Multas por uso de celular ao volante crescem 33% em 2018

 

Apenas nos primeiros sete meses deste ano, o número de multas aplicadas a quem usa o celular enquanto dirige já é 33% maior do que em todo o ano passado. Os dados são do Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf), mantido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). De janeiro a julho, segundo o órgão, esse tipo de infração resultou na aplicação de 759,7 mil multas em todo o país. Ao longo de 2017, as multas impostas pelo uso de celular ao volante somaram um total de 571,6 mil.

Créditos: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Agência Brasil

O alerta sobre os riscos e ameaças no uso de celular ao volante foi reforçado durante a Semana Nacional de Trânsito, que começou no último dia 18 e vai até a próxima terça-feira (25).

Especialista em trânsito e gerente técnico do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), o advogado Renato Campestrini, ressaltou que não há nada no celular que se sobreponha à segurança no trânsito. “É preciso maior conscientização. Nenhuma ligação ou mensagem é mais importante do que você arriscar a tua vida e a de outros no trânsito.”

Gravíssima
Classificada como “gravíssima” pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a infração por uso de celular ao volante pesa no bolso. São R$ 283,47, além de sete pontos anotados na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A multa pode ainda ser combinada com outro tipo de infração, a condução de veículo sem as duas mãos ao voltante, que custa R$ 130,16 e rende mais cinco pontos na carteira.

O acúmulo de 20 pontos ou mais, em um período de até 12 meses, implica na suspensão da CNH. Mesmo com o carro parado no semáforo ou no engarrafamento, o manuseio de aparelhos eletrônicos continua sendo infração passível de multa.

Riscos
Os riscos vão além do bolso e da possibilidade de ter o direito de dirigir suspenso. De acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, o uso de celular ao volante já é a terceira maior causa de fatalidades no trânsito do Brasil. Anualmente, o trânsito tira a vida de mais de 37 mil pessoas no país.

Estudos internacionais indicam que manusear o celular durante a direção é tão perigoso quanto dirigir sob o efeito de álcool. Estima-se que teclar ou atender uma ligação ao volante amplia em 400 vezes a chance de provocar um acidente. “Usar o celular ao volante tira completamente a atenção do motorista. A uma velocidade de 100 km/h, se percorre uma enorme distância em apenas poucos segundos, por isso uma distração pode ser fatal”, afirmou Renato Campestrini, advogado, especialista em trânsito e gerente técnico do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV).

Campestrini informou que aumentou “de forma significativa” o número de pequenas colisões no trânsito relacionadas ao uso do celular. “O motorista, às vezes, está parado atrás de outro veículo, fica olhando o celular, e quando arranca acaba colidindo com o carro da frente, porque perdeu a noção da distância. Isso é muito comum hoje em dia”, exemplifica.

Mudanças
Até 2016, o uso de celular ao volante era uma infração média. O crescente número de acidentes fez com que uma alteração no CTB a transformasse em infração gravíssima. Mesmo com maior rigor, os números sugerem que a prática segue ocorrendo.

De acordo com uma pesquisa do Instituto Datafolha, para 72% dos brasileiros entrevistados, o uso do celular enquanto se está dirigindo, seja escrevendo ou lendo mensagens, é a infração que mais cresceu nos últimos dois anos.

O levantamento, realizado em junho deste ano, foi contratado pela Seguradora Líder, responsável pela administração do Seguro de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro DPVAT). O mesmo percentual de entrevistados (72%) admitiu que faz manuseia o celular ao volante.

Omissão
Uma possibilidade para tornar ainda mais grave esse tipo de infração seria impor o chamado “fator multiplicador” na aplicação da multa. É o que ocorre, por exemplo, para quem é multado por dirigir sob o efeito de álcool. Também classificada como gravíssima, o valor da multa é multiplicado por 10, atingindo o patamar de R$ 2.834,70. “Uma opção seria aplicar um fator multiplicador de três ou de cinco para quem usa celular ao voltante”, apontou Campestrini, gerente técnico do Observatório Nacional de Segurança Viária.

