Entenda o que causou o temporal que danificou cidades e arrasou o campo na Serra

Segundo Meteorologista, a combinação de corrente de ar quente com frente fria provocou o fenômeno

A combinação de um corredor de ar quente e úmido vindo da região norte do país com uma frente fria que estava sobre o oceano na altura da Região Sul foi o que resultou no temporal que atingiu a Serra na madrugada desta quarta-feira (31).

Foto: Porthus Junior / Agência RBS

Segundo o meteorologista da Somar Meteorologia, Caio Guerra, esse é um fenômeno muito comum durante a primavera. Guerra explica que não houve a confirmação de um tornado, embora os ventos tenham alcançado entre 80 km/h e 90 km/h, além de um grande volume de chuvas e granizo. A partir da meia-noite, logo antes de a chuva forte começar, ventos entre 50 km/h e 60 km/h foram registrados por três minutos.

Foto: Avelino Costa da Silva / Divulgação