Sicredi oferta R$ 38,2 bilhões para financiar safra 2021/2022

Expectativa é realizar aproximadamente 290 mil operações de fomento ao agronegócio no novo ciclo agropecuário

Equipe Sicredi Serrana de Pinto Bandeira Foto: Marlove Perin

A rede de cooperativas de crédito do Sicredi vai ofertar R$ 38,2 bilhões para financeira a safra de 2021/2022, informou a instituição por nota. A cifra é 31% maior que o aporte anterior para a safra de 2020/2021. A projeção é da Sicredi é de contratação de 290 mil operações
Deste total, a expectativa da instituição financeira cooperativa, que reúne mais de 5 milhões de associados em 24 estados e no Distrito Federal, é disponibilizar R$ 21,5 bilhões para operações de custeio, R$ 12,1 bilhões para investimentos e R$ 1,6 bilhão para comercialização e industrialização. Além desses valores, a projeção é de conceder R$ 3 bilhões por meio de Cédulas de Produtor Rural (CPR).
O envio de pedidos de financiamento já abriu e vai até o final de junho do próximo ano. Antes de solicitar o crédito, o produtor rural associado deve fazer o planejamento da próxima safra (considerando o que vai plantar, qual é a área de cultivo e o orçamento necessário com base na análise de solo e sob orientação técnica quanto ao uso dos insumos e os demais serviços que serão utilizados). Depois disso, munido de todas essas informações, o associado poderá procurar a sua agência ou utilizar os canais digitais como o aplicativo do Sicredi ou o WhatsApp para dar andamento à contratação do crédito.

Quais as novidades para o Plano Safra 2021/2022?
Na linha de Pronaf Investimento os juros ficaram entre 3% a.a. e 4,5%. Os prazos para máquinas e equipamentos acoplados a trator mantiveram-se em ate 7 anos. E demais máquinas, implantações e reformas de pomares, construções e pavilhões, cultivos protegidos, irrigações e poços artesanais, o prazo foi mantido para 10 anos. Os limites de contratação por ano safra aumentaram para 200 mil por CPF, sendo que para atividades de fruticultura, avicultura e suinocultura o limite é de E# 400 mil por safra. O valor da receita bruta anual familiar para enquadramento no Pronaf aumentou para R$ 500 mil ao ano, sendo que mais de 50% da receita tem que ser advinda de atividade agropecuária.
No Pronaf Custeio os juros do novo plano safra ficaram entre 3 a.a. e 4,5% a.a., sendo o limite de 250 mil de custeio por ano/safra.

E para os produtores que não se enquadram no Pronaf, existem linhas disponíveis?
Sim, existem linha de custeio Pronamp e Demais Produtores. E, para investimentos linhas como Moderagro, Moderfrota, Inovagro, entre outras. Sendo que para estas, linhas as taxas vão de 5,5% a 8,5 %, conforme a linha operacionalizada.

Como foi o último ano safra na Sicredi Serrana RS/ES?
A Sicredi Serrana RS/ES é a principal instituição financeira do agronegócio e agricultura familiar da nossa região de atuação do RS, com uma participação de 59% no volume total de crédito rural contratado no Sistema Financeiro. No ano safra 2020/2021, a Sicredi Serrana realizou 4.704 operações, que representam R$ 366 milhões em crédito rural liberado.

Qual a perspectiva para o ano safra que se inicia?
Estamos com uma excelente perspectiva, o agronegócio foi o setor que menos sentiu a pandemia no âmbito econômico, os produtores estão buscando aumentar a produtividade através de melhoramento de práticas agrícolas e novas tecnologias. Nós enquanto cooperativa, estamos próximos e à disposição para apoiar o desenvolvimento e crescimento da nossa comunidade, explica o Gerente de Negócios Agro Luan Sganzerla.
Já estamos enquanto Sicredi Serrana, falando pela agência de Pinto Bandeira, com a maioria de custeios agrícolas liberados aos nossos associados. Bem como, várias operações de investimentos como: aquisição de máquinas, reformas e plantios de pomares e videiras, gerando assim uma oportunidade de agregação de renda na nossa região, mantendo os jovens no campo, como incentivo de sucessão familiar e ampliação do agronegócio regional pontua Rudimar Ferrari Guizzo, também responsável pelas operações do Agro.

Gerente Agro Luan Sganzerla e Rudimar Ferrari Guizzo Foto: Marlove Perin

Estamos em um momento que se fala cada vez mais sobre energias renováveis e sustentabilidade hídrica, devido ao aumento da conta de luz e da falta de água com períodos de estiagem e chuvas não regulares. A Sicredi Serrana possui linhas de crédito que apoiam os associados para estes fins?
Desde 2018, a Sicredi Serrana tornou-se referência regional em energias renováveis, incentivando essa prática de geração de energia solar, fomentado conhecimento sobre este assunto. Aqui na cooperativa, temos disponibilidade de recursos para estes fins com taxas justas, facilidades e agilidade na contratação destes créditos.
Mas, nosso olhar vai além, iniciamos em 2021, um movimento de conscientização e disponibilização de recursos para sustentabilidade hídrica, para melhor aproveitamento de água de chuva, cuidado de nascentes, rios e, principalmente, um olhar consciente e responsável na perfuração de poços artesianos.

Balanço da safra 2020/2021 no Sicredi
Na safra 2020/2021, o Sicredi liberou R$ 29,1 bilhões em mais de 220 mil operações, sendo R$ 1,6 bilhão em CPR, alta de 41% na comparação com o ano-safra anterior, de 2019/2020. Somente para a agricultura familiar, foram R$ 6,2 bilhões e para os agricultores de médio porte foram destinados R$ 5,1 bilhões. Os dois públicos foram atendidos por meio de 173 mil operações.
Para você, produtor rural, que tem interesse em contratação de custeio agrícola ou investimentos, confira o canal de atendimentos:
Agência Pinto Bandeira | (54) 3049 9044 Gerente Agro Luan Sganzerla e Rudimar Ferrari Guizzo.
Agência Monte Belo do Sul | (54) 3457 1554 – Gerente Agro Douglas Cettolin
Agência Santa Tereza | (54) 3456 1461 / 3456 1464 Gerente Agro Diviane Remus