Apesar de punir o manuseio do celular, a legislação brasileira ainda é omissa sobre o uso do telefone por meio da tecnologia bluetooth, que permite a conexão sem fio do aparelho com o sistema do som do carro. A ferramenta permite ao motorista falar ao telefone enquanto dirige sem precisar segurar o aparelho. “Mesmo no bluetooth, a concentração do motorista é menor. Há correntes que defendem essa proibição, mas isso ainda não vingou no Brasil”, afirma Campestrini.

Pedestres
O uso de celular no trânsito também é um risco para os pedestres. É cada vez mais comum o registro de atropelamentos de pessoas que estavam distraídos com o seu smartphone no momento de atravessar uma rua ou um cruzamento.

Ler, digitar, falar e usar o fone de ouvido pode aumentar pode tirar completamente a atenção do pedestre na rua. Há estimativas que indicam um aumento em até 80% na chance de um acidente nessas circunstâncias.

Fonte: Agência Brasil

Dia Nacional do Trânsito reforça ações educativas em Garibaldi

Esta terça-feira, 25 de setembro, é o Dia Nacional do Trânsito, e em Garibaldi a criançada está aprendendo ainda mais sobre as normas e o respeito necessário entre motoristas e pedestres. Desde a última semana, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Segurança e Mobilidade Urbana, realiza ações alusivas à Semana Nacional do Trânsito.

Foto: Atividades da Semana do Trânsito – Escola Carlos Gomes // Créditos: Carina Linassi

Cerca de 1.300 crianças devem participar, até sexta-feira, dia 28, das atividades realizadas nas 12 escolas públicas e privada que foram convidadas a participar do projeto. Além das instruções dos Centros de Formação de Condutores (CFCs) Autonomia e Casagrande, parceiros na realização da ação, junto à Brigada Militar, as escolas estão recebendo a Miniescola de Trânsito.

Na atividade, o trânsito real é recriado por meio de uma estrutura que conta com, faixas de segurança, placas de sinalização, semáforo para veículos e pedestres, lombada eletrônica e o ônibus que leva os alunos do 1o ao 5o ano que participam da simulação.

Balada Segura
Integrando as ações da Semana Nacional do Trânsito, uma operação da Balada Segura foi realizada em dois diferentes pontos de Garibaldi na última sexta-feira, dia 21. Quatro motoristas se recusaram a soprar o etilômetro e tiveram as habilitações apreendidas, além de um veículo recolhido, devido ao motorista apresentar sinais de embriaguez. Na praça da Ermida, foram autuados quatro veículos, devido ao som excessivamente alto, perturbando o sossego dos moradores locais.

“É importante lembrar que devemos respeitar os demais munícipes para que possamos viver de maneira pacífica e ordeira”, avalia o secretário Carlo Mosna.

Brigada Militar recebe computadores do Sicredi

Foto: Divulgação

A agência Sicredi de Monte Belo do Sul realizou a doação de um computador para a Brigada Militar do município. A doação visa melhorar a estrutura de entidades parceiras. “É um ato pequeno diante da importância que a Brigada Militar tem em nosso município, porém acreditamos ser de grande valia para a instituição. Desta forma estamos contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos associados e da sociedade”, comentou o gerente da unidade de atendimento do Sicredi, Anderson Giordan.

A entrega foi realizada na sexta-feira, 14 de setembro, unidade de atendimento do Sicredi local e contou com a presença dos sargentos Varlei Lannes e Rodrigo Bacco e soldados da Brigada Militar e da funcionário do Sicredi Camila Cecconi. O sargento Lannes agradece a doação do computado ao Sicredi.

Parlamento Regional discute segurança e saúde nos municípios

O Parlamento Regional esteve reunido na tarde da quarta-feira, 12 de setembro na Câmara Municipal de Veranópolis, abordando temas como telecomunicações, segurança e transporte escolar. Representando o Poder Legislativo de Monte Belo do Sul, esteve presente o vereador Presidente Onecimo Pauleti.

