Praga do morango é tema de Seminário em Feliz, RS, dia 25/04

Morangos moles na bandeja com minúsculas larvas. Essa é uma imagem que ninguém gosta de enxergar. A causa desse dano é uma pequena mosquinha, Drosophila suzukii praga originária do Japão capaz de perfurar frutos sadios ainda em desenvolvimento nas plantas, podendo ainda transmitir fungos e bactérias que deterioram os frutos. O morangueiro é um dos hospedeiros da Drosophila suzukii, causando perdas que variam de 30 a 80%. Os frutos infestados entram em colapso sendo imprestáveis para a comercialização e o consumo.
O Seminário sobre Manejo da Drosophila suzukii em cultivos de morango: aspectos populacionais e estratégias para monitoramento e controle vai trazer informações atualizadas resultantes de pesquisas no campo. Régis Sivori Silva dos Santos, pesquisador da Embrapa Uva e Vinho e palestrante do Seminário, relata que as estratégias que serão apresentadas durante o seminário serão realmente úteis para o manejo da praga. “Quem tem adotado essas práticas, tem conseguido reduzir o ataque e as perdas ocasionadas pela praga.”
A realização do Seminário é da Embrapa Uva e Vinho, apoio Emater/RS-Ascar, Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Prefeitura Municipal de Feliz e Pousada Choppão.

Serviço
O que: Seminário sobre Manejo da Drosophila suzukii em cultivos de morango: aspectos populacionais e estratégias para monitoramento e controle.
Quando: 25 de abril, às 18h
Onde: Centro de Cultura de Feliz (Av. Marcos José de Leão, 26 – Atrás da Prefeitura)
Palestrante: Régis Sivori Silva dos Santos, pesquisador da Embrapa Uva e Vinho
Público a que se destina: produtores de morango
Inscrições e mais informações: Emater de Feliz (emfeliz@emater.tche.br), fone: 51-3637-1282 com Mateus