos então 40 caixas, suficientes para duas cargas de caminhão” explica Enério.

Cada Bim tem a capacidade de armazenar 400 quilos de uva. “Vale o investimento porque antes precisávamos de duas pessoas a mais para carregar as caixas normais. Agora faço tudo sozinho” conta Enério.

Até o momento, 52 grupos familiares aderiram aos bins.

A estimativa é receber cerca de 10% desta safra em bins, lembrando que este foi o primeiro ano da implantação do projeto. “A adesão foi muito positiva por se tratar de uma tecnologia que visa facilitar o trabalho do viticultor. Quando buscamos esta opção, também pensamos em fixar o jovem na propriedade, reduzindo o esforço físico e melhorando as condições de trabalho” disse Itacir Pozza, presidente da Aurora.

Fotos: Divulgação

Exportações de alimentos e bebidas industrializados do Brasil crescem 77,1% e atingem a marca de US$ 49,5 MI em 2016

Resultado refere-se às vendas externas concretizadas no ano passado pelas pequenas e médias empresas integrantes do Projeto Brazilian Flavors (da A.B.B.A., apoiado pela Apex-Brasil) decorrentes de ações desenvolvidas pelo Projeto

O Projeto Setorial Brazilian Flavors (BF),desenvolvido e gerenciado pela A.B.B.A. (Associação Brasileira de Exportadores e Importadores de Alimentos e Bebidas), com o apoio da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), fechou 2016 com o total de US$ 49,5 milhões exportados, para 62 diferentes destinos, resultado considerado extremamente positivo, principalmente considerando as dificuldades que a crise econômica do país impôs ao setor produtivo. Esse desempenho das empresas integrantes do Brazilian Flavors (micros, pequenas e médias empresas produtoras de alimentos e bebidas industrializados com diferenciais de qualidade e apelo de brasilidade)representa um aumento de 77,1% nas exportações do projeto em relação ao ano anterior.

O Brazilian Flavors tem o objetivo de abrir oportunidades e fomentar os negócios no varejo internacional para os Alimentos e Bebidas brasileiros processados, secos, resfriados ou congelados, produzidos por pequenas e médias empresas. São produtos que refletem a diversidade da culinária brasileira, ingredientes de alta qualidade, predominantemente saudáveis e naturais, em preparações que transmitem a “brasilidade” através desabores únicos. Estes atributos são muito valorizados pelos consumidores internacionais, sendo iguarias classificadas nas categorias de produtos “premium”, “specialty” ou “gourmet” nos diferentes mercados.

Ações e vitrine digital

Para o novo biênio que se iniciará (2017/ 2019), o Projeto focará as ações promocionais de apoio às suas atuais 50 empresas Associadas (e novas entrantes) nos mercados alvo selecionados. Segundo Raquel de Almeida Salgado, presidente-executiva da A.B.B.A. e gerente do Brazilian Flavors, entre as ações previstas para os próximos dois anos estão a realização de Projetos Compradores para promover a vinda de Agentes Comerciais ao Brasil; desenvolvimento de ações de pontos de venda em lojas de redes internacionais nos países destino; participações em feiras mundiais de relevância, entre outras. “Vamos também reforçar as ações voltadas às empresas iniciantes nas exportações e as iniciadas para ampliar as suas maturidades exportadoras”, explica a presidente-executiva, destacando ainda o lançamento de uma vitrine digital dos produtos representados pelo Brazilian Flavors, em breve. “Vamos lançar em breve essa nova plataforma de negócios, que reforçará o suporte de inteligência de mercado do nosso Projeto, pois abrirá canais diretos das empresas com os mercados internacionais”, adianta Raquel.

Em sintonia com a nova campanha “Be Brazil”, lançada pela Apex-Brasil, o Projeto Brazilian Flavors se apresentará como um protagonista nos desafios de mostrar ao mundo um Brasil diferente e apaixonante, capaz de surpreender os paladares mais exigentes, desfazendo estereótipos e conquistando corações. Assim, nas suas ações promocionais presenciais e virtuais convidará os consumidores ao redor do mundo:“Be Brazilian Flavors”.