Pauleti abordou o tema sobre a importação de vinho e os altos impostos aplicados no vinho nacional. De acordo com o vereador a entrada de vinho importado prejudica o setor.

Foto: Raiane Martininghi – MTE 18.874

A Presidente em Exercício do Parlamento e vereadora, Patrícia Camassola Tomé levou aos vereadores sua preocupação com a segurança em São Marcos. Também questionou aos colegas sobre o auxílio moradia, concedido à policiais que trabalham e residem no mesmo município. Anteriormente São Marcos, através do Consepro, fazia o repasse deste recurso para o custeio da moradia dos mesmos. Porém, conforme a Lei 13.019 que estabelece o regime jurídico das parcerias voluntárias, envolvendo ou não transferências de recursos financeiros, entre a administração pública e as organizações da sociedade civil, em regime de mútua cooperação, para a consecução de finalidades de interesse público.

A reunião iniciou com a apresentação, aos demais membros, das reivindicações do Parlamento junto a Secretaria Estadual de Saúde, solicitando a ampliação dos atendimentos de alta complexidade na Serra Gaúcha. Atualmente o hospital referência nesta área é o Pompéia, de Caxias do Sul, porém a entidade de saúde não está suprindo a demanda necessária. Segundo o levantamento do Parlamento Regional são mais de 2.400 cirurgias na região sendo aguardadas.

Outras pautas também tiveram espaço no encontro, como os projetos de cobertura de internet e telefonia para o interior. Nesse sentido, o Parlamento Regional irá realizar uma visita técnica ao município de Boa Vista do Sul, que está implantando o projeto-piloto. Também irá encaminhar documento ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem do RS (Daer), para melhoria da sinalização das estradas da Serra, sobretudo a ligação de Nova Roma do Sul e Farroupilha pela ERS-448.

Foto: Raiane Martininghi – MTE 18.874

Outro tema, visando a segurança dos estudantes, é as condições dos veículos escolares de cada município. Cada Câmara pesquisará ambas as situações em suas cidades para realizar um quadro comparativo da Serra. Sugerido pelo presidente de Caxias do Sul, Alberto Meneguzzi, o Parlamento convidará para a reunião do mês de outubro os comandantes da Brigada Militar da região para tratar da segurança pública, entre os temas, o cercamento eletrônico.

Estiveram também na reunião, os municípios de Cotiporã, Garibaldi, Farroupilha, Nova Bassano, Nova Prata e Nova Roma do Sul. A próxima reunião do Parlamento Regional ficou marcada para dia 23 de outubro em Nova Roma do Sul, ás 14h.

Brigada Militar iniciou nesta quarta-feira a operação AVANTE – _DISSOLUTIO_ em Bento Gonçalves

Foto: Divulgação

Com o objetivo de reduzir o número de crimes violentos em Bento Gonçalves, em especial os crimes contra a vida, a Brigada Militar deu início nesta quarta-feira (12/09) a Operação denominada Avante _Dissolutio_. Ela contará com a colaboração de 20 Policiais Militares, de Porto Alegre, das Patrulhas Especiais do 1º Batalhão de Operações Especiais. Eles apoiarão o 3º BPAT – Batalhão de policiamento de áreas turísticas.

Em meio a tristeza e luto, amigos e familiares se despedem de Gregório Bruschi

Aconteceu na manhã desta segunda-feira, 10, o velório do empresário Gregório Bruschi, 58 anos, vítima de um latrocínio em Bento Gonçalves. A despedida, acompanhada de dezenas de pessoas, ocorreu na sala A do memorial São José.

Foto: Facebook / Reprodução

O empresário, que faleceu no domingo a tarde, esteve internado no Hospital Tacchini desde a quinta-feira, quando foi baleado durante um assalto a um supermercado no bairro Botafogo. Os seis mercados da Rede Grepar, na qual o empresário era um dos sócios, ficaram fechados nesta segunda-feira.

