Por que temos vários tamanhos de garrafas de vinhos?

As garrafas maiores não servem apenas para ter mais líquido, contamos os motivos para cada modelo.

A garrafa padrão de 750mL, tem esse tamanho devido a várias histórias. Há quem diga que o sopro dos pulmões para a produção das garrafas supria essa quantidade sem que tivesse emenda. Outros acreditam que o padrão vem a partir da barrica bordalesa de 225L, porque engarrafando no vasilhame padrão daria 300 garrafas de vinho, uma conta mais simples para fazer.
Temos um padrão de litragem, mas então por que desenvolver outros tamanhos? Quanto maior a garrafa, melhor é o envelhecimento dela. Tem menos oxigênio para danificar o vinho pela proporção do líquido com o ar. Grandes rótulos, edições especiais e safras emblemáticas é normal que as vinícolas tenham uma parcela do vinho em garrafas maiores, para acompanhar sua evolução.

Além de diferentes tamanhos, cada tipo de garrafa tem um nome, o que dá mais status ainda para elas. Magnum, Jéroboam, Matusalém, Nabucodonozor são exemplos de nomes, que nos passam nobreza, sobriedade, algo a mais do que uma garrafa de vinho.
As garrafas menores como quart (187mL) e meia garrafa (375mL) foram desenvolvidas pra evitar oxidação do vinho ao deixar a garrafa aberta. A 187, popularmente chamada, é a dose de uma taça, aquele garrafinha do avião. A meia garrafa é para duas taças. As embalagens menores são ideias para quem quer consumir sozinho ou a dois.
Já as garrafas maiores são utilizadas para comemorações, como é o caso da Fórmula 1. No pódio, os pilotos estouram garrafas de champagne Jéroboam, de 3 litros. Pelos vinhos ou espumantes evoluírem melhor nas embalagens maiores, geralmente são safras especiais. Vale guardar para dividir com pessoas em um momento importante.
Se é para abrir uma Matusalem ou Imperial, de 6 litros, a regra é acabar no dia mesmo para dar sorte. Então, dificilmente se consome sozinha.
As garrafas Magnum, de 1,5 L, são as mais tradicionais no mercado, mais fáceis de consumir, de carregar e até de comprar. Essas garrafas especiais acabam tendo o preço mais elevado devido a quantidade de líquido que vai dentro, do custo do vidro, da caixa especial e outros itens exclusivos para aquele tamanho, mas pra quem ainda não viveu essa experiência, aconselho!
Os nomes das garrafas podem variar se for vinho ou espumante, então montamos um infográfico com os nomes das garrafas e suas quantidades. Ah, alguns nomes são diferentes quando se trata de vinho (bourdeaux) e espumante (champagne).