Fotos: Divulgação

Conta de Luz terá aumento médio de 7,17% neste ano

A conta de luz vai subir este ano. E o principal motivo é uma indenização bilionária que o governo federal vai pagar para empresas transmissoras de energia. Essa é uma herança do governo Dilma. Vamos entender por que é que sobrou para o consumidor:

A indenização é de R$ 62,2 bilhões. Foi acertada em 2012 e se refere a investimentos feitos pelas empresas transmissoras de energia que não foram pagos até hoje. Essa conta vai levar oito anos para ser quitada. E agora, em 2017, o reajuste médio para o consumidor será de 7,17%. Em alguns casos, o reajuste pode ser ainda maior. Nos últimos quatro anos, a conta de luz sofreu fortes variações. Em 2012, o governo reduziu o valor da conta em 20% – em uma época em que os reservatórios das hidrelétricas estavam em baixa. Em 2013, nova queda de 15,66% – e a seca apertou ainda mais. Tudo isso fez a conta disparar em 2014: alta de 17,06%. E foi ainda pior em 2015: a alta bateu os 51%.

No ano passado, quando a forte estiagem deu um alívio: o consumidor sentiu uma redução de 10,66% na conta de luz. O reajuste recebeu críticas e a Aneel explicou que o aumento pode ser ainda maior, dependendo de onde o consumidor mora.

Fotos: Divulgação

Inscrições abertas para Expodireto em Monte Belo do Sul

A 18ª edição da Expodireto Cotrijal 2017 acontece entre os dias 6 e 10 de março, em Não-Me-Toque. Pesquisadores, representantes de vários países, agricultores e empresários estarão reunidos na cidade. A visita técnica no município de Monte Belo do Sul será dia 07 de março. Os interessados devem procurar a Secretaria de Agricultura ou a Emater/RS-Ascar, que apoiam a ação. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (54) 3457 2074 / 3457 2075.

 

 

 

Fotos: Divulgação

12ª Celebração ao Padre Ferlin terá bênção às uvas e saúde

No domingo, 26 de fevereiro Monte Belo do Sul promove a 12ª ce­lebração de Fé em Memória ao Padre José Ferlin. Às 15h haverá missa na Igreja Matriz,com bênção da saúde e das uvas, simbolizando o início da safra no município e também proteção aos agricultores e as boas condições climáticas.

Oração Padre José Ferlin

“Senhor, nós vos agradecemos a presença do Padre Ferlin no meio de nós. Com ele aprendemos aconhecer a Jesus e amá-lo como nosso irmão. Glorificai, senhor, vosso servo que sempre ajudou e protegeu nossas famílias e nosso trabalho. Padre Ferlin, pedia Jesus que nos abençoe e nos conheça a graça que vos A missa será às 15h na igreja Matriz do município com benção da Saúde e das pedimos”.

 

Fotos: Divulgação

Visita técnica na ExpoAgro Afubra em Monte Belo do Sul será em março

Confirmada a data da 17ª edição da Expoagro Afubra. A maior feira do Brasil voltada à agricultura familiar ocorrerá nos dias 21, 22 e 23 de março de 2017, no Parque de Exposições, situado na localidade de Rincão del Rey, município de Rio Pardo/RS. Os interessados em participar da feira, deverão se inscrever na Secretaria de Agricultura, fone (54) 3457 2074 ou Emater/RS-Ascar (54) 3457 2075.

 

 

 

 

Fotos: Divulgação

Veja o calendário de saque do dinheiro das contas inativas do FGTS

O saque do dinheiro das contas inativas do FGTS vai começar em março para quem nasceu em janeiro e fevereiro. A informação é da Folha Online. O início dos saques deve ser autorizado a partir do dia 10 de março, uma sexta-feira. O calendário será oficialmente divulgado pelo governo nesta terça-feira (14), além de outros detalhes sobre como vai funcionara operação.

Quem nasceu entre março, abril e maio vai poder resgatar o dinheiro em abril. Já quem aniversaria em junho, julho ou agosto poderá fazer o saque em maio. Já em junho, o benefício poderá ser retirado pelos nascidos entre setembro e novembro. Em julho, por fim, será a vez dos aniversariantes de dezembro.

Contas inativas são aquelas de trabalhadores que pediram demissão e que, portanto, não puderam sacar o dinheiro. Só poderá ter acesso aos recursos quem deixou o emprego até 31 de dezembro de 2015.

Calendário:

Em março

sacará o FGTS quem nasceu em janeiro e fevereiro

Em abril

nascidos em março, abril e maio

Em maio

nascidos em junho, julho e agosto

Em junho

nascidos em setembro, outubro e novembro

Em julho

nascidos em dezembro

 

Fotos: Divulgação