Em meio a tristeza e luto, diversos funcionários, muitos ainda uniformizados, acompanharam junto a amigos e familiares a despedida do empresário, que deixa a esposa Ana e os filhos Guilherme e Gustavo.

A Polícia Civil segue investigando o caso de latrocínio.

Homem é detido suspeito de furto de trator em Pinto Bandeira

Na manhã desta Segunda-Feira, 25 de junho, por volta das11h30min, a Brigada Militar de Pinto Bandeira, durante patrulhamento em área rural do município, localizou um trator em situação de furto. Um homem foi detido suspeito de ter furtado o veículo.
De acordo com o relato dos Policiais Militares, durante o patrulhamento visualizaram um homem, de 24 anos, antecedente por Dano ao Patrimônio Público, em atitude suspeita ao lado do veículo e após averiguação constataram que o trator encontrava-se furtado.
O indivíduo e o veículo foram encaminhados até a Delegacia de Polícia em Bento Gonçalves onde foi realizado o registro do furto. O homem deve responder por furto de veículo.

Vereadores de Monte Belo do Sul solicitam melhorias na ERS 431, KM 19

Na última sessão da Câmara de Vereadores de Monte Belo do Sul, dia 02 de maior, os vereadores elaboraram um ofício para o Daer, solicitando melhorias no asfalto junto a Linha Colussi, acesso a Monte Belo do Sul, ERS 431, KM 19. O mesmo foi protocolado junto ao Daer no dia 03 de maio, em audiência realizada pelo presidente da Câmara de Vereadores de Monte Belo do Sul, Onecimo Pauleti e o Diretor Geral Rogério Uberti, dando abertura ao processo administrativo eletrônico nº 18/0435-0017995-8.
O trecho é de uso intenso pelos veículos dos municípios da região, que se ressentem da conclusão das intervenções na referida rodovia. Trata-se da continuidade de melhorias realizadas na mesma, recentemente.
A Câmara de Vereadores de Monte Belo do Sul, por inúmeras vezes ouviu o pedido dos moradores e pessoas que transitam pelo local, na busca de uma solução para o trevo de acesso na ERS 431, KM 19, uma vez que ele se encontra em más condições tanto de trafegabilidade, quanto de visibilidade e sinalização.
As intervenções no pavimento e na sinalização da rodovia integram o Programa Restauro, executado pelo governo do Estado através da Secretaria dos Transportes e do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), porém depois de concluídas as obras das cabeceiras da ponte sobre o Rio das Antas, o trevo de acesso ao nosso Município não foi concluído, encontrando-se com pendências e gerando problemas de trafegabilidade no local. A conclusão se faz necessária para que a população transite com conforto e, principalmente, com segurança.
“Sugerimos um estudo para elaboração de um novo trevo de acesso, no sentido Município de Bento Gonçalves a Santa Bárbara (passando pela Linha Colussi) e vice-versa, para que seja possível acessar a estrada que liga ao município de Monte Belo do Sul sem avançar na pista contrária” explica Onecimo Pauleti.
As obras na ERS-431 fazem parte do lote 13 do Programa Restauro, que contempla, ainda, 6,8 quilômetros já recuperados da VRS-813 (Farroupilha – Desvio Blauth) e 3,8 quilômetros da ERS-448 (Vila São Marcos – Farroupilha), onde os trabalhos estão em fase inicial. O investimento total nos 30 quilômetros é de R$ 12 milhões, financiados pelo Banco Mundial (Bird).

