Manejo das plantas de cobertura do solo é evidenciado na Vitis Aurora

Crédito foto: Rejane Paludo

O público visitante da mostra de tecnologia vitícola Vitis Aurora, que acontece até esta sexta-feira (10/05) na Aurora, em Pinto Bandeira, poderá conferir as áreas demonstrativas de plantas de cobertura do solo, assunto que está sendo trabalhado por extensionistas da Emater/RS-Ascar.
Os cultivos solteiros e consorciados apresentam as principais espécies, todas de inverno: azevém, nabo forrageiro, aveia preta, ervilhaca, centeio e trevo branco, pertencentes a três famílias botânicas. “Estamos trabalhando o manejo de cada uma das espécies: semeadura, época, dosagem, adubação, espécies parceiras (consórcio), benefícios para o solo e para o parreiral e cuidados no manejo”, diz o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Enio Ângelo Todeschini.
Além disso, o cultivo sucessivo, que é uma nova técnica de implantação dessas espécies, também está sendo abordado. Todeschini explica que nesse sistema são feitos dois cultivos dentro do mesmo ano civil, tendo como benefícios a proteção do solo o ano inteiro, o controle total das espécies espontâneas, uma maior produção de matéria orgânica e a não necessidade do uso de herbicidas. “E utilizando-se o nabo forrageiro, é um excelente pasto apícola nos meses em que não há florada de plantas nativas”, ressalta Todeschini. De acordo com ele, o ideal é usar a diversificação de espécies de famílias botânicas diferentes, pois cada uma tem suas características próprias”, conclui.
A Vitis Aurora acontece até as 17h, com exposição de máquinas, insumos, ferramentas, mudas e demonstração de unidades técnicas.