Você sabe como é feita a uva passa?

Presente em quase todas as receitas natalinas, a fruta seca não é produzida em escala industrial no país

As festas de final de ano chegaram e com elas a amada ou odiada Uva Passa entra em cena, presente em diversas receitas. Mesmo sendo conhecida por nós brasileiros, ela não é produzida em grande escala no país.

Frutas que não têm as características ideais para exportação viram uvas passas (Foto: Christian Schnettelker/CCommons)

Quem produz a fruta seca, em grande quantidade é um país vizinho ao nosso, o Chile. Seu clima é ideal para a produção da uva, com muito calor no verão e o frio necessário no inverno. Mas, mesmo com todo o clima perfeito, alguns cachos de uva não atingem o padrão de qualidade para exportação in natura: são menores, menos pesados, menos volumosos. Essas frutas, que acabam sendo “rejeitadas”, passam pelo processo de secagem e viram as famosas uvas passas. Elas, acabam agregando mais valor na hora da sua comercialização, chegam a valer 30% mais que as frutas frescas.

Para viraram as Uvas Passas, a fruta passa por todo um processo de secagem, sendo espalhadas em esteiras colocadas ao sol. O processo de secagem dura em torno de duas a três semanas, variando conforme o calor, sendo totalmente ecológico, pois utiliza a fonte de calor do sol. Já para as uvas claras, o processo passa a ser mecânico.

Confira o vídeo para entender melhor todo o processo de fabricação das Uvas Passas: CLIQUE AQUI