Segundo fim semana do Dia do Vinho Brasileiro tem atrações para todos os gostos (e bolsos)

Até 2 de junho, turistas poderão participar de mais de 700 atividades, em 45 municípios do Sul, Sudeste e Nordeste. As opções contemplam todos os perfis de público e os descontos chegam a 50%

Passeio de barco _ Crédito Dandy Marchetti

VINHOS SOB AS ESTRELAS_ Crédito Julio Soares

Os 10 anos de Dia do Vinho estão sendo brindados pela vasta diversidade de programações e ampliação geográfica dos eventos. Neste ano, além de passar a se chamar oficialmente Dia do Vinho Brasileiro, os números de atividades, empreendimentos, cidades e estados participantes duplicaram. Até o 2 de junho, quando é celebrado, de fato, o Dia do Vinho, os amantes do turismo de experiência poderão desfrutar de mais de 700 programações simultâneas, em 45 municípios de seis estados – Rio Grande do Sul, Bahia e São Paulo e os estreantes Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina.
Com uma ferramenta que permite buscar pelo o que fazer, quando e onde, o site oficial www.diadovinhobrasileiro.com.br é o caminho para quem deseja escolher e planejar o próprio roteiro – entre tantas combinações possíveis.
Para facilitar a vida dos visitantes, um miniguia em anexo traz uma seleção com alguns dos destaques da programação

Degustação_ Crédito Tatiana Cavagnolli

do segundo fim de semana, mas vale lembrar que há opções de atividades em todos os dias, de segunda-feira a domingo, até 2 de junho, no Sul, Sudeste e Nordeste.
As possibilidades se enquadram a todos os perfis de enoturistas. As ofertas vão desde as clássicas visitas guiadas em vinhedos e processos de elaboração de vinhos, espumantes e sucos de uva, passando pelas degustações e workshops temáticos exclusivos, até experiências que encantam pelo contato com a natureza, em meio aos vinhedos, como observação de estrelas, piqueniques, corrida e passeios de trator e até de barco a vapor. Para os amantes da enogastronomia, opções não faltam: têm quermesse, parrillada, peixada, feijoada e até hambúrguer. O anfitrião da festa ganha brilho especial para quem deseja abastecer a adega: os descontos de rótulos brasileiros chegam a 50% em vinícolas, lojas especializadas e supermercados.
Além do site diadovinhobrasileiro.com.br, o evento está nas mídias digitais com os perfis facebook.com/diadovinhobrasileiro, instagram.com/diadovinhobrasileiro e marcado com a hashtag #diadovinhobrasileiro.

 

Sobre o Dia do Vinho Brasileiro
O Dia do Vinho Brasileiro ocorre desde 2010. A celebração é uma realização do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), por meio do projeto Vinhos do Brasil, Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR/RS) e Wine in Moderation, e do Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (Segh) – Região Uva e Vinho, como resultado do Projeto Eventos Integrados e Integradores – Reinterpretação da Concepção de Evento, fomentado pelo Ministério do Turismo. A lei que instituiu o Dia do Vinho no Rio Grande do Sul no primeiro domingo de junho de cada ano foi promulgada em 12 de dezembro de 2003. O projeto partiu do então deputado estadual Iradir Pietroski.
A série de eventos tem a parceria do Sebrae, por meio do convênio Valorização dos Vinhos Brasileiros, e o apoio das prefeituras municipais de Antônio Prado, Bento Gonçalves, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Guaporé, Jundiaí, Monte Belo do Sul, Nova Pádua, Pinto Bandeira, Rolante, Urussanga, Veranópolis e Vila Flores, além da Associação de Turismo da Serra Nordeste (Atuaserra), Associação Internacional de Enoturismo (Aenotur), Associação de Viticultores do Paraná (Vinopar), Associação Farroupilhense de Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados (Afavin), Associação de Produtores de Vinhos Finos da Campanha Gaúcha, Associação dos Produtores de Vinhos de Pinto Bandeira (Asprovinho), Associação dos Produtores da Uva e do Vinho Goethe de Urussanga (ProGoethe), Associação dos Vitivinicultores do Vale Central Gaúcho (Vinhos do Coração do Rio Grande), Associação Vinho de Altitude (SC), Instituto do Vinho Vale do São Francisco, Rota do Vinho de Jundiaí, Roteiro Caminho das Pipas (RS), Roteiro do Vinho de São Roque (SP), Sindicato da Indústria do Vinho de São Roque (Sindusvinho/SP) e Sindicato da Indústria do Vinho do Estado de Minas Gerais (Sindvinho).

Barrica _ Crédito Dandy Marchetti