Policiais Militares de Bento Gonçalves realizam curso SINESP-CAD em Brasília

Bento Gonçalves foi escolhida em função do investimento no CIOP – Centro Integrado de Operações, com sistemas de vídeo monitoramento inteligente e será a cidade pioneira no Estado do Rio Grande do Sul a implantar a ferramenta Foto: Divulgação

Entre os dias 23 e 27 de abril, os policiais militares do 3º BPAT, lotados em Bento Gonçalves, Tenente Leandro dos Santos Ávila e Soldados Adelino de Oliveira Ramos Junior e Mauricio Valente Trindade, participaram da 1º edição do curso Sinesp CAD – Central de Atendimento e Despacho Nível Multiplicador.
O curso foi gerenciado pela Diretoria de Ensino, Pesquisa e Análise da Informação e Desenvolvimento de Pessoal (DEPAID) da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), situado em Brasília – DF, que contou com a participação de profissionais da segurança pública de diversos estados do país.
O Sinesp CAD – Central de Atendimento e Despacho – é uma das soluções do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e sobre Drogas, gerenciada pela Diretoria de Ensino, Pesquisa e Análise da Informação, e Desenvolvimento de Pessoal (Depaid) da Secretária Nacional de Segurança Pública (Senasp). A solução SINESP dá suporte aos serviços públicos emergenciais, permitindo a integração do atendimento de forças de segurança pública e outros órgãos (Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, PRF, Guardas Municipais, etc.) otimizando a gestão de recursos e diminuindo o tempo de resposta, além de melhorar o planejamento operacional.
O Curso Sinesp CAD Multiplicador, tem o objetivo de propiciar aos profissionais indicados pelas secretarias de segurança pública dos estados e do distrito federal, conhecer a ferramenta de atendimento e despacho da solução Sinesp, suas funcionalidades e aplicabilidades.
Bento Gonçalves foi escolhida em função do investimento no CIOP – Centro Integrado de Operações, com sistemas de vídeo monitoramento inteligente e será a cidade pioneira no Estado do Rio Grande do Sul a implantar a ferramenta a fim de melhorar cada vez mais o atendimento à comunidade. Além do RS, mais nove estados já estão utilizando o sistema.

Multa a pedestres e ciclistas é adiada para 2019

Desde 1997, o código de trânsito previa multas para esse tipo de infração, mas sem resolução que aplicasse a legislação Foto: Divulgação

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) adiou esta semana o prazo para a aplicação de multas para pedestres e ciclistas que começaria a valer a partir de abril. Agora, o novo prazo estipulado para a medida ser aplicada é 1º de março de 2019. O órgão ainda não explicou o motivo do adiamento, mas colocar não será fácil colocar essa lei em prática.

Prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) desde 1997, a multa para pedestres e ciclistas que circularem fora de espaços adequados nunca foi devidamente regulamentada. Isso mudou em outubro de 2017, quando foram definidas algumas regras para a aplicação da medida.
Vários especialistas, no entanto, destacaram a complexidade de colocar um sistema de aplicação de multas nesses termos. Atualmente, o sistema de cobrança é realizado com base na placa dos veículos, e para multar pessoas o sistema precisaria levar em consideração o CPF ou RG.

Quando multar e como multar pedestres?
As multas correspondem a 50% do valor de uma infração leve, ou seja, R$ 44,19 para os pedestres que forem flagrados atravessando fora da faixa, ou até mesmo em locais de risco como avenidas e rodovias, fora de passarelas e de caminhos que são destinados a pedestres terão seus dados recolhidos por um agente atuador.
O mesmo valor será aplicado para pedestres que também fecharem a via impedindo a passagem de carros com festas, práticas esportivas ou quaisquer ocasiões que impeçam o trânsito sem autorização regular.

Ciclistas
Ainda de acordo com o CTB, os ciclistas que transitarem em calçadas quando não há regulamentação, andarem na contramão do sentido da via, transportarem peso em excesso ou até os que pedalarem sem as mãos tem previsto multa de R$130,16, valor de uma infração média.
Para a aplicação de multas nesse caso, o agente de trânsito irá recolher os dados da bicicleta, além dos dados pessoais do condutor e em casos mais graves poderá até mesmo recolher a bicicleta.