Setor de compras deve desempenhar função ligada a todos os setores

Na Cooperativa Vinícola Aurora, dentre os estágios da função estão orçamentos e planejamento de compras

O setor de compras da Cooperativa Aurora é formado por quatro colaboradores, Roberto Conci, Rosane Rigo Frumi, Mariza Lazzarini Scapin, e Josimar Gava. Foto: Marlove Perin

Crescimento, faturamento recorde, premiações e lideranças de mercado são as marcas da Cooperativa Vinícola Aurora. Foram R$ 540 milhões faturados em 2018, crescimento superior a 5% em relação ao ano anterior. Foram mais de 63 milhões de litros vendidos em todo o Brasil. A capacidade de estocagem da empresa é superior a 73 milhões de litros. E este bom desempenho da cooperativa é graças a uma liderança com base sólida em seu quadro funcional e de associados, maior patrimônio da Aurora. Suas unidades são dotadas da mais alta tecnologia e rigorosos padrões nos processos de produção e todos os setores estão interligados para o alcance dos resultados. E com o setor de compras não seria diferente. Neste mês a reportagem falou com Rosane Rigo Frumi, Supervisora de Compras, que atua há 33 anos na Cooperativa.
O setor de compras da Cooperativa Aurora é formado por quatro colaboradores, Josimar Gava, Mariza Lazzarini Scapin, Roberto Conci e Rosane Rigo Frumi. Existem duas formas das quais são geradas as compras. “As de materiais de embalagem são definidas através da previsão de vendas, onde é gerado um plano de produção via PCPM – Planejamento e Controle da Produção e Materiais e em cima deste plano de produção são geradas as compras. Os pedidos sempre são colocados com dois meses de antecedência e iniciamos o ano já com fornecedores definidos para mantermos padrão e qualidade dos produtos” diz Rosane. Para os demais materiais são geradas solicitações de compras onde o solicitante descreve o item a ser comprado. São feitas 03 cotações e após é escolhido o melhor preço/fornecedor e é gerado pedido de compra no qual cabe ao gestor da área solicitante aprovar o pedido e o mesmo é enviado por meio eletrônico ao fornecedor confirmando assim a compra.
A escolha do fornecedor é uma das funções mais importantes no processo da compra. “Para a escolha ideal é fundamental avaliar a sua capacidade técnica, financeira, histórico de desempenho e que nos atenda dentro do prazo estabelecido”, afirma Rosane. A função de compras desempenha um papel cada vez mais importante em ajudar as corporações a alcançarem seus objetivos de aumento de lucratividade e economias de custo. “Com um departamento de compras que atue estrategicamente, torna-se inerente às atividades de gestão um processo de melhoria contínua em busca de novas modalidades de compra e contratação e, também, de novos tipos de materiais e sistemas construtivos”, diz.
Rosane finaliza com a expectativa da nova unidade da fábrica no Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves que iniciará as operações neste ano, sendo importante para desafogar a expedição e o recebimento de materiais e apresentar um produto ainda mais com qualidade ao consumidor final.

Vinícola Aurora Foto: Roali Majola