Pinto Bandeira realiza Qualificação na Aplicação de BTI

Aconteceu no último dia 13 em Pinto Bandeira, com a participação do veterinário responsável pelo setor de Vigilância Ambiental da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde de Caxias do Sul, Eduardo Kieling, a capacitação de aplicadores do inseticida biológico Bacillus thuringiensis israelensis (BTI).

Na capacitação foram tratados temas como: problemas ambientais, aplicação correta para melhor eficiência do produto e regras de uso.

O Decreto que criou o Programa de Controle do Simulídeo, instituiu sua coordenação e supervisão à Secretaria Estadual de Saúde, com a participação das prefeituras municipais, nos termos da Lei 6.503, de 22 de dezembro de 1972, e do Regulamento sobre promoção e recuperação da Saúde Pública aprovado pelo Decreto 23.430, de 24 de outubro de 1974.

Os municípios vinculados ao Programa Estadual, ao solicitarem sua participação no Programa, se comprometem a seguir a Norma da Secretaria da Saúde, Gestora Estadual do Programa. Desta forma, a capacitação realizada no dia 13 de novembro de 2018 serviu para esclarecer o compromisso do Município e comunidade com o Estado. A colaboração dessas esferas da sociedade é o que garante a eficácia do produto.

Para cumprir a Exigência da Secretaria Estadual da Saúde, o Município construiu juntamente com a Secretaria de Obras, uma estrutura denominada Calha Parshall. Através dela, é possível medir a vazão e, utilizando fórmulas, conseguimos obter a dosagem correta de BTI por metro que deverá ser aplicada em arroios principais. Os córregos não mapeados, segue-se a orientação da Secretaria Estadual da Saúde, a cada 50 metros devem ser aplicados 10 ML do produto. A aplicação deve ser feita sempre no tempo mínimo de 1 minutou (para que a larva consiga ingerir o produto) e com regador que possua chuveirinho.