Primeiro Festival Lãs do RS ocorre virtualmente

A lã natural como patrimônio cultural é destaque no primeiro Festival Lãs do RS – Fio da Meada que acontecerá de forma online nos dias 25, 26 e 27 de outubro, com transmissão pelo canal Lãs do RS do YouTube. A proposta, que internacionaliza a iniciativa brasileira Lãs do RS, tem como objetivo promover a lã e seus conhecimentos, divulgando o artesão e seu artesanato, bem como capacitar esses agentes da cadeia produtiva da lã.
O festival será totalmente gratuito e possibilitará o intercâmbio de ações intercontinentais pelo esforço do reconhecimento do saber-fazer da lã como patrimônio cultural brasileiro. Durante o evento, acontecerão palestras com representantes das iniciativas da Europa e América Latina, oficinas técnicas de educação para o patrimônio ministradas pelas artesãs da lã do Rio Grande do Sul, além de oficinas de capacitações em parcerias com a Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social, FGTAS, pelo Programa Gaúcho de Artesanato e RS Criativo. Durante o festival, será lançada a Feira Lãs do RS, que possibilitará a comercialização de artesanato, ferramentas e insumos direto do produtor relacionados aos conhecimentos da lã.
Na tarde do dia 25 de outubro, às 14h, a artesã da lã Noemi Lemos do município de Mostardas/RS ministrará a oficina Fio da Meada Cobertor Mostardeiro, trazendo para o público um pouco desta técnica com a lã natural reconhecida como patrimônio municipal. A roda de conversa terá a participação da historiadora e pesquisadora, Marisa Oliveira Guedes, e da museóloga e gestora cultural Letícia de Cássia. Após, às 15h, é a vez da oficina de capacitação para os artesãos Trilha de Capacitação em Gestão – Artesanato bem-feito, negócio bem sucedido, ministrada pelo administrador Joelton Nunes, especialista em Gestão Avançada, Comportamento Organizacional e Logística Empresarial, evento em parceria com a FGTAS – Programa Gaúcho de Artesanato. Inscrições para esta capacitação devem ser feitas através do link; https://www.sympla.com.br/trilha-de-capacitacoes-em-gestao——artesanato-bem-feito-negocio-bem-sucedido__1369668
A abertura do evento, ocorre às 19h30, com presença dos representantes das instituições parceiras. Logo após, às 20h inicia o ciclo de palestras que contará com os conhecimentos de Nathalie Ketterle que foi co-organizadora do 1º Dia Europeu da Lã e fundadora e gestora da Kollektion der Vielfalt, ONG que visa a promoção e preservação das raças de ovelhas indígenas alemãs. Nathalie também é membro fundadora da European Wool Association, EWA, fundação filantrópica com sede em Chipre que tem como objetivo qualificar a coordenação das associações e grupos europeus com foco na economia circular da lã e retorno da fibra como recurso sustentável à sociedade.
No dia 26, às 14h, a artesã Dalva Mothci do município de São Miguel das Missões/RS ministrará a oficina Fio da Meada Poncho Bichará Missioneiro, indumentária carregada de significado para a região sul do Brasil. Já às 16h, acontece a oficina de capacitação RS Feito à Mão: Lã e Criatividade em parceria com o programa RS Criativo/Sedac, ministrada pela artista e empreendedora Cylene Dallegrave. À noite, às 20h, a antropóloga social e Diretora do Departamento de Patrimônio Cultural Imaterial do Uruguai, Letícia Canella, falará sobre o processo de patrimonialização do saber-fazer da lã uruguaia.
O Festival se encerra no dia 27 de outubro com a oficina, às 14h, Fio da Meada Crochê Jacquard, ministrada por Nilza Peres Oliveira e Ziza Barcellos do município de Jaguarão. Esta é uma técnica patrimônio cultural imaterial do município desde 2016. Logo mais, às 16h, a última oficina de capacitação Desvendando o MEI com a contadora, especialista em gestão de empresas do MEI, Micro Empresa Individual e projetos culturais, Priscila Evangelista. À noite ocorre o lançamento da Feira Lãs do RS, proposta contínua de comercialização de artesanato, ferramentas e insumos da lã natural brasileira.
Fio da Meada é um projeto viabilizado com recursos do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, por meio do FAC – Fundo de Apoio à Cultura, edital SEDAC FAC Movimento 2019. A ação faz parte do projeto Lãs do RS e tem como parceiros institucionais: Emater/RS – Ascar, Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social – FGTAS, RS Criativo, Associação Pampa Gaúcho de Turismo – APATUR, Museu Antropológico do Rio Grande do Sul – MARS, Associação Brasileira de Criadores de Ovinos – Arco, Federação das Cooperativas de Lã do Brasil – Fecolã, Associação Brasileira de Criadores de Ovinos Naturalmente Coloridos – ABCONC, Associação para o Desenvolvimento Sustentavel do Alto Camaquã – ADAC, Associação para Grandeza e União de Palmas – AGRUPA, Associação em Defesa da Ecologia Ampla e da Arte – Ecoarte, Associação Pampa Gaúcho de Turismo – APATUR, Prefeitura Municipal de Bagé, Jaguarão e São Gabriel, Gestio Consultoria e Paramount Têxtil.
Inscrições gratuitas em https://bit.ly/3b2PjI4