Consórcio para máquinas agrícolas já é realidade

O consórcio, lançado pela Porto Seguro, permite que os produtores tenha prazo de até 120 meses para pagamento, com possibilidade de redução do valor das parcelas ao longo do plano

Disponível para pessoas físicas e jurídicas e sem taxa de adesão, a nova modalidade de serviço é voltada à aquisição planejada de caminhões, ônibus, tratores, máquinas e implementos agrícolas. Nos últimos três anos, o número de consorciados dessa modalidade registrou um crescimento de 33,8%, segundo dados de março de 2018 divulgados pela Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (Abac).

Créditos: Divulgação

Como funciona a modalidade de consórcio?
As administradoras do consórcio formam grupos de pessoas físicas e jurídicas que possuem o objetivo de adquirir o mesmo bem, que contribuem mensalmente para um fundo comum. A cada mês, é realizado um sorteio para definir um ou mais integrantes que poderão retirar o dinheiro para a compra do bem desejado, a depender do montante acumulado no fundo. Além dos sorteios mensais, o consorciado pode aumentar suas chances de contemplação ofertando lances com recursos próprios, ou utilizando parte da própria cota. No caso do consórcio da Porto Seguro, o produtor poderá usar até 30% do valor da cota para pagamento do lance.

Valores das cotas
As cotas oferecidas pelo consórcio vão de R$ 150 mil a R$ 300 mil, com parcelas mensais a partir de R$ 1.503, já contemplando taxa administrativa, fundo de reserva e seguro de vida.